Clipping Internacional

Clipping Internacional - 29/06/2020

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

29/06/2020 09:48

Paulo Lima, fundador do movimento Entregadores Antifascistas, em São Paulo (Renato Maretti/Julia Thompson)

Créditos da foto: Paulo Lima, fundador do movimento Entregadores Antifascistas, em São Paulo (Renato Maretti/Julia Thompson)

 
1 - NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

BOLSONARO
. Movimentos sociais de 23 países realizam protestos virtuais contra Bolsonaro. Protestos têm como alvo Bolsonaro após a pior semana de coronavírus do Brasil. Comícios no Brasil, outros 20 países denunciam o tratamento da pandemia pelo presidente em meio a um número recorde de casos semanais. (Al Jazeera, Catar; Últimas Notícias, Venezuela) | tinyurl.com/y9qno8kz | tinyurl.com/ya3ydeg7

DEMOCRACIA. Apoio à democracia atinge recorde de 75% no Brasil em meio a ameaças. O apoio dos brasileiros à democracia atingiu um recorde de 75% em junho, com protestos de pequenos grupos que defendem atos antidemocráticos, como intervenção militar ou o fechamento do Congresso, multiplicando-se no país, segundo pesquisa divulgada neste domingo. Segundo a pesquisa divulgada pela empresa Datafolha, o percentual de brasileiros que consideram a democracia melhor do que qualquer outra forma de governo aumentou de 62% em dezembro de 2019 para 75% em junho de 2020. (La Vanguardia, Espanha; El País, Uruguai) | tinyurl.com/ydfnn23h | tinyurl.com/y9u4t7vz

PRECARIADO
. A 'revolução' dos distribuidores de alimentos brasileiros. Um trabalhador de entrega em domicílio lidera um movimento pedindo uma greve contra a precariedade e em defesa da democracia. Paulo Lima é um dos quase quatro milhões de jovens que andam de moto ou bicicleta para entregar comida em casa, no círculo da economia informal do Brasil. Muitos trabalham com aplicativos como Rappi ou iFood, sem direitos trabalhistas. Com o estômago vazio, eles atravessam a cidade para entregar comida às famílias da classe média. Mas eles cobram pouco e correm riscos: o de contrair o vírus e aqueles que advêm de um emprego informal. Qualquer acidente na rua é de sua responsabilidade. Muitos acreditavam no sonho do "empreendedorismo" vendido pelo liberalismo radical do governo Jair Bolsonaro. Na realidade, caíram na uberização do trabalho, sem contratos ou garantias. “A revolução industrial destruiu empregos; a uberização destroi os direitos ”, alerta Galo, 31 anos. (El País, Espanha) | tinyurl.com/y7akzgur

CLÃ BOLSONARO. A “rachadinha” de Flávio pode ser uma machadada no “bolsonarismo”. As investigações sobre um esquema de corrupção a envolver o filho mais velho do Presidente brasileiro estão a fragilizar Bolsonaro e expõem laços da família ao submundo do crime do Rio de Janeiro. (Público, Portugal) | tinyurl.com/y96lewew

COVID-19. Mil cruzes em frente ao Congresso lembram Bolsonaro das vítimas do Covid-19. Mil cruzes pregadas na frente do Congresso brasileiro, como parte de uma demonstração simbólica, silenciosa e de impacto, recordaram neste domingo as mais de 57.000 vítimas que a pandemia de coronavírus deixou no Brasil e o "negacionismo" do presidente brasileiro Jair Bolsonaro, diante desta crise. (La Vanguardia, Espanha) | tinyurl.com/y88mbxgv

COVID-19. O Brasil acrescentou 552 mortes por Covid-19 neste domingo, o número mais baixo em 21 dias. O Brasil registrou 552 novas mortes por coronavírus nas últimas 24 horas, elevando o número total de vítimas para 57.622 desde o primeiro caso da doença, há quatro meses, mas o número de mortes neste domingo foi o mais baixo de um dia nos últimos anos. 21 dias, informou o governo. (Diário de Notícias, Portugal; La Vanguardia, Espanha; Diario Correo, Peru; El País, Uruguai) | tinyurl.com/ybsl43dg | tinyurl.com/y9z23t6t | tinyurl.com/y7ghvtbh | tinyurl.com/ydx6otow

DEMOCRACIA. Um dos principais jornais do Brasil lançou uma grande campanha pró-democracia, à medida que cresce o desconforto com a ameaça que muitos temem Jair Bolsonaro e seus apoiadores mais militantes que representam para o futuro político do país. A Folha de São Paulo exorta as pessoas que apoiam a campanha para proteger o futuro político do país a usar amarelo. Os eleitores precisam se lembrar urgentemente dos dias sombrios do regime militar brasileiro de 1964-1985, quando centenas de oponentes políticos foram mortos ou desapareceram. (The Guardian, Inglaterra) | tinyurl.com/ybymksex

RACISMO. No Brasil, a morte de uma criança negra pobre aos cuidados de uma mulher branca rica traz um acerto de contas racial. A suposta negligência de uma rica mulher branca encarregada de uma criança negra e pobre ajudou a acalmar a opinião nacional sobre o racismo em um país que tradicionalmente afirma estar amplamente livre dele. nos dias que se seguiram à morte de George Floyd em Minneapolis e Miguel na cidade de Recife, nordeste do Brasil, o último país das Américas a abolir a escravidão está cada vez mais perguntando se o racismo estrutural está no centro de suas muitas desigualdades. Os brasileiros brancos estão se unindo à chamada pela igualdade racial. E os manifestantes foram às ruas para condenar o racismo que, segundo eles, levou a assassinatos desenfreados pela polícia e à morte de Miguel. (The Washington Post, EUA) | tinyurl.com/y8a8v3s8

ABORTO. A situação das mulheres que desejam abortar no meio de uma pandemia ficou terrível. Embora o acesso ao aborto seja complicado em um país que proíbe o aborto na maioria dos casos, o Covid-19 tornou quase impossível a prática do aborto. O calvário de Maria, de Goiás, drogada e estuprada por um homem que encontrou pela Internet. (Le Monde, França) | tinyurl.com/ybqcdz2e

2 - NOTÍCIAS DO MUNDO

FRANÇA
. Nas eleições municipais de Paris, Anne Hidalgo foi a vitoriosa. A prefeita socialista foi amplamente reeleita, com 49 % dos votos, como chefe da capital. Sua rival, Rachida Dati, salvou a honra da direita, enquanto a candidata macronista nem é eleita para o Conselho de Paris. (Le Monde, França) | tinyurl.com/ycmvz88t

FRANÇA. Ecologistas triunfam nos municípios franceses, marcados por abstenção recorde. As eleições, adiadas pela pandemia, atestam o fracasso do partido de Macron. Le Pen conquista Perpignan e a socialista Anne Hidalgo é reeleita para a prefeitura de Paris. Macron é rejeitado nas eleições. Em Marselha, uma vitória da esquerda. (El País, Espanha; Financial Times, Inglaterra; Le Monde, França) | tinyurl.com/yd3wsk7p | tinyurl.com/yb3bxahc | tinyurl.com/y73nt4dh

AMÉRICA LATINA. A América Latina está “para perder 20 anos de progresso” na redução da pobreza. Pandemia deve mergulhar mais de 50 milhões de pessoas em privações, diz autoridade do Banco Mundial. (Financial Times, Inglaterra) | tinyurl.com/y7jokmfl

ARGENTINA. O mapa da espionagem macrista. Os vasos comunicantes. Como funcionava a rede de espionagem e aperto que alcançava oponentes, juízes, jornalistas e até aliados. As câmeras e microfones colocados na prisão de Ezeiza para espionar ilegalmente os detidos, seus advogados e familiares, reuniram material que o Serviço Penitenciário Federal coletou e o enviou à Agência Federal de Investigaão - AFI, que por sua vez o distribuiu para programas amigáveis de jornalistas. A espionagem no Instituto Patria e a casa de Cristina Fernández de Kirchner foram feitas diretamente pela AFI; e-mails de políticos da oposição foram hackeados pela AFI; os jornalistas que cobririam a cúpula do G-20 foram investigados pela AFI. (Página 12, Argentina) | tinyurl.com/y8d3mx3f

PERU. Peru supera 9 mil mortes da covid-19, enquanto a quarentena se aproxima do fim. Enquanto isso, o número de infectados aumentou para 276 mil, depois de adicionar 3.625 novos casos no último dia. (El Mercúrio, Chile) | tinyurl.com/y94xbuqg

 TRUMP. A confiança dos europeus nos EUA como líder mundial entra em colapso durante uma pandemia. A crise do coronavírus causou uma deterioração dramática na percepção pública europeia dos EUA, revelam novas pesquisas extensas. Muitos cidadãos ficaram horrorizados com o tratamento da crise de coronavírus por Donald Trump, segundo o estudo. Em quase todos os países pesquisados, a maioria das pessoas disse que sua percepção dos EUA havia se deteriorado desde o surto. As atitudes negativas dos EUA foram mais acentuadas na Dinamarca (71%), Portugal (70%), França (68%), Alemanha (65%) e Espanha (64%). Na França, 46% e na Alemanha 42% disseram que sua visão dos EUA piorou "muito" durante a pandemia. (The Guardian, Inglaterra) | tinyurl.com/yahocmxb

EUA. Para muitos americanos nos EUA, as contas de água estão se tornando inacessíveis. Isso representa uma ameaça para a saúde, habitação e famílias. A água é essencial para a vida. No entanto, a água corrente está se tornando inacessível nos EUA, em cidades grandes e pequenas. As contas de água pesam muito em muitos americanos, pois as empresas aumentam os preços para pagar pela limpeza ambiental, atualizações de infraestrutura e defesas climáticas de emergência para lidar com enchentes e secas. O financiamento federal para o envelhecimento do sistema de água dos EUA caiu e, como resultado, um número crescente de famílias não pode pagar suas contas; milhões de casas estão sendo desconectadas ou executadas a cada ano. (The Guardian, Inglaterra) | tinyurl.com/ycgmlzdq

EUA. Os casos de coronavírus nos EUA aumentam em meio a tensões nos hospitais. À medida que o aumento dos casos de coronavírus nos EUA continuava no fim de semana, algumas partes do país recuaram da reabertura, algumas áreas enfrentaram tensões no hospital e na capacidade de teste e o Presidente Trump sofreu pressão bipartidária para usar uma máscara facial. (The Wall Street Journal, EUA) | tinyurl.com/ybvawgry

CORONAVÍRUS. Foram atingidas mais de 500 mil mortes no mundo quando o total de casos chega a 10 milhões. As marcas sombrias foram atingidas quando países ao redor do mundo lutam para impedir que novas infecções alcancem níveis descontrolados, ao mesmo tempo em que tentam emergir de dolorosos bloqueios. Em abril, aproximadamente um mês após a Organização Mundial da Saúde ter declarado o surto uma pandemia, as mortes superaram 100 mil. No início de maio, o número subiu para 250 mil. Agora dobrou em menos de dois meses. Mais de um quarto de todas as mortes conhecidas ocorreu nos Estados Unidos. (The New York Times, EUA) | tinyurl.com/y8z2f7kq

POLÔNIA. O ultra-conservador Andrzej Duda vence o primeiro turno das eleições presidenciais na Polônia, segundo pesquisas. O atual presidente, que governa a Polônia desde 2015, teria obtido 41,8% dos votos, enquanto o candidato liberal Rafal Trzaskowski, com quem a presidência deverá ser contestada, ficou em segundo lugar com 30,4% do apoio. (El Diário, Espanha) | tinyurl.com/y7a2ebtn

3 - ARTIGOS/ENTREVISTAS

Lauren Christensen, resenha – EUA (The New York Times, EUA) | “Como chegamos aqui: escritores sobre raça e racismo nos EUA” | tinyurl.com/y7agj6w6

Salvador Martín Puig – América Latinha (El Periódico, Espanha) | “A Covid-19 na América Latina” | tinyurl.com/y74cwjd9

Brian Myer – Brasil (Brasil Wire, EUA) | “O ‘ardil 22’ de Sergio Moro: Miami ou a presidência” | tinyurl.com/y7wfkaby

Cristopher Brauchli – EUA/Brasil (Common Dreams, EUA) | “O meio ambiente, Trump e Bolsonaro” | tinyurl.com/y7ey9o36

Eduardo Aliverti – Argentina (Página 12, Argentina) | “O horizonte possível” | tinyurl.com/ydarbyzg

Mempo Giardinelli - Argentina (Página 12, Argentina) | “Vicentin e o roubo feroz” | tinyurl.com/yanenkcq

Walter Andreozzi e Diego Añaños - Argentina (Página 12, Argentina) | “Vicentin: por que o Estado teve de intervir?” | tinyurl.com/ybhyg874



Conteúdo Relacionado