Clipping Internacional

Clipping Mundo - 02/06/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

02/06/2021 08:51

(Evaristo Sá/AP)

Créditos da foto: (Evaristo Sá/AP)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

COPA AMÉRICA/‘Vergonhoso’: Bolsonaro denunciado por sediar a Copa América em meio à pandemia. A Copa América mudou da Argentina para o Brasil apenas 13 dias antes do início do jogo. O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, provocou indignação depois de aprovar planos para realizar a Copa América em seu país atingido pela Covid com mais de 462 mil mortos, apesar dos alertas que o Brasil está mergulhando em uma terceira onda potencialmente calamitosa de infecções. A Copa América deveria originalmente ser co-sediada pela Colômbia e pela Argentina, mas suas lutas com os mortais protestos de rua e o coronavírus acabaram com esses planos. Juca Kfouri chamou a competição de “Cova América” ou “Túmulo das Américas”. (The Guardian, Inglaterra; El País, Espanha; La Diária, Uruguai; The Washington Post, EUA; El Espectador, Colômbia; El Mercurio, Chile; Tiempo Argentino, Argentina) | bit.ly/34FjmlP | bit.ly/2TDqmNR | bit.ly/3ic8N1G | wapo.st/2S3Cwz8 | bit.ly/3c8lpmw | bit.ly/3vNVYOX | bit.ly/3uAlw0t

CPI DA COVID- 1/ Na CPI afirma-se com evidências que Bolsonaro atrasou intencionalmente a compra de vacinas. O presidente da comissão do senado que investiga as ações do governo Jair Bolsonaro diante da pandemia Covid-19, Omar Aziz, disse que já há evidências de que o governo agiu deliberadamente por meio de um gabinete paralelo para atrasar a compra de vacinas. E considerou que o rompimento das restrições pelo Bolsonaro "está diretamente relacionado ao compromisso com a imunidade coletiva". (Página 12, Argentina) | bit.ly/3ioWcbF

CPI DA COVID- 2/ Uma médica confirma que um conselho paralelo guiou Bolsonaro contra a Covid-19. A oncologista Nise Yamaguchi confirmou nesta terça-feira que atuou com outros médicos em um "conselho" que assessorou o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, no combate à pandemia e que esse grupo acredita em remédios de eficácia duvidosa contra a Covid. "É um grupo de médicos", "sem vínculo oficial", mas que se reunia periodicamente com o próprio Bolsonaro e com o Ministério da Saúde no Covid-19, declarou Yamaguchi. Ela reconheceu que esses "voluntários" abraçam as teorias do chamado "tratamento precoce", que inclui a cloroquina e outras drogas cuja eficácia contra o coronavírus não foi comprovada e que ainda estavam entre as prescritas na rede pública de saúde brasileira. Sem apresentar dados concretos, Yamaguchi fez questão de defender esses remédios com base em "experiências pessoais" dela mesma e daqueles médicos, que teriam conseguido reduzir as taxas de mortalidade entre os pacientes que tratavam. (El Diário, Espanha) | bit.ly/3vPgqPu

BOLSONARO E STF -1/STF dá cinco dias a Bolsonaro para explicar desrespeito das medidas sanitárias. Um ministro do STF deu cinco dias para que o Presidente, Jair Bolsonaro, explique porque não cumpre medidas sanitárias em vigor no país devido à pandemia da Covid-19. O pedido do juiz Edson Fachin surgiu na terça-feira, na sequência de uma ação entregue pelo PSDB, que pediu ao STF para obrigar Bolsonaro a cumprir as medidas de prevenção, como o uso de máscara e o distanciamento social, contra a Covid-19, sob pena de multa. "São graves as alegações trazidas pelo Partido requerente. Sem descurar da urgência que as questões afetas à saúde pública reclamam, a oitiva [audição] da Presidência da República no curto prazo fixado em lei pode contribuir para delimitar o quadro descrito pelo partido", escreveu o magistrado. (Jornal de Notícias, Portugal) | bit.ly/34CI2LI

BOLSONARO E STF- 2/ STF pede a Bolsonaro esclarecimentos sobre a decisão da Copa América. O magistrado Ricardo Lewandowski tomou a decisão "considerando a importância do assunto e da emergência de saúde pública decorrente do surto de coronavírus, bem como a urgência que o caso exige". O juiz do Supremo Tribunal de Justiça do Brasil, Ricardo Lewandowski, pediu nesta terça-feira ao presidente Jair Bolsonaro explicações sobre a realização da Copa América, no momento em que especialistas alertam para uma terceira onda da pandemia no país sul-americano. “Dada a importância do assunto e da emergência de saúde pública derivada do surto de coronavírus, bem como a urgência que o caso exige, é solicitada informação prévia ao Presidente da República no prazo legal”, afirmou o magistrado em sua decisão. (El Mercurio, Chile) | bit.ly/3yYpP9i

ESTADO POLICIAL -1/ Chacina do Jacarezinho: Comissão Arns denuncia na ONU violações de direitos humanos. A Comissão Arns entrou com uma ação na ONU ndenunciando violações graves de direitos humanos na operação que deixou pelo menos 28 mortos na comunidade do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, em maio. O “apelo urgente” foi apresentado a quatro relatorias da Organização das Nações Unidas. Ele tem como objetivo “denunciar à comunidade internacional as arbitrariedades cometidas durante a operação Exceptis, das polícias Civil e Militar do Rio de Janeiro, que culminou na chacina”. A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns acionou as seguintes relatorias da ONU: execuções sumárias, formas contemporâneas de racismo, pessoas de descendência africana e a relatoria de pobreza extrema. (RFI, França) | bit.ly/3fJapyk

ESTADO POLICIAL-2/ Organização ‘Terre des Hommes’ se opõe à exportação de armas para o Brasil. As crianças nas favelas brasileiras costumam ser vítimas da violência policial cometida com armas suíças. A ONG humanitária quer acabar com isso. As pistolas, fuzis, veículos blindados e helicópteros usados em ações policiais e militares no Brasil são muitas vezes de produção alemã ou suíça. Organizações denunciam violações frequentes dos direitos humanos. A organização suíça de ajuda às crianças ‘Terre des Hommes’, sua contraparte alemã, bem como o instituto brasileiro Sou da Paz, pedem o fim imediato da exportação de material de guerra para o Brasil. A violência policial atingiu proporções dramáticas, denunciam. A observação surge de um estudo independente realizado pela ONG humanitária, esta última disse em um comunicado divulgado nesta terça-feira. O estudo contém recomendações de ação para a política e a economia. (Tribune de Genève, Suíça) | bit.ly/2TCels3

PAZUELLO/ Ex-ministro do Bolsonaro investigado ganha novo cargo no governo. O general do Exército Eduardo Pazuello, investigado por sua gestão da pandemia do coronavírus quando era Ministro da Saúde entre maio de 2020 e março de 2021, obteve um novo cargo no governo do extrema-direita Jair Bolsonaro. Isso significa seu retorno ao governo Bolsonaro dois meses e meio depois de deixar o cargo de Ministro da Saúde, que ocupou por quase um ano apesar de não ter experiência na área e em meio à pandemia Covid-19, que já matou mais de 462.000 pessoas no país e infectou 16,5 milhões. (El Diário, Espanha) | bit.ly/2SREVgs

ECONOMIA/ Economia brasileira cresce 1,2% no primeiro trimestre à sombra da pandemia. O aumento do PIB nos três primeiros meses do ano surpreende por conta da pandemia, mas os desafios impostos pela má gestão da crise da saúde no Brasil amortecem o otimismo. (El País, Espanha; El Clarín, Argentina; Financial Times, Inglaterra) | bit.ly/3wU6X9w | bit.ly/2TCerjp | on.ft.com/3ioWcZd

COVID-19/ Brasil volta a aproximar-se de 2.500 mortos em 24 horas. O Brasil voltou esta terça-feira a aproximar-se do registo de 2.500 mortos devido à Covid-19 em 24 horas (2.408) e totaliza 465.199 óbitos desde o início da pandemia. O número de óbitos quase triplicou face às 860 vítimas mortais registadas na segunda-feira. Em relação às infeções, o país sul-americano somou 78.926 novos casos nas últimas 24 horas, totalizando agora 16.624.480 diagnósticos de Covid-19. (Diário de Notícias, Portugal; Xihuanet, China) | bit.ly/3fWmrmA | bit.ly/3cdnOwb

VACINA/ A vacina Sinovac cria "barreira imunológica" em cidade brasileira: estudo. Os resultados preliminares em Serrana apontam para uma grande queda nas hospitalizações e mortes por Covid-19, dizem os pesquisadores. Mas os dados brutos são necessários para fazer uma avaliação completa, diz o professor de medicina de Hong Kong. Um instituto de pesquisa brasileiro disse que resultados preliminares de uma pequena cidade no país indicaram uma grande redução nas hospitalizações e mortes por coronavírus depois que quase todos os adultos da comunidade receberam vacinas do parceiro chinês Sinovac Biotech. (South China Morning Herald, Hong Kong) | bit.ly/3uDIkfW

MACEIÓ/ Uma mina de sal-gema da Braskem e uma cidade que afunda no Brasil. Era o início de 2018 quando os moradores da cidade brasileira de Maceió viram pela primeira vez rachaduras aparecendo em prédios e estradas. A situação no bairro do Pinheiro era tão grave que 6.356 prédios foram colocados em ordem de demolição e 25.000 moradores tiveram que ser removidos. Usando ferramentas de modelagem geológica, eles mostram que a mineração de sal que ocorre até um quilômetro abaixo do solo é a causa mais provável. Cavidades vazias cheias de salmoura deixadas para trás quando o sal foi extraído eventualmente entram em colapso e, como dominós, as camadas de rocha acima tombam no vazio abaixo. A mineração foi interrompida em 2019, mas o modelo mostra que o terreno ainda tem muito o que se acomodar e alguns bairros continuam em risco. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3g2Qbyl

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

GUERRA FRIA - 1/ Secretário de Estado dos EUA alerta os líderes do Pacífico sobre "coerção" em golpe velado contra a China. Antony Blinken ataca a crescente influência de Pequim com a convocação de uma "ordem baseada em regras internacionais". O secretário de Estado dos EUA alertou os líderes dos países do Pacífico sobre "ameaças à ordem internacional baseada em regras" e "coerção econômica", no que parece ser um golpe velado contra a crescente influência da China na região. Antony Blinken estava se dirigindo a líderes e seus delegados de 11 países e territórios do Pacífico, incluindo Fiji, Ilhas Salomão, Ilhas Cook, Estados Federados da Micronésia, Polinésia Francesa, Palau e Ilhas Marshall como parte da Conferência de Líderes das Ilhas do Pacífico, realizada no Havaí . (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3ceQipA

GUERRA FRIA - 2/ Rússia exibe força militar em meio a tensão crescente com a OTAN. Moscou se prepara para reforçar as fronteiras ocidentais e prepara novas manobras. A Rússia está tentando mostrar força militar em um momento de tensões com a Otan e a UE, e na véspera da cúpula entre Vladimir Putin e Joe Biden marcada para dentro de duas semanas. Moscou está se preparando para reforçar militarmente seu flanco ocidental e estabelecerá 20 novos batalhões perto das fronteiras ocidentais, onde a Rússia e a Bielo-Rússia realizarão importantes exercícios militares conjuntos em setembro. (El País, Espanha) | bit.ly/3fGP88b

COLÔMBIA/Manifestações massivas a favor da greve estão convocadas para hoje. A situação de convulsão social permanece inalterada na Colômbia, onde as negociações entre o Executivo liderado pelo presidente Iván Duque e os representantes do Comitê Nacional de Desemprego continuam, embora sem avanços. Ao mesmo tempo, os promotores da paralisia ordenaram o desbloqueio de muitos piquetes para favorecer o diálogo com o governo. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/3wQkoY7

CANADÁ/Canadá confronta-se com seu passado colonial após a descoberta dos ossos de 215 crianças indígenas. A descoberta em 28 de maio dos ossos de 215 crianças enterradas em uma vala comum em uma antiga escola residencial indiana em Kamloops, British Columbia, a maior do Canadá, enviou ondas de choque pelo país. Os corpos das crianças foram localizados por um especialista usando radar de penetração no solo, disse a Primeira Nação (povos indígenas) Tk’emlúps te secwépemc em um comunicado na sexta-feira. De acordo com a chefe Rosanne Casimir, não se sabe a causa de sua morte e quando morreram, mas "algumas vítimas não tinham mais de 3 anos", disse ela. As escavações começarão a exumar os corpos e tentarão restaurar a identidade de cada uma dessas vítimas. (Le Monde, França) | bit.ly/2S7LPxQ

EUA/ Biden presta tributo sobre massacre histórico. Novo governo busca reconciliação sobre assassinato em massa de negros. O presidente dos EUA, Joe Biden, liderou comemorações emocionantes na terça-feira para homenagear as vítimas do massacre racista de 1921 em Tulsa, Oklahoma, dizendo que os EUA devem aprender com um dos piores episódios de violência racista da história do país. O líder democrata marcou o centenário do massacre ao se encontrar com sobreviventes na cidade, depois que a Casa Branca anunciou novas iniciativas, incluindo bilhões de dólares em doações para lidar com as disparidades raciais na riqueza, posse de casa e propriedade de pequenos negócios. (Global Times, China) | bit.ly/2S2S5Hj

JBS/ devido a um ataque cibernético. A JBS anunciou que uma organização criminosa havia enviado um pedido de resgate. A Casa Branca garantiu que "provavelmente provém de uma organização criminosa com sede na Rússia". (El Periódico, Espanha) | bit.ly/3wUk3nd

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Eric Nepomuceno – Brasil/Bolsonaro (Página 12, Argentina) | “Bolsonaro e a Cepa América” | bit.ly/3fJr3hb

Acácio Augusto, entrevista – Brasil/Bolsonaro (Sputnik News, Rússia) | “Protestos no Brasil: Bolsonaro quer 'reconfigurar o Estado' e não precisa de golpe” | bit.ly/3cbvYp8

Bruno Gualano, entrevista – Brasil/Pandemia (El País, Espanha) | “A Copa América no Brasil é inaceitável para a saúde pública e pode acelerar a terceira onda” | bit.ly/3pfC64F

Robert Reich – EUA (Common Dreams, EUA) | “O Partido Republicano é uma ameaça existencial para a democracia americana” | bit.ly/3vKE7IN

María Jimena Duzán – Colômbia (El País, Espanha) | “As vergonhas da democracia colombiana: A repressão não serve apenas para silenciar as demandas sociais e pará-las. É também a receita que o Uribismo tem de se manter no poder e vencer nas eleições do próximo ano.” | bit.ly/3uHlUdS

Santiago Alarcón Zapata – Colômbia (Jacobinlat, América Latina) | “Colômbia e os sinais de uma crise orgânica” | bit.ly/2S6wCgH

Farid Kahhat – Peru (Jacobin, EUA) | “Pedro Castillo pode ajudar a por um fim ao neoliberalismo no Peru” | bit.ly/3yWkek4

Anthony Faiola e Megan JanetskyPandemia/pobreza (The Washington Post, EUA) | “A Covid empurrou milhões em todo o mundo da classe média para a pobreza.” | wapo.st/3uIhgMF

Mariana Carneiro, dossier – Capitalismo/Plataformas digitais (Esquerda.net, Portugal) | “Plataformas digitais: Quando o algoritmo se torna capataz” | bit.ly/3ibYmer



Conteúdo Relacionado