Clipping Internacional

Clipping Mundo - 05/09/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

05/09/2021 10:04

Apoiadores de Bolsonaro se manifestam em Brasília, em 15 de maio (Joédson Alves/EPA))

Créditos da foto: Apoiadores de Bolsonaro se manifestam em Brasília, em 15 de maio (Joédson Alves/EPA))

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

PAULO GUEDES/ Paulo Guedes, o desencanto de um ministro insensível. Os comentários classistas do ministro da Economia do Brasil reproduzem o padrão de uma elite indiferente aos problemas sociais do país. Há consenso no Brasil a respeito de uma elite econômica que perdeu a vergonha de dizer em voz alta o que pensa sobre privacidade. Ao longo das linhas de "E daí? O que você quer que eu faça?" que o presidente Jair Bolsonaro lançou em abril do ano passado, quando as mortes por Covid-19 já eram contadas aos milhares. O presidente valoriza centenas de expressões corrosivas como essa. E vários de seus ministros não perdem o passo. Assim como o chefe da Economia, Paulo Guedes. O homem que, em teoria, seria um dos moderadores do presidente. Paulo Guedes tem se destacado nos últimos tempos mais pelas frases passivamente agressivas do que pela política econômica. Não por acaso ele foi alvo de uma intervenção artística neste final de semana nas avenidas que são o centro financeiro de São Paulo. (El País, Espanha) | bit.ly/3DSogMw

LAVAJATO/ Dois procuradores processaram o Estado Brasileiro pela forma como Moro conduziu a Operação Lava Jato. Eles pedem "evitar que os agentes do sistema judiciário ajam em favor de novos reveses constitucionais". Com base na ação dos promotores Emanuel Ferreira e Camões Boaventura, a Justiça Federal de Mossoró, município do Rio Grande do Norte, abriu processo contra o Estado brasileiro pela ação do ex-juiz Sérgio Moro à frente da Operação Lava Jato. Para Ferreira e Boaventura, o magistrado agiu "de forma parcial e inquisitiva, demonstrando interesse em influenciar indevidamente as eleições presidenciais de 2018, após as quais foi nomeado Ministro da Justiça". Por conta da ação judicial, Lula não pôde se candidatar à presidência do Brasil e o candidato que apareceu depois dele nas urnas, Jair Bolsonaro, venceu. (La Diaria, Uruguai) | bit.ly/3zOeR6v

7 DE SETEMBRO/ Medo de violência nas ruas do Brasil em manifestações para apoiar Bolsonaro. Seus eleitores rurais veem o presidente em apuros como um "mensageiro de Deus". E nesta semana eles marcharão nas cidades para apoiá-lo. Elas acontecerão em Brasília e São Paulo. Mas as manifestações alimentaram raiva e apreensão entre os adversários políticos de Bolsonaro, que temem que possa haver caos e violência à medida que apoiadores radicalizados e potencialmente armados, incluindo policiais, inundam as ruas. A maioria dos observadores, no entanto, acredita que os comícios têm o objetivo de ajudar Bolsonaro a projetar uma falsa sensação de força naquele que é seu momento mais fraco desde o início de sua presidência em janeiro de 2019. (TheGuardian, Inglaterra; El Clarín, Argentina) | bit.ly/3DHEh82 | bit.ly/3BMrHCy

EXTREMA DIREITA-PRISÃO/ Conhecido apoiador de Bolsonaro detido por preparar ato antidemocrático. A Polícia Federal (PF) brasileira deteve na sexta-feira o influenciador "bolsonarista" Wellington Macedo, por suspeitas de participar na organização de atos antidemocráticos a 7 de setembro, em apoio ao Presidente, Jair Bolsonaro. Macedo é investigado no STF num inquérito que investiga a organização e o financiamento de atos contra as instituições e a democracia no país sul-americano. Movimentos 'bolsonaristas' pretendem sair às ruas a 07 de setembro, quando se comemora a Independência do Brasil, e alguns dos grupos mais radicais pediram uma "intervenção militar" para fechar o Congresso e o Supremo, mas mantendo Bolsonaro, líder da extrema-direita brasileira, no poder. | bit.ly/3tl8pBl

BOLSONARO-1/ Bolsonaro garante que "o povo" dará um "ultimato" no dia 7 de setembro. O presidente convocou mais uma vez manifestações pela "liberdade" para a próxima terça-feira e disse que nesse dia "o povo" dará "um ultimato" aos que "desafiarem a Constituição". Em ato no interior da Bahia, Bolsonaro reiterou sua crítica a "uma ou duas pessoas", em clara referência aos integrantes do STF, a quem há semanas acusa de "usar o poder para tentar dar outro curso para o país”. Embora Bolsonaro tenha insistido que as manifestações de 7 de setembro, quando se comemora a Independência do Brasil, serão por "liberdade" e "valores conservadores", alguns grupos que os chamam pedem uma "intervenção militar" para fechar o Parlamento e o Supremo Tribunal Federal e manter o governante no poder. (El Diário, Espanha; La Diaria, Uruguai; Ahora el Pueblo, Bolívia) | bit.ly/3zQgU9W | bit.ly/3h2XzLo | bit.ly/3gZWWSX

BOLSONARO-2/ Bolsonaro desafia as urnas e recebe ‘banho de massa’ na fortaleza política de Lul. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, contestou neste sábado mais uma vez as pesquisas desfavoráveis que o apontam como perdedor da luta eleitoral de 2022 e recebeu um banho de massa no Agreste Nordestino, pátria e fortaleza política de seu adversário Luiz Inácio Lula da Silva. A comitiva de Lula chegou a ser vaiada por opositores em hotéis e aeroportos de Recife e de outras capitais como Salvador Natal), Teresina e Fortaleza todos com governos regionais de esquerda. Bolsonaro, que visita Pernambuco, liderou uma caravana de motociclistas que percorreu os municípios da região árida e empobrecida. O sentimento de apoio contrasta com os resultados de todas as pesquisas de opinião que o apontam como derrotado contra Lula em um possível confronto nas eleições de outubro do ano que vem. (El Diário, Espanha) | bit.ly/2YuZrGv

VACA LOUCA/ O Brasil detecta dois casos de "vacas loucas" e suspende as exportações para a China. O Brasil detectou 2 casos "atípicos" de "vacas loucas" e, por conta de um acordo de sanidade animal com a China, suspendeu imediatamente as exportações de carne bovina ao gigante asiático. “Todas as ações de mitigação de riscos à saúde foram concluídas antes da emissão do resultado final pelo laboratório de referência da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), em Alberta, Canadá. Portanto, não há risco à saúde humana e animal”, disse o Ministério. A China é o único país importador do Brasil que possui um protocolo sanitário que exige a suspensão temporária das importações de carne quando for detectado um caso de encefalopatia espongiforme bovina (EEB), nome científico da doença. (El Diário, Espanha; Diário de Notícias, Portugal; Sputnik News, Rússia; Jornal de Notícias, Portugal; Deutsche Welle, Alemanha; La Diaria, Uruguai; Telesur, Venezuela) | bit.ly/3DPMVkX | bit.ly/3jMYT7a | bit.ly/3kYVgKn | bit.ly/3jLIX52 | bit.ly/3n5JgcI | bit.ly/3yOJbwp | bit.ly/3n42bop

VACINA CORONAVAC/Anvisa suspende distribuição de mais de 12 milhões de Coronavac. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária suspendeu neste sábado a distribuição de 25 lotes com 12,1 milhões de doses da vacina anticovidCoronavac, por ter sido embalada em uma fábrica no país asiático não homologada pela agência brasileira de controle. Em nota, a Anvisa anunciou a "interdição cautelar" dos lotes e a "proibição de distribuição" dos mesmos, após o Instituto Butantã, responsável pela importação e fabricação local dos vacina, notificou a origem dos imunizantes. O Instituto Butantã entrou com recurso para, pelo menos, liberar o uso emergencial das 12,1 milhões de doses que chegaram ao Brasil. (El Diário, Espanha; The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3DN1Axp | bit.ly/3BNCwof

RIO PARANÁ-SECA/ Um suporte econômico na América do Sul, o rio Paraná está murchando. O segundo maior rio do continente está secando em meio à maior seca dos últimos 70 anos, afetando os ecossistemas, o comércio e os meios de subsistência. O fluxo reduzido do Paraná, em seu nível mais baixo desde a década de 1940, afetou delicados ecossistemas na vasta área que abrange o Brasil, Argentina e Paraguai e deixou dezenas de comunidades lutando por água doce. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/3h7nHEX

PIX/Banco Central forçado a restringir o uso de seu aplicativo de transferência de dinheiro Pix em meio a uma onda de crimes. Os criminosos do Brasil recorrem ao sequestro relâmpago à medida que se aproveitam das novas tecnologias. (Financial Times, Inglaterra) | on.ft.com/2WV85gJ

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

EXTREMA DIREITA-HUNGRIA/ FIFA promete “medidas adequadas” contra Hungria por insultos racistas. No jogo de qualificação para o Mundial do Qatar, que decorreu na quinta-feira, adeptos húngaros entoaram gritos de macaco a Raheem Sterling e JudeBellingham e insultos antissemitas a outros futebolistas visitantes. Durante o jogo, disputado no Estádio Puskas Arena, em Budapeste, adeptos húngaros entoaram gritos de macaco a Raheem Sterling e JudeBellingham e dirigiram insultos antissemitas a outros futebolistas visitantes. Os insultos discriminatórios tiveram início ainda antes do apito inicial, quando os jogadores ingleses se ajoelharam num protesto simbólico contra o racismo. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/3n5Jm44

EXTREMA DIREITA-EUA/O ‘xamã’ do QAnon se declara culpado em caso do assalto ao Capitólio. Jacob Chansley, mais conhecido como O Bisão ou o xamã de QAnon, se confessou culpado nesta sexta-feira de obstruir os procedimentos do Colégio Eleitoral no ataque ao Capitólio em 6 de janeiro. O homem que invadiu a sala do Senado usando chifres, peles na cabeça e o peito nu pode sercondenado a três a quatro anos de prisão. Chansley, que chegou a um acordo com os promotores pelo qual ele pode ser condenado a entre três e quatro anos de prisão. (El País, Espanha) | bit.ly/2WPtzMo

IVERMECTINA-EUA/Hospitais de Oklahoma inundados por overdoses de ivermectina. Um médico de Oklahoma disse que as overdoses do medicamento antiparasitário ivermectina, que muitos acreditam sem evidências podem prevenir ou curar o Covid-19, estão ajudando a causar atrasos e problemas para hospitais rurais e serviços de ambulância que lutam para lidar com a pandemia ressurgente. A grande maioria das hospitalizações e mortes nos Estados Unidos ocorrem entre pessoas não vacinadas. Em meio à oposição às vacinas e aos mandatos de saúde públicaalimentados por políticos republicanos, mídia conservadora e desinformação nas redes sociais, muitos se voltaram para a ivermectina.(The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3tfqBMT

VENEZUELA/Diálogo para a Venezuela é retomado no México. Começou a segunda rodada de negociações entre o governo e a oposição. O governo venezuelano e a oposição buscaram avançar na noite desta sexta-feira no México em um acordo que permitiria o levantamento das sanções ao país pelos Estados Unidos e União Europeia e garantiria eleições livres e transparentes, segundo afirmam ambas as partes, em a continuidade do diálogo iniciado em meados de agosto e que já permitiu a assinatura de um entendimento primário.(Página 12, Argentina) | bit.ly/3BILva1

CUBA/Cuba começa a vacinar crianças e adolescentes contra o coronavírus. O objetivo das autoridades de saúde é que até o final de novembro 92,6% da população esteja totalmente imunizada. Cuba já começou a vacinar sua população pediátrica (de 2 a 18 anos) com fórmulas próprias contra o coronavírus, um passo antes de retomar virtualmente na próxima semana do ano letivo 2020-2021. O país aprovou o uso emergencial de uma de suas vacinas contra Covid-19 desenvolvida no país, a Sovereign 02, em menores, embora seu uso ainda não esteja autorizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).(El Periódico, Espanha) | bit.ly/3DRYuYP

VACINAÇÃO/À medida que uma abundância de vacinas covid no mundo rico se aproxima, os países pobres perdem.Levar vacinas excedentes com urgência para lugares mais pobres pode salvar mais de 1 milhão de vidas. (The Economist, Inglaterra) | econ.st/3kYVkd5

TAILÂNDIA/Os manifestantes tailandeses estão de volta e mais furiosos enquanto o governo se atrapalha com Covid. Com mais de 12.000 mortos, poucos vacinados e a economia em frangalhos, as manifestações contra as autoridades se tornaram um evento diário. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/2WOtCHM

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

General Santa Cruz, entrevista – Brasil/Bolsonaro (Diário de Notícias, Portugal) | "Ele não tem estatura para a função" | bit.ly/3DHE2Ka

Eric Nepomuceno – Brasil (Página 12, Argentina) | “Entre o Brasil de Bolsonaro e a memória de Galeano” | bit.ly/2WOtCYi

Morena Marques – Brasil/Lula (Jacobinlat, América Latina) | “A questão Lula – uma visão do PSOL” | bit.ly/3kYFqzw

Naiara GalarragaGortzazar – Brasil (El País, Espanha) | “Barbacena, a cidade-asilo que sobreviveu à morte atroz de 60.000 brasileiros” | bit.ly/3h3SIKa

Emir Sader – EUA/ (Página 12, Argentina) | “A crise da hegemonia norte-americana. O fracasso da força militar como modelo de dominação” | bit.ly/3BMrzTA

Paul Krugman– EUA/Economia(The New York Times, EUA) | “Especificando: uma verdadeira pandemia austríaca” | nyti.ms/3DNU1Xg

Jeffrey Sachs – EUA/globalização(Common Dreams, EUA) | “Cooperação global, não guerra sem fim, deveria ser o futuro da política externa dos EUA” | bit.ly/3tiR0co

Robert Reich – EUA(The Guardian, Inglaterra) | “A tentativa de golpe de Trump não parou - e os democratas devem acordar” | bit.ly/3n8FOhA

Samuel Moyn – EUA (El Diário, Espanha) | “Como os Estados Unidos criaram um mundo de guerras sem fim” | bit.ly/2YvFVtp

Adrian Lerner e Matteo Stiglich – Peru (Jacobin, EUA) | “No Peru, as facas já foram afiadas para Pedro Castillo” | bit.ly/3njmC0X



Conteúdo Relacionado