Clipping Internacional

Clipping Mundo - 08/09/2021

As repercussões do 7 de setembro; Outras notícias do Brasil; e Artigos

08/09/2021 09:08

(AFP)

Créditos da foto: (AFP)

 

1. AS REPERCUSSÕES DO 7 DE SETEMBRO NA IMPRENSA MUNDIAL

DESTAQUES:

THE GUARDIAN, INGLATERRA
Os ultraconservadores de Bolsonaro vão às ruas do Brasil para incitar esquadrões da morte e golpe. Milhares se reuniram na capital em apoio ao populista de extrema direita, mas as pesquisas sugerem que sua presidência está saindo dos trilhos antes das eleições do próximo ano. Um dos manifestantes, de 60 anos, declarou: “A coisa certa a fazer é colocá-los no paredão e foder ... atirar neles”. E afirma sobre os ministros do STF: “Eles são traidores. Eles são traidores do Brasil”. Uma faixa exigia a limpeza das instituições democráticas do Brasil: o STF, o Congresso e o TST. Os políticos da oposição rejeitaram as marchas de terça-feira como uma tentativa desesperada de ressuscitar a reputação decadente de um político cuja presidência está rapidamente perdendo o fôlego, em meio ao aumento da fome e da crise econômica. E as pesquisas, no entanto, sugerem que Bolsonaro tem poucas chances de ganhar um segundo mandato em 2022, tendo ultrajado a maioria dos brasileiros com seu discurso radical e resposta caótica e anticientífica a um surto de Covid que matou mais de 580.000 cidadãos. | bit.ly/3DTJiL3 | bit.ly/3l1isYz

PÁGINA 12, ARGENTINA
A demonstração de apoio ao Bolsonaro não atingiu os números esperados no Brasil. Marcha e ameaça de golpe ao STF. Enquanto milhares também se reuniram para repudiá-lo, o presidente de extrema direita concentrou suas críticas na suprema corte e pediu que desobedecesse às suas decisões. No Brasil há menos democracia. Dezenas de milhares de apoiadores da extrema direita se mobilizaram nesta terça-feira, dia da Independência convocados por Jair Bolsonaro para apoiar um golpe, nas cidades de Brasília e São Paulo. Foram mobilizações importantes embora muito longe de convocar os até dois milhões de pessoas prometidas pelo presidente. Em Brasília, embarcado em um caminhão do Exército com alto-falantes, Bolsonaro fez um breve discurso com o objetivo principal de intimidar o STF, acompanhado do Ministro da Defesa, Braga Netto. Os ataques à democracia foram possivelmente os mais graves realizados pelo líder autoritário desde a sua chegada ao Planalto e seguramente irão suscitar respostas nos próximos dias por parte da oposição e do STF. O ex-candidato presidencial do PT, Fernando Haddad, disse que as palavras do ex-militar neste dia 7 de setembro são mais do que suficientes para abrir um processo de impeachment. Bolsonaro também ‘dobrou a aposta’ e afirmou que vai convocar o Conselho da República. | bit.ly/3l1VWPu | bit.ly/3jRjVkL | bit.ly/38Nwfwd | bit.ly/3yO0VrO

JORNAL DE NOTÍCIAS, PORTUGAL
Oposição critica discursos de Bolsonaro e volta a defender destituição do presidente. Políticos que fazem oposição ao Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, criticaram-no duramente pelas ameaças que lançou ao poder judiciário do país na terça-feira e voltaram a defender a destituição do mandatário. Entre eles, agora está João Doria, que, pela primeira vez, se manifestou publicamente a favor do 'impeachment' do chefe de Estado. Também Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul e que partilha com Doria o mesmo partido político - Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)- defendeu a saída de Bolsonaro do poder na rede social Twitter. Já a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, que concorreu à Presidência do Brasil em 2018, ao lado de Bolsonaro, declarou que o atual mandatário "sempre demonstrou não ter limites, mas Brasil o limitará, sem dúvida". Também a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, se posicionou sobre as manifestações mobilizadas por Bolsonaro, argumentando que "demonstram o pavor" do chefe de Estado em relação aos vários inquéritos de que é alvo no Supremo. | bit.ly/3l8OSR5

THE NEW YORK TIMES, EUA
Manifestações pró-Bolsonaro podem ser o prelúdio para uma tentativa de controle do poder, dizem os críticos. Os críticos vêem na retórica do líder, que percebe no seu declínio nas pesquisas e crescentes desafios legais, um paralelo com o do ex-presidente Donald J. Trump e, e se preocupam como o Brasil, um país com instituições mais frágeis, e que enfrentaria um desafio semelhante às instituições eleitorais ou um ataque como o de janeiro 6 tumultos na capital dos EUA. Bolsonaro tem procurado retratar os juízes do Supremo Tribunal Federal e outros críticos poderosos como vilões dissimulados que estão preparando o cenário para o retorno de seu arquirrival político, o ex-presidente de esquerda Luiz Inácio Lula da Silva, que subiu nas urnas após a anulação do convicções de suborno e a restauração de seus direitos políticos.Um grupo de mais de 150 chefes de estado, ministros e legisladores de 26 nações emitiu um comunicado na segunda-feira expressando preocupação de que as manifestações no Brasil tenham o potencial de se transformar em uma “insurreição” que poderia minar as normas democráticas na maior nação da América Latina . | nyti.ms/3BUWNrJ

EL DIÁRIO, ESPANHA
Bolsonaro ameaça o Supremo Tribunal Federal durante uma grande manifestação da ultradireita. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, liderou nesta terça-feira, durante o Dia da Independência, uma maciça manifestação convocada em defesa da "liberdade", mas na qual reivindicações com nuances antidemocráticas finalmente se destacaram. Os participantes, vestidos com camisas verdes e amarelas e bandeiras, as cores do Brasil, seguraram faixas pedindo, entre outras questões, o afastamento dos ministros do STF e até uma intervenção militar. Os protestos de terça-feira acontecem em meio a crescentes tensões políticas e sociais no Brasil, agora exacerbadas pela desconfiança semeada pelo Bolsonaro no sistema de votação eletrônica que o Brasil adotou em 1996, que desde então não foi objeto de uma única denúncia. De fraude, mas que, de acordo com o presidente, incentiva a trapaça. Também coincidem com a queda acentuada na aprovação do presidente, que hoje atinge escassos 25% dos brasileiros, acentuada pela crise econômica e de saúde que atinge o país. | bit.ly/3tpoR3t | bit.ly/3A6NOmM | bit.ly/2YA6TjF

LA DIÁRIA, URUGUAI
Bolsonaro repetiu suas ameaças à Justiça e disse que só sairá morto da presidência. Os eventos convocados pelo presidente não foram tão massivos quanto o esperado e não houve manifestações de violência. “Só Deus pode me tirar da presidência. Só vou deixá-la morta ou presa ”, disse Bolsonaro diante de seus apoiadores, que carregavam cartazes com todos os tipos de slogans antidemocráticos. O ministro Alexandre de Moraes se tornou um dos alvos favoritos do presidente após abrir a investigação contra Bolsonaro por seu suposto envolvimento em uma rede de notícias falsas a pedido do Tribunal Supremo Eleitoral. O ministro Moraes também determinou a prisão de dois políticos aliados de Bolsonaro, o deputado federal Daniel Silveira, e Roberto Jefferson. Enquanto isso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não compareceu a nenhum ato, mas gravou mensagem em que voltou a atacar o presidente por seu apelo aos golpes. “Em vez de anunciar soluções para o Brasil, o que Bolsonaro faz neste dia é chamar as pessoas ao confronto, é pedir ações contra os poderes da República, contra a democracia, que ele nunca respeitou”, disse Lula. | bit.ly/2WY59Ao

LIBÉRATION, FRANÇA
Bolsonaro arenga contra seus apoiadores e ameaça as instituições democráticas. Foium atípico Dia da Independência quando o presidente Bolsonaro, atrás nas pesquisas do ex-presidente Lula, tenta mobilizar o máximo de apoio possível nas ruas, sob o risco de agravar a crise institucional que atravessa o país. Jair Bolsonaro adotou nesta terça-feira um tom ameaçador em relação ao STF, arriscando a aprofundar a crise institucional em um dia de protestos. O presidente de extrema direita queria fazer do feriado nacional de 7 de setembro uma demonstração de força, convocando "multidões gigantescas" para apoiá-lo. Distanciado pelo ex-presidente de esquerda Luiz Inácio Lula da Silva nas pesquisas para a eleição presidencial de outubro de 2022, Bolsonaro tenta, como seu modelo Donald Trump, jogar nas ruas contra as instituições democráticas. Bolsonaro então atacou ferozmente um dos juízes do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, que ordenou investigações contra ele e sua comitiva, inclusive por divulgar informações falsas. Foi um dia de alto risco, pois a oposição também protestou. | bit.ly/3DWrJK8

POR REGIÃO DO MUNDO

EUROPA

RFI,França
“Bolsonaro ameaça STF com discurso golpista no 7 de setembro”. | “Mobilização de Bolsonaro contra STF tem desfecho imprevisível e preocupa imprensa francesa” | bit.ly/2WYpF3h | bit.ly/2WUyfAE

Esquerda.net, Portugal
Junto aos seus apoiadores, Bolsonaro ameaça STF” | bit.ly/3BRXySG

El periodico, Espanha
Bolsonaro lança um ultimatum às instituições democráticas” | bit.ly/2YrE3Sj

El País, Espanha
Bolsonaro ameaça retaliar a Suprema Corte do Brasil em uma mobilização massiva” | bit.ly/3jQuNiY

Público, Portugal
“Apoiadores de Bolsonaro dão-lhe força para manter radicalização” | bit.ly/3yTvhJt

Diário de Notícias, Portugal
“Bolsonaro ameaça juízes e avisa que protestos são ultimato aos poderes no Brasil” | bit.ly/3kVCHXG | bit.ly/3nacesd | bit.ly/3he1022

Tribune de Genève, Suíça
Bolsonaro ataca as instituições e as eleições” | bit.ly/3tmAMPM

La Vanguardia, Espanha
Bolsonaro ameaça o Supremo com um discurso insurrecional” | bit.ly/38Pi35P

The Independent, Inglaterra
Milhares de manifestantes se reúnem para apoiar o presidente Bolsonaro” | bit.ly/3zTHCP2

ABC, Espanha
“Bolsonaro agita seus seguidores em atos antidemocráticos” | bit.ly/3DUW9MR

Financial Times, Inglaterra
“Manifestações pro Bolsonaro colocam o Brasil no limite.” | on.ft.com/3nemmA0

LesEchos, França
“Jair Bolsonaro mobiliza seus apoiadores por ocasião do dia nacional” | bit.ly/2WXpYfj

LE NOUVELOBSERVATEUR, FRANÇA
No Brasil, o medo de um golpe do Bolsonaro em meio a um feriado nacional” | bit.ly/3jOlYWJ

Le Soir, Bélgica
“Apoiadores do Bolsonaro saem às ruas para apoiar seu líder enfraquecido” | bit.ly/3l1VQr6

Le Parisien, França
Diante de seus apoiadores, Bolsonaro qualifica o processo eleitoral como farsa” | bit.ly/3nhStij

Le Figaro, FRança
Os apoiadores de Bolsonaro foram às ruas” | bit.ly/2WWWheh

La Repubblica, Itália
“Brasileiros nas ruas por Bolsonaro, medo de golpe » | bit.ly/2WZx96j

L’Express, França
Manifestações no Brasil: Bolsonaro ataca as eleições e as instituições” | bit.ly/3hb1WUU | bit.ly/3E7OdYX

Deutsche Welle, Alemanha
Apoiadores do Bolsonaro se manifestam no dia nacional. Com seus índices de aprovação em níveis mais baixos de todos os tempos, Bolsonaro também intensificou seus ataques ao sistema de votação do Brasil.” | bit.ly/3jThePV

AMÉRICAS

Los Angeles Times, EUA
“Milhares se reúnem em manifestações por Bolsonaro enquanto ele ataca o STF e ameaça uma crise constitucional” | lat.ms/3nc80A6

The Wall Street Journal, EUA
“Presidente Bolsonaro concentra apoiadores antes da campanha de reeleição. Apoiadores se reuniram para denegrir os inimigos do líder de direita no governo e nos tribunais, conclamando os comunistas à prisão e fechando o Congresso” | on.wsj.com/3tlFYmY

The Boston Globe, EUA
“Em comícios no Brasil, Bolsonaro aprofunda rixa com a Suprema Corte” | bit.ly/3tsytuC

La Presse, Canadá
“Jair Bolsonaro arenga contra seus apoiadores e ameaça instituições” | bit.ly/3jUfJAV

El Clarín, Argentina
Manifestações no Brasil: Jair Bolsonaro disse que não irá para a prisão e que ‘só Deus’ o tirará da presidência” | bit.ly/2WY59QU

El Mercurio, Chile
“Bolsonaro redobra ataques contra instituições e sistema eleitoral em meio a manifestações pelo Brasil e lança advertências ao sistema judicial” | bit.ly/3zUafvn | bit.ly/3DZKlZV

La Jornada, México
“Apoiadores de Bolsonaro marcham em frente ao Congresso no Brasil entre tensas manifestações de protestos no dia da independência.” | bit.ly/3hwJg2b | bit.ly/3nd3IZf

El Desconcierto, Chile
Bolsonaro convoca "reação necessária contra o Congresso" e ameaça um juiz da Suprema Corte, afirma que não irá para a prisão que só Deus o tira do poder” | bit.ly/3l41Saw | bit.ly/2WYpFjN

DiarioCorreo, Peru
Bolsonaro promete a seus seguidores uma ‘história nova’ no dia das grandes marchas da extrema direita no Brasil e ameaça a Suprema Corte” | bit.ly/3l7Xnvy | bit.ly/3yPiCHj

Últimas Notícias, Venezuela
“Oposição e extrema direita manifestam-se no Dia da Independência do Brasil” | bit.ly/3zUahmZ

Tiempo Argentino, Argentina
“Bolsonaro avança para o autogolpe: convocou um órgão constitucional – O Conselho da República - para o estado de comoção nacional” | bit.ly/3BRSDB7

Última Hora, Paraguai
Bolsonaro mostra musculatura em marchas e ameaça Supremo Tribunal Federal” | bit.ly/3yVVnLI

La Nación, Argentina
“Jair Bolsonaro ameaça a Suprema Corte com um golpe: ‘Só Deus vai me tirar’” | bit.ly/3nloGFk

Página Siete, Bolívia
Bolsonaro ameaça a Suprema Corte em uma mobilização massiva” | bit.ly/3jVO3f7

OUTRAS REGIÕES DO MUNDO:

Global Times, China
Apoiadores do Bolsonaro quebram bloqueios policiais” | bit.ly/3jRzv04

Al Jazeera, Catar
“‘Só Deus vai me tirar de Brasília’, diz um Bolsonaro desafiador, em dia em que houve manifestações a favor e contra o presidente” | bit.ly/2X3XQad | bit.ly/2X7qyqy

The Hindu, Índia
Bolsonaro ataca voto do Brasil como "farsa" em grande comício” | bit.ly/3BOO1M0

The Times ofIndia, Índia
“Em comícios no Brasil, Bolsonaro aprofunda rixa com a Suprema Corte” | bit.ly/38PqTk5

Bankok Post, Tailândia
“Manifestações a favor e contra Bolsonaro no dia nacional do Brasil” | bit.ly/3jOUdNT

The Wire, Índia
“'Golpe no Brasil sob Bolsonaro': Mais de 150 líderes de 26 nações expressam indignação” | bit.ly/3C6JaGn

O Guardião, Angola
“Jair Bolsonaro desafia Justiça brasileira e diz que ‘nunca será preso’” | bit.ly/3hfZMmK

Jornal de Angola, Angola
“Bolsonaro ameaça Juízes do Supremo Tribunal” | bit.ly/3hdDHp1

2. OUTRAS NOTÍCIAS DO BRASIL

ASSESSOR DE TRUMP/O ex-conselheiro do Trump, Jason Miller, foi detido brevemente no Brasil enquanto um tumulto político toma conta do país. Jason Miller, ex-assessor sênior de Donald Trump, disse na terça-feira que foi brevemente detido e interrogado pelas autoridades brasileiras em um dia em que o país sul-americano se aproximava ainda mais de uma crise constitucional total. Miller está entre os palestrantes listados no site da ‘ConservativePoliticalActionConference’ no Brasil, de 3 a 4 de setembro. Sua detenção aconteceu no mesmo dia em que dezenas de milhares de pessoas se reuniram em apoio ao ameaçado presidente Jair Bolsonaro, com quem Miller se reuniu durante sua visita.(The Washington Post, EUA; The Sydney Morning Herald, Austrália) | wapo.st/3zWBq8W | bit.ly/38Sb1gC

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Emir SaderPágina 12, Argentina | “E agora o quê Bolsonaro?” | bit.ly/2YE9IQI

Eric Nepomuceno – Página 12, Argentina | “Bolsonaro intensificou os ataques contra a Corte Suprema” | bit.ly/38QH14U

Celso Amorim, entrevista – Página 12, Argentina | "O Bolsonaro joga com o medo de um possível golpe, mas não sei se tem força para o fazer." | bit.ly/38NplXZ

José Álvaro Moisés – RFI, França | “Frente ampla contra Bolsonaro pode desbloquear impeachment” | bit.ly/3hdcMcQ

João Ruela Ribeiro – Público, Portugal | “Contra todos, Bolsonaro vai apostar tudo na fúria dos seus fiéis” | bit.ly/3tnvt2g

João Almeida Moreira – Diário de Notícias, Portugal | “7 de setembro, a mãe de todas as manifestações segundo Bolsonaro” | bit.ly/3hdcN0o

Marcio Coimbra, entrevista – CNN, EUA | “Presidente Bolsonaro está causando crise institucional no Brasil, segundo ex-diretor do Senado” | cnn.it/3jVk6vI

Marc Thiboudau - La Presse, Canadá | “Bolsonaro apela a seus apoiadores para seu resgate” | bit.ly/3l4g2sd



Conteúdo Relacionado