Clipping Internacional

Clipping Mundo - 13/09/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

13/09/2021 08:55

(AFP)

Créditos da foto: (AFP)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

FORA BOLSONARO/ Baixa adesão às manifestações contra o Bolsonaro promovidas por setores moderados de direita e centro-direita. .O impeachment de Jair Bolsonaro, se tornou a principal bandeira dos protestos que ocorreram neste domingo em várias cidades do país, apenas cinco dias após a massiva mobilização de corantes antidemocráticos liderados pelo líder de extrema direita. A marcha realizada hoje foi convocada pelos movimentos de centro e direita que, em 2016, mobilizaram milhões de pessoas em todo o Brasil a favor do golpe em Dilma. Cinco anos depois, os promotores do protesto - MBL e Vem Pra Rua - pedem agora a abertura de um "impeachment" contra Bolsonaro, que nos últimos meses fomentou uma crise institucional. Participaram, entre outros, o ex-candidato presidencial Ciro Gomes (Partido Democrático Trabalhista, centro-esquerda) e o governador de São Paulo, o social-democrata João Doria (centro-direita), um dos principais adversários de Bolsonaro no campo conservador. Os protestos deste domingo, porém, tiveram menos apoio. Em grande parte porque não teve o apoio do PT do ex-presidente Lula, principal rival político de Bolsonaro e contra quem também foram feitas críticas durante o protesto. (El diário, Espanha; La Diaria, Uruguai; El País, Espanha; Tribune de Genève, Suíça; The Independent, Inglaterra; La Jornada, México; Soy Chile, Chile; Telesur, Venezuela; El Desconcierto, Chile; Últimas Notícias, Venezuela; El País, Uruguai; Última Hora, Paraguai) | bit.ly/3k8rnZc | bit.ly/3k5391G | bit.ly/3A3474d | bit.ly/3tAHRfw | bit.ly/3k2ASZM | bit.ly/3A74OcI | bit.ly/2XfY8dD | bit.ly/3tD5HHE | bit.ly/2X7QbHz | bit.ly/3z6RJig | bit.ly/390TUcL | bit.ly/3tAg2El | bit.ly/3z88f1m

TRUMP/ Trump diz que "adora" o presidente do Brasil e acredita que o mandatário brasileiro desenvolve trabalho "duro" no país. "Eu adoro o presidente do Brasil, eu tenho que te dizer […]. Ele e seu filho são ótimas pessoas”. Esse filho é Eduardo Bolsonaro que, no início de agosto, promoveu o evento de extrema direita da Conferência de Ação Política Conservadora (CPAC) no Brasil. Quem também participou do evento foi o ex-assessor de Trump, Jason Miller, que ficou retido no último dia 7 pela Polícia Federal, antes de retornar para os EUA, para interrogatório nas dependências da corporação no Aeroporto de Brasília, no âmbito de inquéritos que tramitam no STF para apurar financiamento a atos antidemocráticos. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/3ntNF9S

BOLSONARO/ Bolsonaro põe ataques na gaveta ao sentir cheiro do impeachment. Com a direita a juntar-se à esquerda nos pedidos de destituição, o Supremo a mostrar firmeza e o nervosismo do mercado nervosismo. Fez, entretanto, partindo o coração dos seus apoiadores. A ressaca da manifestação a seu favor de 7 de setembro e contra o STF foi mais pesada do que o presidente do Brasil suspeitava. A inflação de julho bareu um recorde de 20 anos, há risco real de apagão energético e produtos básicos, como carne, feijão e arroz, encarecem. A revolta atingiu proporções ainda maiores quando, horas depois, o presidente emitiu nota escrita a quatro mãos com o antecessor Michel Temer a pedir perdão ao juiz Alexandre de Moraes. De "canalha", como o chamara no dia 7 no auge da manifestação, o juiz passou a "professor", dia 9, no auge da ressaca. "Falei no calor do momento", desculpou-se o presidente. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/3z5ruc3

COVID-19/ O Brasil registra 293 óbitos e 10.615 casos de Covid em 24 horas. Assim, eleva o número total de mortes para 586.851 e o número de infectados perto de 21 milhões. Os números mostram a desaceleração da pandemia no país após o pico da segunda onda alcançado entre março e abril deste ano, quando foi registrado o registro de uma média de 3.124 mortes e 77.328 infecções por dia. A melhora na crise de saúde é atribuída ao avanço da campanha de vacinação, que começou lenta e tardiamente no Brasil, o segundo país com mais mortes por Covid, atrás dos Estados Unidos, e o terceiro em infecções, atrás do país norte-americano. e Índia. (El Diário, Espanha) | bit.ly/3k7piMZ

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

ARGENTINA/ As eleições primárias em meio à pandemia se tornaram um forte sinal de alerta para o partido no poder. “Juntos por el Câmbio” de Macri estava à frente em grande parte do país, incluindo a decisiva província de Buenos Aires. O Governo garantiu que “vão ouvir o povo” e enfrenta uma ladeira acentuada para se recuperar em novembro. (Página 12, Argentina; El Diário, Argentina; La Diária, Uruguai) | bit.ly/394pshW | bit.ly/2XgIJd5 | bit.ly/3Abx3Hs | bit.ly/2VAKQYQ

CHILE/ Presidente Sebastián Piñera nega flores para Allende. Piñera não permitiu homenagem no Palácio Presidencial. Este sábado assinalaram-se os 48 anos do golpe militar sangrento que instaurou uma ditadura liberal de décadas no Chile. Várias ações celebraram a memória de Salvador Allende, a maior das quais foi a marcha de cerca de sete mil pessoas até ao cemitério geral de Santiago do Chile, onde se encontra a sepultura do ex-presidente e o “Patio 29”, o lugar onde a ditadura de Pinochet sepultava as pessoas que assassinava. No mesmo dia, o famoso documentário de Patricio Guzmán, A batalha do Chile, sobre o governo de Unidade Popular e o golpe de Estado de Pinochet, passou pela primeira vez em canal aberto na televisão depois de décadas de censura. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/3tCeGsq

PERU/ O partido de Pedro Castillo deu início ao longo e incerto caminho para sancionar uma nova Constituição. Ele apresentou um projeto de lei que introduz uma nova instituição, a Assembleia Constituinte. Mas a maioria no Congresso se opõe. (El Clarín, Argentina) | bit.ly/3A74J8U

ISRAEL-GAZA/ Ruína sem fim se instala em Gaza. Quatro meses após a última batalha entre Israel e Hamas, as feridas dos bombardeios continuam abertas e a reconstrução está suspensa sem ajuda externa. (El País, Espanha) | bit.ly/3EcG5X6

AFEGANISTÃO/ Mulheres afegãs na universidade devem estudar em salas de aula exclusivamente femininas, afirma o Talibã. A vestimenta islâmica será obrigatória, alimentando temores de que um apartheid de gênero seja imposto ao país sob o novo regime. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3zi0Tc5

EUA-ARÁBIA SAUDITA/ Um documento do FBI reforça as suspeitas sobre o papel da Arábia Saudita nos ataques de 11 de setembro. O memorando, datado de 4 de abril de 2016, descreve os contatos dos terroristas com sauditas nos Estados Unidos, mas não fornece as provas concretas que as famílias das vítimas esperavam. O relatório foi desclassificado por ordem do presidente dos EUA Joe Biden. (Página 12, Argentina) | bit.ly/2VCQNEF

EUA-VACINA/ Os governadores republicanos reagiram com fúria aos mandatos da vacina Covid-19, mesmo nos Estados que demandam mais vacinas. Eles manifestam, entretanto, uma profunda contradição, à medida que alguns são Estados que têm algumas das leis mais rígidas, exigindo que todas as crianças sejam vacinadas contra sarampo, caxumba e outras doenças. A oposição dos governadores reflete a raiva e o medo sobre a vacina entre os constituintes agora centrais em sua base, enquanto ignoram a política de longa data e precedente legal em favor de requisitos de vacinação semelhantes. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/393fBsM

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

BRASIL:

Mario Rappaport – Brasil/extrema direita (Página 12, Argentina) | “Dois modelos de fascismo brasileiro” | bit.ly/2Xg807u

Lilia Schwartz, entrevista - Brasil/Bolsonaro (El diário, Espanha) | "Bolsonaro não é um conservador, ele é um político retrógrado" | bit.ly/3zbmrXA

Eduardo Sincofsky – Brasil (Página 12, Argentina) | “Miscelâneas do Brasil de Bolsonaro” | bit.ly/3zc0DuN

Arnaldo Cardoso, entrevista – Brasil/Bolsonaro (Sputnik News, Rússia) | “Bolsonaro viu no 7 de setembro o 'tudo ou nada' para salvar seu mandato e cabeça” | bit.ly/392tCXr

Ricardo Romero – Brasil (Tiempo Argentino, Argentina) | “Neobolsonarismo” | bit.ly/3k8rofI

OUTROS:

Romina Calderaro – Argentina/primárias (Página 12, Argentina) | “Eleições 2021: do otimismo ao espanto da derrota, na intimidade do bunker da Frente de Todos” | bit.ly/3AbVBjp

Luis Bruschtein – Argentina/primárias (Página 12, Argentina) | “Eleições 2021: A pandemia eleitoral” | bit.ly/3z6JkLQ

Thomas Piketty – Globalização (Le Monde, França) | “É hora de abandonar a noção de guerra de civilizações e substituí-la por aquelas de co-desenvolvimento e justiça global” | bit.ly/3tG6kQD

Jeffrey St.Clair e Alexander Cockburn – EUA/Afeganistão (Counterpunch, EUA) | “Estranhos Cruzados: Diário da Guerra do Afeganistão” | bit.ly/3z6GVkj

Carol Rosenberg - EUA/11-09 (The New York Times, EUA) | “O legado dos EUA pós-11 de setembro: voltou-se para a tortura. Vinte anos após os ataques, os Estados Unidos ainda estão lutando com as consequências de interrogatórios brutais realizados em nome da segurança nacional.” | nyti.ms/3k3ji82

Joseph Stiglitz, entrevista – Big Pharms/coronavírus (Democracy Now, EUA) | “A ganância corporativa prolongará a pandemia?” | bit.ly/3k6sMiT

Robert Reich – EUA (The Guardian, Inglaterra) | “Os republicanos antigamente chamavam o governo de problema - agora eles querem comandar sua vida” | bit.ly/3k8i8YE

Amanda Chaparro – Peru (Le Monde, França) | “No Peru, o difícil início de mandato do presidente de esquerda Pedro Castillo” | bit.ly/3A9jacL



Conteúdo Relacionado