Clipping Internacional

Clipping Mundo - 15/06/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

15/06/2021 09:05

O Brasil acumula 488.827 mortos pela Covid-19 (Pilar Olivares/Reuters)

Créditos da foto: O Brasil acumula 488.827 mortos pela Covid-19 (Pilar Olivares/Reuters)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

LAVA JATO/Congressistas indagam sobre a ingerência de Washington na Lava Jato. Um grupo de 23 deputados democratas aguarda a resposta do procurador geral para saber de que modo a principal potência mundial se intrometeu nos assuntos internos brasileiros. A lupa é colocada sobre as daninhas implicações para o Brasil da Lava Jato e o papel que o Departamento de Estado dos EUA cumpriu. Proscrito e encarcerado Lula e Dilma destituída, o ovo da serpente resultou no que já se conhece, a ascensão de um ex militar que reivindica a ditadura, a tortura e cujo governo negacionista multiplicou as trágicas consequências da pandemia. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3wto3vo

BOLSONARO/ Bolsonaro se veste de uma estética mussoliniana. O presidente de extrema direita defende publicamente a força como instrumento de exercício do poder e incentiva a coerção política por meio de "milícias" vigilantes e Chico Buarque considera que Brasil tem um pé no fascismo. O presidente de extrema direita defende publicamente a força como instrumento de exercício do poder e incentiva a coerção política por meio de "milícias" vigilantes. Desfilando com motociclistas à frente do pelotão de 12 mil motocicletas estava Bolsonaro. cena evocou as imagens em preto e branco de Benito Mussolini nos anos 1930 passeando por Roma, rodeado de camisas pretas. Essas estéticas são surpreendentemente semelhantes: não apenas para motocicletas. Há um mês o capitão aposentado fez um passeio a cavalo pelo centro de Brasília, ritual ao qual Mussolini também gostava. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3wrbZe9

VACINA PFIZER/ Bolsonaro, agora, pede à Pfizer para antecipar a entrega de vacinas contra o coronavírus. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, pediu à americana Pfizer que antecipasse a entrega das vacinas contra o coronavírus contratadas por seu governo, depois de ignorar pelo menos uma oferta da farmacêutica em 2020 e semear dúvidas sobre a eficácia da fórmula. “Pedimos, entre outras questões, que verifiquemos a possibilidade de antecipar ao máximo as doses contratadas deste primeiro contrato”, disse o secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz em vídeo conferência. A rapidez agora exigida pelo governo Bolsonaro contrasta com a demora em responder à primeira oferta feita pela Pfizer em agosto de 2020 e que o gabinete da presidente ignorou por meses até que finalmente em março deste ano foi assinado o contrato de compra. 100 milhões de doses. (El Diário, Espanha) | bit.ly/2TBSGQQ

BOLSONARISTAS/ Os "bolsonaristas" reclamam a perda de milhares de seus seguidores no Twitter. Aliados do presidente brasileiro, o de extrema direita Jair Bolsonaro, reclamaram da perda repentina de milhares de seus seguidores no Twitter, que informarou que haviam realizado um procedimento de rotina contra contas suspeitas. O Twitter informou em nota enviada à mídia local que apenas realizou um procedimento de rotina contra relatos de "comportamento suspeito", a fim de evitar a proliferação de robôs na rede social. “Para proteger a integridade e legitimidade das conversas em seu serviço, o Twitter solicita regularmente que contas com comportamento suspeito em todo o mundo confirmem detalhes como senha ou número de celular, verificando se há uma pessoa por trás delas”, indicou. (El Diário, Espanha; Diario Correo, Peru) | bit.ly/3wtGwI2 | bit.ly/3xnVZcN

NETANYAHU/ Bolsonaro se despede de seu "amigo" Netanyahu e promete permanecer ao lado de Israel. O presidente brasileiro Jair Bolsonaro se despediu de seu "grande amigo" Benjamin Netanyahu como primeiro-ministro israelense. “Agradeço a Netanyahu, meu grande amigo, pelo excelente trabalho que pudemos desenvolver juntos no fortalecimento da aliança entre nossos países na promoção do bem-estar de nossos povos. Tenho certeza que não faltará sorte e seu imenso talento nesta nova etapa", escreveu Bolsonaro em seu perfil oficial no Twitter. (El Diário, Espanha) | bit.ly/3pXjc3e

VACINA BUTANVAC/ Vacina ButanVac vai custar R$ 10 por dose, um sétimo das outras, diz Dória. Na semana passada, a Anvisa concedeu autorização para que o Instituto Butantan, de São Paulo, realizasse testes da sua vacina contra a Covid-19, ButanVac, em humanos. A vacina é 100% brasileira. A CoronaVac, do laboratório Sinovac, custa R$ 58,20 a dose, enquanto a Pfizer/Biontech é vendida por R$ 100 por dose. Já a AstraZeneca/Oxford custa cerca de R$ 20. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/35kDYjt

ÍNDIOS/ Brasil autoriza polícia de elite em terra indígena invadida por mineiros. O Ministério da Justiça e Segurança Pública do Brasil autorizou, esta terça-feira, o uso da Força Nacional no território indígena Yanomami, maior reserva em extensão territorial do país, onde mineradores têm provocado conflitos e ameaçado indígenas. Desde maio, indígenas que vivem na área são ameaçados por mineradores ilegais que chegaram a efetuar disparos contra os habitantes de uma aldeia localizada no estado de Roraima. Líderes indígenas afirmaram que duas crianças Yanomami, de 1 e 5 anos, foram encontradas mortas na comunidade de Palimiú depois do ataque armado de mineradores. (Jornal de Notícias, Portugal) | bit.ly/35kxtxc

COPA AMÉRICA/41 casos Covid-19 ligados a evento da Copa América. O Ministério da Saúde do Brasil documentou 41 casos de Covid-19 relacionados à Copa América, incluindo 31 jogadores ou funcionários e 10 trabalhadores que foram contratados para o evento. (The Independent, Inglaterra; Telesur, Venezuela) | bit.ly/2RXRLtt | bit.ly/3gw7R7b

COVID-19/ O Brasil registra 827 mortes por Covid-19 em 24 horas. O Brasil registrou 827 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o número acumulado de mortes para 488.228. Também foram registrados 39.846 casos novos nas últimas 24 horas, elevando o total acumulado de infectados para 17.452.612. (La Jornada, México) | bit.ly/2TyXsyt

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

NICARÁGUA/ O golpe mais simbólico de Daniel Ortega na Nicarágua. O regime deteve três importantes figuras do sandinismo, camaradas do presidente nicaraguense na luta guerrilheira contra a ditadura de Somoza. Daniel Ortega desferiu um duro golpe contra o sandinismo. O presidente da Nicarágua, um ex-guerrilheiro que se tornou autocrata, ordenou no domingo a prisão de três destacadas figuras sandinistas e ex-companheiros de armas na luta contra a ditadura da dinastia Somoza (1937-1979): Dora María Téllez, Víctor Hugo Tinoco e Hugo Torres. (El País, Espanha) | bit.ly/3pS8WsU

NICARÁGUA/ Governo acusa oponentes presos de estarem a soldo dos Estados Unidos. O governo da Nicarágua acusou na segunda-feira os quatro oponentes e potenciais candidatos presidenciais presos pelas autoridades de serem "usurpadores" financiados pelos Estados Unidos para derrubar o presidente Daniel Ortega. Esses oponentes, presos cinco meses antes das eleições presidenciais, não "representam a verdadeira oposição na Nicarágua", disse o governo em um texto intitulado "Nicarágua: em defesa da soberania e do Estado de Direito". "A única coisa em comum que este grupo de usurpadores tem é sua lealdade ao governo dos Estados Unidos", acrescentou o governo, que estima que "por meio de suas respectivas ONGs receberam milhões de dólares" de Washington para "derrubar o governo eleito" do Presidente Ortega. (La Presse, Canadá) | bit.ly/3gxr8Ut

PERU/ Mario Vargas Llosa e seu esforço para demonizar Pedro Castillo. Levantou o espectro da fraude na derrota virtual de Keiko Fujimori. Em outra de suas tentativas de lançar dúvidas sobre a vontade popular ao dar as costas à direita conservadora, o escritor Mario Vargas Llosa saiu para levantar o espectro da "fraude". Ele deu sustentação às denúncias sobre supostas irregularidades levantadas por Keiko Fujimori e pediu para esperar que a mesa eleitoral as confirme ou não aceite a derrota. Em entrevista a uma mídia espanhola, Vargas Llosa reconheceu que "a palavra fraude é muito perigosa" e se recusou a admitir a vitória de Pedro Castillo por quase 50 mil votos de diferença. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3gqqLw7

EUA – EXTREMA DIREITA/ Autoridades eleitorais dos EUA ainda atormentadas por ameaças após certificar a derrota de Trump. Uma enxurrada de ameaças de morte contra funcionários e voluntários de partidários do ex-presidente pode dificultar o recrutamento de funcionários eleitorais. As implacáveis alegações falsas de Trump de que o voto foi "fraudado" contra ele desencadeou uma campanha para aterrorizar os funcionários eleitorais em todo o país, desde altos funcionários como Raffensperger até os trabalhadores eleitorais locais de nível mais baixo. Enquanto relatos de ameaças contra autoridades da Geórgia surgiram nas acaloradas semanas após a votação, entrevistas com mais de uma dúzia de trabalhadores eleitorais e altos funcionários - e uma revisão de textos perturbadores, mensagens de voz e e-mails que eles e suas famílias receberam - revelam a amplitude e a severidade das táticas ameaçadoras. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/35oOeYi

GUERRA FRIA: EUA-RÚSSIA/ GUERRA FRIA/ Nenhum sinal de degelo entre a Rússia e os EUA antes da cúpula de Genebra. Analistas dizem que o evento será "enfadonho", já que ambos os lados tentam reiniciar após o encontro catastrófico entre Trump e Putin em 2017. Os sinais de um degelo entre a Rússia e os EUA antes da cúpula de quarta-feira não são imediatamente evidentes na TV estatal, mas, novamente, esse é o último lugar onde eles estariam. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3pUYtNe

GUERRA FRIA: EUA-CHINA/ A OTAN amplia o foco para a China, uma vitória de Biden em sua primeira viagem à destruída aliança. Os líderes da Otan na segunda-feira concordaram em direcionar sua aliança para uma postura mais confrontadora em relação à China, uma mudança histórica enquanto o presidente Biden buscava impulsionar e reorientar a organização após as erupções e conflitos que marcaram a era Trump. (The Washington Post, EUA) | wapo.st/2TAUZDp

GUERRA FRIA: CHINA/ A China rebate as afirmações da Otan, diz que não vai recuar diante de desafios sistêmicos. A China respondeu na terça-feira sobre as acusações contra a China de um comunicado divulgado após a conclusão da cúpula da OTAN e advertiu que não se recuaria se quaisquer outros representassem desafios sistêmicos para ela, e que observará de perto os ajustes estratégicos da OTAN em relação à China. As afirmações da OTAN caluniaram o desenvolvimento pacífico da China, julgaram mal a situação internacional e seu próprio papel e continuaram a mentalidade da Guerra Fria misturada com política de grupo. (Global Times, China) | bit.ly/3iEFV2l

ISRAEL-EXTREMA DIREITA/ Israel-Palestina, conflito sem fim? Em Israel, uma marcha da extrema direita na terça-feira em Jerusalém Oriental, provoca temor de conflitos. Ativistas judeus nacionalistas e de extrema direita obtiveram permissão para se reunir na terça-feira na área ocupada palestina da Cidade Santa e novos conflitos podem ocorrer. O novo governo de Israel deu luz verde a uma polêmica marcha na terça-feira (15 de junho) de ativistas judeus nacionalistas e de extrema direita em Jerusalém Oriental, realizada na área ocupada palestina da Cidade Santa, aumentando o temor de mais violência. (Libération, França) | bit.ly/2TsVHTk

FILIPINAS/ Rumo a uma investigação sobre a guerra às drogas de Duterte. Acusações de crimes contra a humanidade. Dezenas de milhares de mortos. A promotora do Tribunal Criminal Internacional (TPI) disse na segunda-feira que pediu uma investigação sobre os assassinatos ordenados entre 2016 e 2019 pelo presidente filipino Rodrigo Duterte em sua guerra contra as drogas. O TPI lançou um exame preliminar sobre esses crimes em fevereiro de 2018. (Libération, França) | bit.ly/3vrVLjm

VACINA PFIZER/ Pfizer investiga vacinados que contraíram doença. “Dados imunológicos, clínicos do 'mundo real'” serão usados para determinar, “quando for necessário”, uma vacina de reforço, revelou um especialista em epidemiologia clínica da empresa. Em 30 de abril, foram detectados 10.200 casos de infecção em pessoas vacinadas nos Estados Unidos contra ou covid-19. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/3gqpODR

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Shi Zhengli, entrevista – China/coronavírus (The New York Times, EUA) | “As especulações sobre seu laboratório em Wuhan são infundadas. Mas o sigilo habitual da China torna suas afirmações difíceis de validar.” | nyti.ms/3vAsqUh

Daniel Ellsberg, entrevista – EUA/Guerra Fria (El Diário, Espanha; Democracy Now, EUA) | “Nunca me arrependi” | bit.ly/35kxrW6 | bit.ly/3wtrVML

L’Obs, reportagem - Europa/Brexit (Le Nouvel Observateur, França) | “O que é a 'guerra da salsicha' entre o Reino Unido e a União Europeia?” | bit.ly/3gytTVl

Michel Löwy – Che Guevara (Jacobinlat, América Latina) | “Nem plágio, nem cópia: Che Guevara em busca de um novo socialismo” | bit.ly/3zw0CDp

José Carlos LLerena Robles e Vijay Prashad – Peru (Counterpunch, EUA) | “O golpe que está ocorrendo no Peru” | bit.ly/3vm6fRj

Giacomo Gabellini – Capitalismo global/tributação (Sinistra in Rete, Itália | “A ilusão da globalização fiscal” | bit.ly/3wvoSne

Ariel Gold – Israel (Common Dreams, EUA) | “Novo governo israelense, mesmo apartheid israelense” | bit.ly/3vrVLzS






Conteúdo Relacionado