Clipping Internacional

Clipping Mundo - 15/07/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

15/07/2021 09:04

(Reprodução/Edilson Dantas/Extra)

Créditos da foto: (Reprodução/Edilson Dantas/Extra)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

BOLSONARO-INTERNAÇÃO/ Bolsonaro pode passar por uma cirurgia de emergência depois ter soluços por mais de 10 dias. O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, pode ser forçado a se submeter a uma cirurgia de emergência depois de ter sido levado às pressas para o hospital na madrugada desta quarta-feira com queixas de dores abdominais. O presidente do Brasil sofre de "obstrução intestinal" e pode se submeter a "cirurgias de emergência". Ele foi transferido para São Paulo depois que Antônio Luiz Macedo, o cirurgião que operou Bolsonaro após ser esfaqueado pouco antes de sua eleição de 2018, o diagnosticou com uma obstrução intestinal. Bolsonaro passou por uma série de procedimentos cirúrgicos após ser esfaqueado antes das eleições de 2018, evento que muitos acreditam ter ajudado a impulsioná-lo à presidência. Menos de dois meses depois, ele obteve uma vitória eleitoral esmagadora contra seu rival de esquerda, Fernando Haddad. (The Guardian, Inglaterra; El Diário, Espanha; El País, Espanha; La Diaria, Uruguai; Diário de Notícias, Portugal; The New York Times, EUA; El Periodico, Espanha; The Wall Street Journal, EUA; Le Monde, França; Tribune de Genève, Suíça; Libération, França; The Independent, Inglaterra, Los Angeles Times, EUA; The Sydney Morning Herald, Austrália; La Presse, Canadá; La Repubblica, Itália; Global Times, China; Deutsche Welle, Alemanha; El Mercurio, Chile; The Hindu, Índia; Al Jazeera, Catar; e dezenas de outros) | bit.ly/2VCkDbY | bit.ly/3xIhupn | bit.ly/3hEO4mk | bit.ly/3yYFzZc | bit.ly/3hGkTiV | nyti.ms/36Coicb | bit.ly/3rfrQL4 | on.wsj.com/3hI8QSk | bit.ly/3wFdMLW | bit.ly/2Ti6KiA | bit.ly/3xH6sR3 | bit.ly/36AmIHB | lat.ms/3yZb3yd | bit.ly/3icd1om | bit.ly/3rciboq | bit.ly/3klg7sJ | bit.ly/3rdSUKl | bit.ly/3klwDJt

AMAZÔNIA/ A floresta amazônica ‘entrará em colapso se Bolsonaro permanecer presidente’. Acadêmicos e ativistas brasileiros emitem alerta em meio a novos ataques às proteções ambientais. O colapso da floresta amazônica é inevitável se Jair Bolsonaro permanecer presidente do Brasil, alertaram acadêmicos e ativistas ambientais em meio a um novo ataque do governo às proteções para a floresta. Apesar das evidências de que o fogo, a seca e o desmatamento estão empurrando a Amazônia para um ponto sem volta, eles dizem que o líder de extrema direita está mais interessado em aplacar o poderoso lobby do agronegócio e explorar os mercados globais que recompensam o comportamento destrutivo. E a Amazônia está pela primeira vez emitindo mais CO² que absorve.(The Guardian, Inglaterra; Última Hora, Paraguai) | bit.ly/3r8DUh2 | bit.ly/3hMjdod | bit.ly/2ULrSOr

IMPEACHMENT/ O fantasma do 'impeachment' volta a assombrar Bolsonaro. Sondagem regista pela primeira vez a existência de uma maioria pela destituição do presidente. Revelações apontam para um esquema destinado a cobrar comissões e luvas na compra de vacinas. Bolsonaro volta a ameaçar dar um golpe de Estado. Bolsonaro está com soluços há pelo menos 12 dias. Ele próprio o admitiu quando os espasmos o surpreenderam numa das suas habituais transmissões em direto pela Internet. Aos soluços junta-se a insônia: assessores recebem sucessivas mensagens durante toda a madrugada, evidenciando que o capitão reformado atravessa uma fase de forte stress, o que, aliás, aparece estampado na sua expressão contraída. Não lhe faltam motivos de preocupação: uma sondagem do instituto Datafolha mostrou, pela primeira vez, que a maioria do país (54%) é a favor da abertura do processo de impeachment ao presidente. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/3xIH0e8

BOLSONARO-CRISE/ Em meio a crise política e denúncias de corrupção, Bolsonaro vai a hospital com obstrução intestinal. Enquanto o pai fazia exames no Hospital das Forças Armadas, o filho e senador Flávio Bolsonaro participava da sessão da CPI da Covid que ouvia Emanuela Medrades, diretora técnica da Precisa, empresa que está no centro de um suposto esquema de compra de vacina anticovid com desvio de recurso público. O arsenal disparado contra Luís Roberto Barroso, do STF, ministro que determinou a instalação da CPI no Senado, provocou uma crise institucional e demonstrou o desespero de Bolsonaro. (RFI, França) | bit.ly/2VL37T7

ELEIÇÕES 2022/ A queda do apoio ao presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, acirra a disputa com o PT por voto de fiéis. Bolsonaristas e petistas correm atrás de voto decisivo dos evangélicos em eleições de 2022. Analistas ressaltam que os grupos religiosos são diversificados, mas que pastores têm mais influência política que padres católicos. Ainda faltam 15 meses para as próximas eleições presidenciais no Brasil, com inúmeros desafios no caminho, da pandemia de Covid-19 à crise econômica, passando pela instabilidade política do atual governo e a própria saúde do presidente - hospitalizado na quarta-feira (14) devido a uma obstrução intestinal. Mas direita e esquerda já calibram desde já seus discursos, de olho num eleitorado que a cada quatro anos tem tido peso mais decisivo no pleito: os evangélicos. (RFI, França) | bit.ly/3B7nCJF

CPI DA COVID/ O Senado brasileiro prorroga a comissão de investigação da pandemia por 90 dias. O presidente do Senado brasileiro, Rodrigo Pacheco, autorizou nesta quarta-feira a prorrogação por 90 dias da comissão que investiga possíveis falhas, omissões e suspeitas de corrupção na gestão da pandemia do coronavírus que afetou o próprio presidente Jair Bolsonaro. Desde o início, o grupo parlamentar tem procurado apontar os possíveis responsáveis pelo agravamento de uma pandemia que já custou a vida a mais de 537 mil brasileiros entre os mais de 19,2 milhões de casos da doença registrados até agora. Composta por onze senadores, sete críticos de Bolsonaro e quatro outros que o apóiam abertamente, a comissão tem acelerado o desgaste que o governo vem sofrendo, que vive seu pior momento de popularidade, faltando um ano e meio antes das eleições de 2022, às quais o presidente brasileiro pretende se apresentar. (El Diário, Espanha; Telesur, Venezuela) | bit.ly/3hGe9Bo | bit.ly/3wIe9Fw

GOVERNO BOLSONARO-CENSURA/ Paulo Coelho apoia festival cultural vetado pelo Governo Bolsonaro. O escritor brasileiro Paulo Coelho se ofereceu para financiar um festival de música na Bahia, depois que um órgão de promoção da cultura do Governo de Jair Bolsonaro negou apoio para se declarar antifascista. Os organizadores do evento haviam solicitado à Funarte a autorização necessária para arrecadar esse dinheiro por meio de mecanismos de financiamento previstos em lei de incentivo à cultura. “A única condição é que seja antifascista e pela democracia”, escreveu o renomado autor em suas redes sociais nesta quarta-feira, em mensagem na qual se ofereceu para doar os 145 mil reais que o Festival de Jazz de Capão vai custar, o que vem sendo feito desde 2010. (El Diário, Espanha; Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/36D2EEG | bit.ly/3yXm7vZ

ECONOMIA/ A atividade econômica do Brasil caiu 0,43% em maio. A atividade econômica do Brasil caiu 0,43% em maio ante a aceleração de 0,44% registrada em abril, resultado contrário ao crescimento de 1% esperado pelo mercado, informou o Banco Central na quarta-feira. O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), que a autoridade monetária mede mensalmente na tentativa de antecipar a trajetória do Produto Interno Bruto (PIB) do país, avançou 14,21% em maio com relação ao mesmo mês do ano anterior. (El Diário, Espanha) | bit.ly/36BRLD1

COVID-19/ Brasil completa três semanas com casos e mortes em queda. O número de casos e mortes por covid-19 está em queda há três semanas no Brasil, embora ainda permaneça em níveis elevados, informou a Fiocruz. Os dados do relatório da Fiocruz mostram ainda que, pela primeira vez desde dezembro de 2020 quando começou a formar-se a segunda onda da pandemia, nenhum dos 27 estados brasileiros apresenta uma taxa de ocupação de camas de UTI superior a 90% no sistema público de saúde. Com uma população de 212 milhões de habitantes, o Brasil é o país da América Latina com os piores números de covid-19, o segundo do mundo com mais mortes (535 mil), depois dos Estados Unidos, e o terceiro com o maior número de mortes (19,1 milhões), antecedido apenas pelos norte-americanos e pela Índia, em números absolutos. (Jornal de Notícias, Portugal; Sihuanet, China. El País, Uruguai) | bit.ly/3elNKGW | bit.ly/3z2hgtu | bit.ly/36GFU6N

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

BOLÍVIA-ARGENTINA/ Na Bolívia encontraram armas que Mauricio Macri enviou em apoio ao golpe contra Evo Morales. Parte do material de guerra (balas antimotins 12/70, granadas e spray de pimenta) que o governo de Mauricio Macri enviou à Bolívia para colaborar com o golpe contra Evo Morales foi encontrado nos depósitos da Polícia Estadual Plurinacional. A descoberta destroi as desculpas dos funcionários do governo do ‘Juntos por el Cambio’. Para a ministra Soria, "o contrabando agravado estaria confirmado". (Página 12, Argentina) | bit.ly/3wHKuvZ

CUBA/ Em Cuba, o governo dá o primeiro passo diante da escassez. O governo permitirá temporariamente que os moradores tragam alimentos, remédios e produtos de higiene sem pagar impostos. (Le Monde, França) | bit.ly/3rdq7Wv

EUA/“Uma mensagem implacável de "taxar os ricos" é a chave para a aprovação do plano orçamento democrático. “As empresas ricas e grandes [devem pagar] sua parte justa dos impostos, para que possamos proteger as famílias trabalhadoras deste país”, diz Bernie Sanders.” (The Nation, EUA) | bit.ly/3elNKXs

GUERRA FRIA-EUA/ O presidente dos Estados Unidos estuda a criação de um "telefone vermelho" com a China. Joe Biden quer desenvolver uma ferramenta de comunicação rápida para reduzir o risco de conflito entre as duas nações. (El Mercúrio, Chile) | bit.ly/36AxoGi

CHILE-COLÔMBIA/ Observadores de Direitos Humanos do Chile após missão na Colômbia: «Existem padrões comuns de atuação da polícia chilena e colombiana». “Não podíamos deixar de comparar a situação chilena com a da Colômbia”, afirma a advogada de Codepu, Mariela Santana, ao chegar recentemente ao Chile após participar da “Missão S.O.S Colômbia”. Ele fez parte dos mais de 40 observadores de 13 países diferentes, que puderam verificar casos de violações de direitos humanos em manifestações sociais, que incluem assassinatos, torturas e uso de munição letal contra cidadãos. As reclamações tornam-se mais importantes uma vez que uma grande manifestação é convocada para a próxima terça-feira, 20 de julho, durante o desfile militar. (El Desconcierto, Chile) | bit.ly/3rauEsJ

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Lula, entrevista – Brasil (Sputnik News, Rússia) | “'A gente vai fazer aliança política sim'” | bit.ly/3r8DN56

Financial Times, editorial – Brasil (Financial Times, Inglaterra) | “Brasil deve pagar para não deter o desmatamento. O governo de Bolsonaro ignorou a pressão de investidores ESG (Environmental, Social and corporate Governance)” | on.ft.com/3kzwbYf

Hussein Kalout – Brasil/Guerra Fria (Americas Quaterly, EUA) | “Como o Brasil vai enfrentar a rivalidade EUA-China? Ambas as superpotências são essenciais para o país. Escolher não é uma opção” | bit.ly/3rjwZBO

Thomas Piketty – China (Le Monde, França) | “Diante do regime chinês, a resposta certa é por meio de uma nova forma de socialismo democrático e participativo ” | bit.ly/3hIwlL0

Gustavo Veiga – Cuba (Página 12, Argentina) | “Cuba: novamente no olho do furacão. ” | bit.ly/3B6fMjH

Jackson Palmer, entrevista – Financeirização/criptomoedas (El Diário, Espanha) | “Criptomoeda: é uma tecnologia hipercapitalista feita para ampliar a riqueza de seus defensores.” | bit.ly/2Td5nBH

Thomas Lemahieu, reportagem – Pandemia (L’Humanité, França) | “Revelações da Covid-19. Como a União Europeia escolheu a impotência diante dos laboratórios” | bit.ly/2TffRAw

Edwidge Danticat – Haiti (The New Yorker, EUA) | “A família de Jovenel Moïse merece justiça por sua morte horrível. O mesmo acontece com todas as famílias haitianas que sofreram durante seu governo.” | bit.ly/3romxsR



Conteúdo Relacionado