Clipping Internacional

Clipping Mundo - 20/07/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

20/07/2021 10:11

(EPA/Antonio Dasiparu)

Créditos da foto: (EPA/Antonio Dasiparu)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

MERCOSUL/ O chanceler argentino afirma que a "atitude hostil" do Brasil "matou" o debate. “Com o Brasil não há debate, conversas entre ministros, debates acadêmicos, entre empresários, sindicatos, novos debates, tudo isso é impensável. É como se a sociedade não existisse”, declarou. O chanceler argentino Felipe Solá garantiu que as "atitudes hostis" do Brasil "mataram" o debate entre os dois países e destacou que a Argentina está trabalhando para preservar o Mercosul apesar da rigidez demonstrada nas negociações do governo do presidente Jair Bolsonaro. A principal divergência atualmente entre os dois países no que diz respeito ao Mercosul é a redução da tarifa de importação, que hoje é de no máximo 35%, embora a média aplicada seja de 12%, ante uma média global de 5,5%. A intenção do Brasil e do Uruguai é que o teto dessa alíquota seja reduzido para 10%, contra o que a Argentina continua relutante e defende cortes mais moderados e seletivos. (El Diário, Espanha; Global Times, China) | bit.ly/3xTO73u | bit.ly/3eFnjfA

GOLPE NA BOLÍVIA/ Na Bolívia vão investigar o papel do Brasil na trama internacional que envolve a Argentina. Crescem as suspeitas sobre a ajuda de Bolsonaro aos conspiradores golpistas da Bolívia. “Se você trabalhar seriamente nas investigações de Luis Fernando Camacho, é possível que venha à tona o suposto apoio dado pelo Brasil ao golpe contra Evo Morales”, diz Lidia Patty, do MAS. “Aquele Sr. Bolsonaro" apoiou o golpe, disse Lidia Patty Mullisaca é a líder indígena boliviana, integrante do Movimento pelo Socialismo (MAS) do qual foi deputada, que denunciou Jeanine Añez, a ex-presidente que emergiu após o golpe que derrubou o presidente Evo Morales em novembro de 2019, por terrorismo e conspiração. No momento, não há documentos sobre a possível cumplicidade brasileira por meio de apoio financeiro ou armamentista. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3kQ9nUf

AMAZÔNIA/ A seca coloca a Amazônia em risco de "morte em grande escala", alertam pesquisadores. Estudo no Reino Unido e no Brasil revela que 2,5 bilhões de árvores no bioma morreram durante outro período recente de seca extrema. (Financial Times, Inglaterra) | on.ft.com/2W2GABp

VACINA/ Brasil aprova estudo para terceira dose de vacina da AstraZeneca. A Anvisa aprovou esta segunda-feira um estudo clínico para avaliação de segurança, eficácia e imunogenicidade de uma terceira dose da vacina contra Covid-19 da AstraZeneca. Em comunicado, a Anvisa frisou que o medicamento de reforço será aplicado em voluntários que já recebeu a segunda dose da vacina há 11 meses até 13 meses. Serão incluídos aqueles com idade entre 18 e 55 anos e altamente expostos à infecção com o novo coronavírus, como profissionais de saúde. Não serão incluídas grávidas ou pessoas com comorbidades. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/3it6Nk1

BOLSONARO/ Bolsonaro teve alta do hospital e reiterou que só "Deus" poderá retirá-lo do governo. Ao sair do hospital e, como é seu hábito, sem máscara, Bolsonaro conversou com jornalistas, ocasião em que repetiu mais uma vez que só "Deus" poderá destituí-lo da presidência. Ele também criticou a CPI do Senado, que está examinando com lupa a sua gestão da pandemia e voltou a defender tratamentos alternativos para Covid-19. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/3xWMXnY

VACINAÇÃO/Á medida em que a vacinação encolhe a expansão do coronavírus, o Brasil renova suas esperanças. Uma vez que uma das cidades mais afetadas do Brasil, Manaus está finalmente emergindo da crise do coronavírus. No entanto, sob o otimismo recém-descoberto, o trauma permanece. (The Independent, Inglaterra) | bit.ly/2ToTQzl

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

O CASO PEGASUS/As revelações de espionagem por clientes da NOS (‘Projeto Pegasus’) geram questões políticas em todo mundo. A preocupação de que um software de hacking de telefone possa ter sido usado para espionar oponentes políticos desperta fúria. Em meio à crescente preocupação com o aparente abuso do poderoso spyware de hacker de telefone da NSO, Pegasus, a Amazon confirmou que já havia cortado alguns de seus laços com a empresa de vigilância israelense. O preço das ações da Apple caiu em meio a preocupações com a privacidade e a segurança de seus aparelhos. A NSO afirma que suas ferramentas de vigilância são vendidas a clientes governamentais cuidadosamente avaliados, que só têm permissão para usá-las para investigações legítimas de crime e terrorismo. No entanto, um consórcio de meios de comunicação revelou que nada disso foi seguido. | bit.ly/2V10UTe

MÉXICO/ Cinquenta pessoas ligadas ao presidente do México entre os alvos potenciais de clientes da NOS. Pelo menos 50 pessoas ligadas ao presidente do México, Andrés Manuel López Obrador - incluindo sua esposa, filhos, assessores e médico - foram incluídas em uma lista vazada de números selecionados por clientes do governo da empresa israelense de spyware NSO Group antes de sua eleição. Cerca de 15.000 mexicanos, incluindo políticos, jornalistas, juízes, ativistas e professores aparecem no vazamento. Políticos de todos os partidos, bem como jornalistas, advogados, ativistas, promotores, diplomatas, professores, juízes, médicos e acadêmicos, também estavam entre os mais de 15.000 indivíduos selecionados como possíveis alvos de vigilância entre 2016 e 2017. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3ioyo5U

BOLÍVIA/ A Bolívia acusou o governo de Donald Trump de definir um "roteiro" para o golpe. Segundo o governo boliviano, a administração Donald Trump traçou um "roteiro" para a realização do golpe de 2019. Em entrevista coletiva, Del Castillo explicou que no dia 24 de julho de 2019, Kevin O'Reilly, O subsecretário adjunto do Departamento de Estado dos Estados Unidos para Assuntos do Hemisfério Ocidental, chegou à Bolívia para se reunir com representantes das embaixadas do Peru, Argentina, Brasil, Organização dos Estados Americanos (OEA) e União Europeia (UE). Nessas reuniões, e quando faltavam meses para as eleições, ele já antecipava a fraude eleitoral sem apresentar uma única prova. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3wS9Ebs

PERU/ Pedro Castillo, político de esquerda novato vence a presidência do Peru. Castillo, que prometeu reformar o sistema político e econômico para lidar com a pobreza e a desigualdade, derrotou por pouco a filha de um ex-presidente hoje preso. Seus pais eram camponeses que nunca aprenderam a ler. Quando criança, ele caminhou por horas até a escola, antes de se tornar professor. Então, dois meses atrás, ele irrompeu no cenário político nacional do Peru como um candidato anti-establishment com um apelo cativante às urnas: “Chega de pobres em um país rico”. Castillo, um socialista, se tornará o primeiro presidente de esquerda do Peru em mais de uma geração, e o primeiro a ter vivido a maior parte de sua vida como um "camponês" - ou camponês - em uma região andina pobre. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/2VSydbm

NICARÁGUA/ Daniel Ortega será candidato a um quarto mandato. Daniel Ortega, o presidente da Nicarágua, onde as prisões de oponentes se multiplicaram na corrida para as eleições presidenciais de 7 de novembro, disputará o quarto mandato consecutivo, disse um alto funcionário do partido na segunda-feira. Em 19 de julho de 1979, a vitória da guerrilha de esquerda do FSLN levou à saída do ditador Anastasio Somoza. O anúncio de Gustavo Porras ocorre no momento em que 26 oponentes são detidos ou colocados em prisão domiciliar, incluindo seis potenciais candidatos à presidência. Entre eles está a adversária mais séria do chefe de Estado, Cristiana Chamorro, 67, filha da ex-presidente Violeta Chamorro (1990-1996), que derrotou Daniel Ortega nas urnas. (La Presse, Canadá) | bit.ly/3wWSysN

VARIANTE DELTA/Preço das ações caem no mundo por medo do ressurgimento da Covid. A economia globalizada reagiu aos temores de casos crescentes de Covid-19 em todo o mundo, alimentados pela variante Delta, altamente contagiosa. As ações despencaram na segunda-feira, com os mercados respondendo aos temores de aumento de casos de Covid-19 em todo o mundo, o que poderia prejudicar a recuperação econômica global. Na Ásia e na Europa, a variante Delta altamente contagiosa levou a um aumento nas taxas de infecção, levando as autoridades a impor novamente as restrições. (Deutsche Welle, Alemanha) | bit.ly/3xNPTDb

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Ane Alencar e Adriane Esquivel Muelbert – Meio Ambiente/Amazônia (The Guardian, Inglaterra) | “A Amazônia agora é um produtor líquido de carbono, mas ainda há tempo para reverter os danos” | bit.ly/3ioyr1A

Mônica Valente, entrevista – Brasil/Bolívia (Página 12, Argentina) | “É preciso suspeitar de Bolsonaro” | bit.ly/3xWPUET

Dov Alfon – Israel/Pegasus (Libération, França) | “Pegasus. NSO e Unidade 8200, hackers do escândalo. Desfocando a linha entre inteligência militar e privada, Benjamin Netanyahu transformou a espionagem israelense em uma arma política.” | bit.ly/3zfIIUt

Damien Leloup e Martin Untersinger - Vigilância informática/Pegasus (Le Monde, França) | "’Projeto Pegasus’: Revelado o sistema global de espionagem telefônica” | bit.ly/3zgVamZ

Pierre Barbancey e Pierric Marissal, reportagem - Vigilância informática/Pegasus (L’Humanité, França) | “Monitoramento. Pegasus, spyware vendido para 60 países, de Marrocos ao México” | bit.ly/3x2yF3X

Pierre Alonso - Vigilância informática/Pegasus (Libération, França) | “Vigilância: Pegasus deve ser banido” | bit.ly/3hRjLsX

Manolo dos Santos e Vijay Prashad – Cuba (Counterpunch, EUA) | “Se você cresceu com o bloqueio dos EUA como cubano, pode entender os protestos recentes de forma diferente” | bit.ly/3isteWw

Carlos Noriega – Peru (Página 12, Argentina) | “Mudança histórica no Peru: Pedro Castillo foi proclamado presidente eleito” | bit.ly/3eyT4XB

Francisco Durand, entrevista – Peru (Jacobinlat, América Latina) | “O empresariado peruano antes do triunfo de Pedro Castillo” | bit.ly/3eBxou9

Emir Sader – Chile (Página 12, Argentina) | “O Chile renova sua liderança” | bit.ly/3wSSCd9

Natali Risso- Desigualdade (Página 12, Argentina) | “Os multimilionários ganharam com a pandemia. Os mega ricos da América Latina aumentaram seu patrimônio em 200 bilhões de dólares.” | bit.ly/2Tmh3C3

 Paul Krugman – EUA (The New York Times, EUA) | “Os republicanos têm sua própria autocracia particular” | nyti.ms/3kDOLhx

John Nichols – EUA/milionários (The Nation, EUA) | “Não há problema em enviar Jeff Bezos para o espaço, desde que ele pague seus impostos aqui na Terra. Tributar os ricos pode restringir as atividades extraterrestres de Bezos. Mas tornaria este canto do planeta Terra mais habitável.” | bit.ly/36SMiaU






Conteúdo Relacionado