Clipping Internacional

Clipping Mundo - 26/05/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

26/05/2021 08:50

A cabeleireira Jaqueline Silva Viana, 40, com os filhos Ítalo, 21, e Tamires, 11, e o neto Davi, 3 (Cadu Gomes/Reprodução/El País)

Créditos da foto: A cabeleireira Jaqueline Silva Viana, 40, com os filhos Ítalo, 21, e Tamires, 11, e o neto Davi, 3 (Cadu Gomes/Reprodução/El País)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

LULA/ Lula da Silva: “O Brasil se tornou um estado pária e o Bolsonaro é um psicopata”. O ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, é o favorito para as eleições presidenciais do próximo ano. Aos 77, ele diz que a vitória de Biden o encorajou a tentar uma nova carreira. Se for presidente novamente, promete restabelecer as tradicionais alianças brasileiras na América e na Europa. O Brasil pode ser resgatado depois que seu presidente "psicopata", Jair Bolsonaro, o transformou em um estado pária atingido pela Covid-19. A afirmação é do candidato mais bem posicionado para derrotar o atual presidente do Brasil nas eleições presidenciais do próximo ano. As pesquisas sugerem que o candidato de esquerda está bem posicionado para vencer Bolsonaro, acusado de destruir tanto o meio ambiente quanto a economia do Brasil e de lidar catastroficamente com o Covid-19, que ele chamou de "gripezinha". O maior pesquisador do Brasil, Datafolha, previu que Lula venceria o Bolsonaro em um segundo turno por uma diferença de mais de 20 pontos. (El Diário, Espanha) | bit.ly/2Svk1na

BOLSONARO/A responsabilidade confirmada de Bolsonaro nos fracassos da crise sanitária. Omissões sobre vacinas, pouca avaliação da situação em Manaus, responsabilidade do presidente brasileiro é questionada por uma comissão de inquérito que analisa sua política de saúde no Senado. Ele agora é deixado para trás por Lula nas pesquisas. Crise? Que crise? Jair Bolsonaro acabou de treinar centenas de motociclistas para uma viagem de domingo ao Rio. De uma plataforma improvisada, ele arengou para seus militantes reunidos no gramado. Ao seu lado, no Rio, o ex-ministro da Saúde, General Pazuello. Ninguém usa máscara. Como se nada tivesse acontecido. “Uma verdadeira afronta à sociedade”, disse o senador Omar Aziz, que preside a comissão parlamentar responsável por investigar a gestão. (Les Echos, França) | bit.ly/3yCL1S9

FOME/ Pobreza no Brasil: “Isso não é doença, é fome”. Os postos de saúde de Brasília identificaram pessoas que procuram atendimento com sintomas que atribuem a doenças, mas que, na verdade, são por falta de alimentos. A pandemia que deixa 58 milhões de brasileiros sem comer. Médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde afirmam que, nos últimos meses, notaram um aumento no número de pessoas que entram em centros de saúde públicos com sintomas que acreditam ser de alguma doença, mas, na realidade, o que têm é que têm estão morrendo de fome. A situação é consequência do empobrecimento da população brasileira. No ano passado, o Brasil viu disparar o número de pessoas com insegurança alimentar grave ou moderada: 27,7% da população. Isso significa que cerca de 58 milhões de brasileiros correm o risco de não comer por falta de dinheiro (El País, Espanha) | bit.ly/2SuvOlo

AUXÍLIO EMERGENCIAL/ Redução do auxílio emergencial por Bolsonaro alimenta a pobreza no Brasil. A retirada de pagamentos de previdência pandêmica está alimentando um rápido aumento da pobreza no Brasil. As ‘favelas da pandemia’ surgiram praticamente da noite para o dia, quando as pessoas começaram a usar tábuas de madeira descartadas para construir barracos em um terreno vazio em São Paulo, a maior cidade do Brasil. A rápida criação da favela Penha Brasil reflete um ressurgimento da pobreza depois que o governo limitou a turbulência socioeconômica em 2020 com um dos programas de bem-estar mais generosos. Agora esse fluxo de dinheiro foi restringido, deixando os brasileiros vulneráveis expostos ao aumento dos preços dos alimentos e a um mercado de trabalho ainda pior. E a tensão surge em um momento em que não há esperança de vacinação em massa a curto prazo para proteger a força de trabalho. (The Independent, Inglaterra) | bit.ly/3fkJLve

CPI DA COVID/ Investigação da pandemia no Brasil mergulha no debate sobre cloroquina. A comissão do Senado que investiga a gestão da pandemia no Brasil esteve imersa nesta terça-feira nos debates sobre a cloroquina, promovidos pelo governo de Jair Bolsonaro e defendidos com ênfase por uma funcionária do Ministério da Saúde. Foi ouvida a secretária Mayra Pinheiro, uma dos promotores da duvidosa droga naquele escritório. A governante, conhecida como "capitã da cloroquina" pela firme defesa deste produto, insistiu nos seus argumentos apesar de a comunidade científica não certificar a sua eficácia contra o covid-19, o que gerou um denso debate político na comissão. A oposição, que tem sete dos onze membros da comissão, insistiu em responsabilizar Bolsonaro pela inclusão deste e de outros remédios de efeito duvidoso em um chamado "tratamento precoce" contra a Covid-19, o que não impediu a falta de controle de uma pandemia que agora ameaça uma terceira onda no país. (El Diário, Espanha; Expresso, Portugal) | bit.ly/3vpMSaT | bit.ly/3vpMuJF

PANDEMIA/ O Brasil ultrapassou 450 mil mortes e especialistas alertam para uma terceira onda. Mas Bolsonaro garante que pandemia chegou ao fim. O Brasil ultrapassou 450 mil mortes por Covid-19, segundo balanço oficial publicado nesta terça-feira. Porém, nesse contexto, os epidemiologistas alertam para a possibilidade de uma terceira onda da pandemia. Um total de 452.031 pessoas morreram com o vírus no Brasil desde março de 2020, 2.173 delas nas últimas 24 horas, quando também foram registradas 73.453 novas infecções. Enquanto isso, a taxa de vacinação continua lenta. Até agora, 42,7 milhões de pessoas receberam uma dose (20,14% da população) e 21 milhões (9,9%), a segunda. (Página 12, Argentina; Jornal de Notícias, Portugal; Sihuanet, China; Telesur, Venezuela; Diario Correo, Peru; Última Hora, Paraguai; El Universal, México) | bit.ly/34hUBvE | bit.ly/3hYVYHN | bit.ly/2QU3HMj | bit.ly/3bS0u7i | bit.ly/34hUCjc | bit.ly/34knHus | bit.ly/3fn8saE

NOVA VARIANTE/ Cientista brasileiro identifica nova variante do SARS CoV-2. Segundo o especialista, citado pelo portal de notícias G1, a P.4 tem ainda a sua origem desconhecida e foi identificada em cidades do interior de São Paulo, não sendo possível saber se é mais contagiosa do que o vírus original. O investigador disse à imprensa local que a P.4 é "parente" de variantes como a P.1, originária de Manaus, da P.2, que surgiu no Rio de Janeiro, e da P.3, detectada nas Filipinas, na Ásia. (Diário de Notícias, Portugal; Diario Correo, Peru) | bit.ly/3unLB31 | bit.ly/3foJx6B

RICARDO SALLES/ A polícia vê "fortes indícios" contra o ministro brasileiro por tráfico de madeira. A Polícia Federal brasileira afirmou que há "fortes indícios" da participação do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em uma suposta rede corrupta dedicada à exportação ilegal de madeira, informou a mídia local nesta terça-feira. O caso se refere a uma investigação supervisionada pelo Supremo Tribunal Federal e que atinge diretamente Salles, acusado por ONGs de desmantelar os órgãos públicos de combate aos crimes ambientais no país. O tribunal decidiu na semana passada a quebra do sigilo bancário e fiscal do ministro para apurar seu grau de envolvimento em uma rede dedicada à exportação irregular de madeira para os Estados Unidos e Europa. Entre as evidências encontradas estão relatos de reuniões com madeireiros, mudanças nas regras de fiscalização, troca de mensagens, depoimentos de testemunhas e movimentações financeiras atípicas que chegam ao próprio Salles. (El Diário, Espanha) | bit.ly/3hTJBwB

REFORMA TRIBUTÁRIA/ Líderes brasileiros frustram esperanças de ampla reforma tributária. Acordo para remodelar o sistema bizantino do país por meio de mudanças menores provavelmente desapontará os investidores. (Financial Times, Inglaterra) | on.ft.com/3unLFQj

PANTANAL/ Rodovia da morte’: os animais pagam o preço final na estrada mais perigosa do Brasil para a vida selvagem. Mais de 3.000 animais morrem na rodovia BR-262 do país a cada ano, mas ações legais por ativistas estão forçando as autoridades a tomar conhecimento. A BR-262 foi construída na década de 1960, muito antes de as regulamentações de impacto ambiental entrarem em vigor em 1986 - e medidas eficazes para prevenir acidentes nas estradas ainda não tinham sido implementadas. Agora, décadas após sua construção, uma ação coletiva forçou as autoridades a abrir os olhos para os perigos da estrada para a vida selvagem e para os humanos. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3hY1bj4

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

CUBA/ O governo cubano ficou "surpreso e irritado" por continuar na lista negra dos Estados Unidos. A administração Biden não mostra sinais de mudança em relação a Trump. Entrar em um país na lista de “países patrocinadores do terrorismo” implica obstáculos ao comércio e sanções, embora essas restrições já pesem na ilha devido ao forte bloqueio dos Estados Unidos. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3urYfO9

BELARUS/ Lukashenko cruzou uma certa linha após o sequestro de voo pela Bielorrússia. Opositores no exílio em estado de choque. Quarenta e oito horas após a dramática prisão de um jornalista bielorrusso de 26 anos, Roman Protassevich, o espanto e o medo tomaram conta dos ativistas refugiados em Vilnius, Varsóvia, Kiev ou Paris. (Le Monde, França) | bit.ly/2QYmNRu

EUA/Trump será levado para um ‘Grande Júri’ para decidir se será acusado. Um grande júri foi montado para determinar se o processo do promotor distrital de Manhattan sobre Donald Trump e seu grupo pode justificar um julgamento. De acordo com o Washington Post, os jurados foram selecionados recentemente e se reunirão três dias por semana durante seis meses para revisar os arquivos do caso. No direito penal americano, questões importantes são frequentemente encaminhadas pela promotoria a um grande júri, composto por pessoas da sociedade civil, como jurados em um julgamento regular. O grande júri examina o processo em segredo e também pode solicitar documentos adicionais ou ouvir uma ou mais testemunhas. (La Presse, Canadá) | bit.ly/34jRmnO

MÉXICO/Assassinada uma candidata a prefeita quando estava em ato de campanha. A candidata a prefeito do município mexicano de Moroleón pelo partido Movimento Cidadão, Alma Rosa Barragán Santiago, foi assassinada na tarde de terça-feira enquanto liderava um ato político no violento estado de Guanajuato. Barragán é a terceira vítima assassinada neste processo eleitoral em Guanajuato, estado que desde 2018 concentra o maior número de homicídios dolosos cometidos no México. (El Clarín, Argentina) | bit.ly/34hUG2q

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Eduardo Heleno, entrevista – Brasil (Sputnik News, Rússia) | “Com a pandemia, Bolsonaro levou Brasil à 'renúncia da liderança regional'” | bit.ly/3oR06Lm

Martin Wolf – Pandemia (Financial Times, Inglaterra) | “Pode-se acabar com a pandemia de Covid no próximo ano. Esta é uma guerra global, mas uma ação ousada em relação às vacinas dá aos nossos governos a oportunidade de vencê-la.” | on.ft.com/2QVatRW

Abir Kopty – Israel/palestinos (The Nation, EUA) | “A guerra contra os palestinos continua - agora na forma de prisões em massa” | bit.ly/2TizveC

Anna Dalcortivo e Alyssa Oursler – EUA/racismo (The Nation, EUA) | “Na esteira de George Floyd” | bit.ly/2SuPl5e

Jeremy Corbin, entrevista – Israel/Palestina (Jacobin, EUA) | “Israel deve acabar com o cerco a Gaza” | bit.ly/3hQvhFf

Salvatore Bianco – Neoliberalismo (Sinistra in Rete, Itália) | “Algumas notas laterais sobre o neoliberalismo.” | bit.ly/3vs4m6K

Giuseppe Gagliano – Imperialismo (Sinistra in Rete, Itália) | “A geopolítica do petróleo” | bit.ly/34hUIr4

Brett Wilkins – Capitalismo/monopólios (Common Dreams, EUA) | “Procurador-geral da capital dos EUA processa Amazon por alegada fixação de preços monopolistas” | bit.ly/3vrH8NO





Conteúdo Relacionado