Clipping Internacional

Clipping Mundo - 29/04/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

29/04/2021 09:21

O governador de São Paulo anunciou o início da fabricação da primeira vacina brasileira contra o coronavírus (AFP)

Créditos da foto: O governador de São Paulo anunciou o início da fabricação da primeira vacina brasileira contra o coronavírus (AFP)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

ESCONDIDO/ Chefe da Casa Civil, general Ramos, confessou que foi vacinado escondido de Bolsonaro. “Eu me dei a vacina escondida, tive outra orientação. Como todo ser humano, eu quero viver”, disse o general em vídeo. O chefe da Casa Civil do Brasil, general aposentado Luiz Eduardo Ramos, confessou ter recebido a vacina contra o coronavírus secretamente de Jair Bolsonaro, que apesar de ter mais de 65 anos se recusa a ser vacinado. No áudio que vazou de uma reunião do Conselho de Saúde, Ramos disse que está tentando convencer o presidente de extrema direita a se vacinar porque "sua vida está em risco". No mesmo encontro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, chamou o coronavírus de "vírus chinês" e criticou a vacina CoronaVac, a que mais está sendo aplicada no Brasil. Com o impacto das novas cepas como pano de fundo, o aumento acentuado nas mortes de mulheres grávidas de covid-19 preocupa as autoridades. (Página 12, Argentina; Tiempo Argentino, Argentina) | bit.ly/3aJRnVB | bit.ly/3xAXTHS

BASE DE ALCÂNTARA/ Quatro empresas dos Estados Unidos e Canadá vão atuar na base espacial do Brasil. O governo brasileiro anunciou nesta quarta-feira que três empresas dos Estados Unidos e uma do Canadá vão operar na base espacial de Alcântara. Estas empresas, todas especializadas em procedimentos de colocação em órbita de satélites, vão operar com o Governo, através do modelo de parceria público-privada, as operações da base de Alcântara, considerada um ponto ideal para lançamentos. O uso do banco de dados por empresas estrangeiras foi permitido pelo Parlamento em 2018 e em março de 2019 o governo brasileiro assinou um acordo de salvaguardas de tecnologia com os Estados Unidos, que acabou abrindo as portas para empresas transnacionais. (El Diário, Espanha) | bit.ly/3vyF7zf

CPI DA COVID/ Uma investigação sobre a gestão da Covid coloca Bolsonaro em perigo. Em seu discurso após assumir a função de relator da CPI que analisará a gestão do governo Jair Bolsonaro no quadro da pandemia do coronavírus, o senador Renan Calheiros disse que atualmente "está sendo vivido o momento mais trágico da história do Brasil". O parlamentar alagoano de 65 anos, declarado inimigo político do Bolsonaro, expressou nesta terça-feira em Brasília que o trabalho do TPI "será contra a agenda de morte e negação" e que os "inimigos dessa investigação”. O presidente disse que "não cometeu nenhum erro" na luta contra o coronavírus e criticou aqueles que fazem "política com cadáveres". (La Diária, Uruguai; La Vanguardia, Espanha) | bit.ly/2Sc01Ws | bit.ly/3gOGjdG

VACINA/ O Brasil começou a produzir nesta quarta-feira a primeira vacina nacional contra o coronavírus, conhecida como ButanVac. O anúncio foi feito por João Doria, governador de São Paulo, estado em que a variante originária da cidade amazônica de Manaus já representa 90% dos casos. O Brasil começou a produzir nesta quarta-feira a primeira vacina nacional contra o coronavírus, conhecida como ButanVac. O anúncio foi feito por João Doria, governador de São Paulo, estado em que a variante originária da cidade amazônica de Manaus já representa 90% dos casos. (El Clarín, Argentina) | bit.ly/3aP5Xeq

COVID-19/ Número de mortos Covid-19 do Brasil perto de 400 mil. O Brasil registrou na quarta-feira mais 3.163 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando a contagem nacional para 398.185, o segundo maior número de mortes depois dos Estados Unidos. Abril foi o mês com o maior número de mortes desde o início da pandemia no país latino-americano, com cerca de 70.000 mortes. Enquanto isso, as variantes locais do vírus agora estão predominando, disse o Instituto Adolfo Lutz, acrescentando que 90 por cento das infecções no estado de São Paulo em março foram atribuídas à variante P1 ou Amazonas, em comparação com 20 por cento em janeiro. “O aumento de casos, internações e óbitos no primeiro trimestre pode estar ligado à circulação dessa variante”, disse a coordenadora Regiane de Paula. (Xihuanet, China; Diário Correo, Peru) | bit.ly/3xwXG8L | bit.ly/3vtYVUl

COVID/ Preocupação no Brasil pelo aumento de mortes por Covid-19 em gestantes. Até o momento, neste ano, pelo menos 433 gestantes ou puérperas perderam a vida em decorrência do coronavírus, fenômeno que especialistas atribuem ao disseminação de novas variantes já as frágeis políticas de saúde. (El Mercúrio, Chile) | bit.ly/3vyg3sb

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

EUA/ O presidente Biden traçou uma agenda ambiciosa para reescrever o pacto social americano. O presidente Biden apresentou uma agenda ambiciosa na noite de quarta-feira para reescrever o pacto social americano. As propostas do presidente incluem um Plano de Famílias Americanas, que pede US $ 1,8 trilhão para cuidados infantis, educação e licença remunerada a serem financiadas com aumento de impostos sobre os mais ricos. A sucessão de propostas representa uma aposta arriscada de que um país profundamente polarizado em linhas ideológicas está pronto para um governo mais ativista. Invocando o legado de Franklin D. Roosevelt, o Sr. Biden revelou um plano de gastos sociais de US $ 1,8 trilhão para acompanhar propostas anteriores para construir estradas e pontes, expandir outros programas sociais e combater as mudanças climáticas, representando uma reorientação fundamental do papel do governo não vista desde então os dias da Grande Sociedade de Lyndon B. Johnson e do New Deal de Roosevelt. (The New York Times, EUA; The Wall Street Journal, EUA) | nyti.ms/3gNASeN | on.wsj.com/3vuVMni

COLÔMBIA/ Greve nacional na Colômbia contra a reforma tributária de Iván Duque. Mobilizações, panelaços e plantões em todo o país. O presidente colombiano, Iván Duque, apresentou ao Congresso um projeto de reforma tributária com dois eixos centrais: o aumento do IVA e a ampliação da base tributária sobre os salários. A medida não poderia ter sido pior recebida pela sociedade. Duque conseguiu unificar um conglomerado de organizações sindicais, indígenas, estudantis, partidos políticos e PME, que organizou uma greve nacional nesta quarta-feira com mobilizações em todo o país. Eles rejeitam que o governo financie a crise do Covid-19 tocando a renda da classe média e dos setores populares. Além disso, exigem que os benefícios para as grandes empresas sejam eliminados. Em suma, uma crítica ao modelo neoliberal, do qual a Colômbia é um de seus grandes expoentes na América Latina. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3vodZmc

ÍNDIA/ OMS atribui disparo da pandemia na Índia a “tempestade perfeita”. Ajuntamentos em massa, baixas taxas de vacinação e o surgimento de novas variantes levaram a Índia a sofrer novos máximos de infeções e óbitos, ultrapassando a fasquia dos 200 mil mortos. Para o porta-voz da OMS, Tarik Jasarevic, as causas dessa “tempestade perfeita” são, por um lado, uma atitude mais complacente das autoridades e dos cidadãos que baixaram a guarda, atendendo à diminuição de casos e ao início da vacinação. Regressaram os ajuntamentos em massa nos rituais religiosos, festivais populares e comícios eleitorais e esta falsa sensação de segurança levou também cada vez mais pessoas a circular nas ruas sem máscara de proteção. A baixa taxa de vacinação e o surgimento da nova variante B1617, que os especialistas julgam ser mais infeciosa, com duas mutações, também terão contribuído para a trágica situação atual. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/3eyKZRW

CUBA/ Cuba não vê sinais de mudança de Biden em relação a Trump. Havana afirma que o presidente dos Estados Unidos não levantou nenhuma das 240 sanções aprovadas por seu antecessor. 100 dias se passaram desde a chegada de Joe Biden à Casa Branca e nada mudou entre Washington e Havana. Embora durante a campanha eleitoral o atual presidente dos Estados Unidos tenha rejeitado a política de sanções de seu antecessor, Donald Trump, e dito que a revisaria, até hoje nenhuma das 240 medidas adotadas pelo governo anterior foi suspensa. (El País, Espanha) | bit.ly/3eJD0Sc

PERU/ Pedro Castillo lidera as pesquisas com clara vantagem no segundo turno no Peru. A direitista Keiko Fujimori mal o supera em Lima e entre os setores socioeconômicos mais elevados. Embora ainda falte mais de um mês para o citado dia das eleições, em que disputará a presidência com o líder de direita Keiko Fujimori, todas as pesquisas dão a Castillo a vitória por uma margem entre 11% e 20%. Levantamento do Instituto de Estudos do Peru, publicado pelo jornal La República de Peru, atribui ao ex-dirigente sindical docente um apoio de 41,5% ante 21,5% de Fujimori. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/2S8Eeid

ALEMANHA/ Tributação do patrimônio, o dilema alemão. Na Alemanha, as empresas familiares, garantidoras de empregos industriais, são amplamente protegidas do imposto de propriedade ou herança. Mas a crise acentuou as desigualdades e dificulta a manutenção de um mito central no capitalismo alemão: a responsabilidade social e local das empresas familiares de médio porte, o famoso "Mittelstand". (Le Monde, França) | bit.ly/3xCjShU

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Luke Taylor – Brasil/pandemia (Nature, EUA) | “‘Estamos sendo ignorados’: os pesquisadores do Brasil culpam o governo anticientífico pelo aumento devastador de Covid” | go.nature.com/3xykDIu

Michel Temer, entrevista – Brasil/China (Xihuanet, China) | “Temer: ‘As relações com a China são de fundamental importância’” | bit.ly/3gNkU4p

Etienne Balibar – Sociedade (Sinistra in Rete, Itália) | “O Estado, o Público, o Município: três conceitos testados pela crise da saúde” | bit.ly/2QFccdX

Adam Gabbatt – EUA/Biden (The Guardian, Inglaterra) | “Democratas progressistas elogiam Biden sobre a Covid, mas pedem ações mais ousadas." | bit.ly/3gPsMTc

Amy Goodman – EUA/Biden (Democracy Now, EUA) | “’Político do império’: o recorde de meio século de Joe Biden sobre política externa, guerra, militarismo e CIA” | bit.ly/2R6wQn6

Daniel Bessner – EUA/Biden (Jacobin, EUA) | “A política externa de Joe Biden não é sobre democracia ou direitos humanos - é sobre como manter o domínio dos EUA” | bit.ly/3e1Mfhy

Derek Davison – EUA/Biden (Jacobin, EUA) | “A política externa de Joe Biden tem sido horrível” | bit.ly/3vlgSV4

Vincent Jauvert – EUA/CIA (Le Nouvel Observateur, França) | “Josef Huber, o general nazista responsável pela morte de 70.000 judeus, que se tornou um espião da CIA” | bit.ly/3xsFsFr

Global Times, editorial – EUA/China (Global Times, China) | “Biden estende a política de Trump na China, mais previsível, porém mais fria.” | bit.ly/3u54hVQ

Arundhati Roy – Índia/pandemia (The Guardian, Inglaterra) | “’Estamos testemunhando um crime contra a humanidade’. Enquanto isso, Modi e seus aliados estão nos dizendo para não reclamar.” | bit.ly/3aR829P

Maurício Weibel – Chile/neoliberalismo (Página 12, Argentina) | "A previdência privada é o ícone do modelo econômico estabelecido por Pinochet" | bit.ly/3aKyd1K

Kaleem Hawa – Israel/apartheid (The Nation, EUA) | “Human Rights Watch: Israel é um Estado de Apartheid. O relatório do grupo de direitos humanos dá força ao movimento de Boicote, Desinvestimento e Sanções.” | bit.ly/3xzwB4H

Blasberg e outros – Pandemia (Der Spiegel, Alemanha) | “Liberando os mutantes: Países que permitem que o vírus se espalhe desenfreadamente são um perigo para todos – Brasil e Índia” | bit.ly/3t7T5Gp



Conteúdo Relacionado