Clipping Internacional

Clipping Mundo - 29/07/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

29/07/2021 12:35

(Ueslei Marcelino/Reuters)

Créditos da foto: (Ueslei Marcelino/Reuters)

 
e1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

BOLSONARO GENOCIDA/ O manifesto “Solidariedade internacional ao Brasil: Portugal denuncia Bolsonaro genocida”. O manifesto, subscrito por personalidades e também por organizações e coletivos, foi proposto pela plataforma Fibra - Frente Internacional Brasileira Contra o Golpe e pela Democracia, retransmitida pelos Jornalistas Livres e redes sociais dos Coletivos. O manifesto destaca a solidariedade para com o povo brasileiro e a extrema preocupação com o projeto de destruição realizado pelo Governo de Jair Bolsonaro, considerando que a gestão da pandemia de Covid-19, que é responsável por mais de meio milhão de pessoas mortas no Brasil. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/2VcOtUl

BOLSONARO/ Os ataques de Bolsonaro à imprensa aumentaram 74% no primeiro semestre. É o que afirma uma reportagem publicada pela organização Repórteres sem Fronteira (RSF). O presidente da maior democracia sul-americana lançou um total de 87 insultos nos primeiros seis meses de 2021, tornando-se o "principal predador" da imprensa brasileira, segundo relatório da entidade. Para a RSF, é um crescimento "quase vertiginoso" dos ataques do líder de extrema direita e um sistema de insultos do qual três de seus filhos, membros das legislaturas nacional e regional, também participaram ativamente. Carlos Bolsonaro, vereador do Rio de Janeiro, foi o autor de 83 ataques à imprensa no primeiro semestre; Eduardo Bolsonaro, deputado federal, foi responsável por 85 palavrões contra a mídia brasileira, e o senador Flávio Bolsonaro os insultou 15 vezes. A Rede Globo foi a mais atacada, com 76 insultos no total. Seguiram-se Grupo Folha (44) e Rede Estadão (11). Outros, como o Portal UOL e CNN Brasil, também foram alvos do Bolsonaro. (El Diário, Espanha; Página Siete, Bolívia) | bit.ly/3xbHAA1 | bit.ly/3i8zofs

BOLSONARO-PERFIL/ Jornal francês traz perfil do "capitão explosivo" e imaturo que foi Jair Bolsonaro. O jornal Le Figaro traz um perfil sobre o presidente Jair Bolsonaro enfocando, principalmente, o seu passado militar. "Antes de passar 27 anos no Congresso como deputado e ser eleito presidente, em 2018, Bolsonaro passou 15 anos no Exército, onde criou vários conflitos com seus superiores hierárquicos devido a um temperamento rebelde e indisciplinado", explica o diário francês. "A passagem pelo Exército revelou o Bolsonaro atual: ambicioso, polêmico, intrépido, insubordinado, um homem que mistura realidade e ficção, uma personalidade considerada imatura por seus superiores e incapaz de comandar ou, ao contrário, um carismático", sintetiza o diário francês. O que veio depois todos sabem, conclui em tom de ironia o jornal. (RFI, França) | bit.ly/3lhukr0

GOVERNO BOLSONARO/ Bolsonaro recria o Ministério do Trabalho, e o entrega a seu melhor escudeiro. Ele será comandado por Onyx Lorenzoni. Será sua quarta pasta desde que o líder de extrema direita assumiu a presidência. A decisão do presidente, publicada no Diário Oficial da União, faz parte de uma nova reforma de seu governo, já antecipada na semana passada e que inclui a mudança de chefe do ministério mais importante, o da Casa Civil. A reforma ministerial, a segunda em apenas quatro meses, busca costurar novas alianças no Congresso, em um momento em que o chefe de Estado sofre forte desgaste em decorrência da crise econômica e de saúde provocada pela pandemia da Covid. Outra mudança é com respeito à Casa Civil da Presidência, onde sai um general e entra um senador do Centrão. (El Diário, Espanha; La Diária, Uruguai; El Mercurio, Chile; La Jornada, México) | bit.ly/3x6DyJ6 | bit.ly/2VaJJyx | bit.ly/2TLLl1s | bit.ly/3zOhc0S

FASCISMO JAGUNÇO/ O governo brasileiro gera polêmica ao apresentar um fazendeiro como um homem armado. A Secretaria de Comunicação da Presidência da República publicou uma homenagem aos agricultores em que os homens do campo são representados por uma pessoa armada com um rifle, junto com uma mensagem em que, em uma crítica velada às medidas de isolamento social impostas pelos governos regionais para frear o avanço do cobiçado, destaca que os agricultores não pararam de trabalhar durante a pandemia. Na publicação, o Governo destacou que as invasões de terras no Brasil se limitaram a apenas 12 nos últimos dois anos, após terem sido uma grave ameaça rural há alguns anos, graças à medida do Bolsonaro que permite aos proprietários rurais irem armados em todas as suas propriedades. (El Diário, Espanha; Sputnik News, Rússia) | bit.ly/3BWbxaU | bit.ly/3y8tNvg

BARRAGEM MARIANA/ Tribunal de Londres reabre processo de colapso de barragem de US $ 7 bilhões contra BHP/Vale. Seis anos após a ruptura da barragem do Fundao, o processo contra a gigante da mineração anglo-australiana foi proclamado como "uma oportunidade para justiça real". O tribunal de apelação de Londres deu meia volta na terça-feira ao concordar em reabrir um processo de US $ 7 bilhões por 200.000 requerentes contra a mineradora gigante anglo-australiana BHP, revivendo um caso sobre o rompimento de uma barragem por trás do anterior desastre ambiental do Brasil. O rompimento em 2015 da barragem do Fundão, de propriedade da Samarco empreendimento entre a BHP e a gigante brasileira da mineração de minério de ferro Vale, matou 19 e destruiu vilas. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3f5TiWr

VACINA-CORRUPÇÃO/Popularidade de Bolsonaro desaba a medida em que alegações de corrupção ameaçam atolar sua administração. O escândalo da vacina expõe o problema persistente da corrupção. (Financial Times, Inglaterra) | on.ft.com/2Vg3Xa8

AMAZÔNIA/ Na Amazônia, a ofensiva dos garimpeiros contra territórios indígenas protegidos. Esses operadores ilegais têm aumentado desde a eleição de Jair Bolsonaro. Os invasores chegaram às dezenas a essas terras indígenas protegidas, armados e ameaçadores. Jairo Yanomami mora em Komomasipe, na província de Parafuri, a cerca de dez dias de barco de Boa Vista, ou no caso dele, três horas a bordo de um pequeno avião a hélice do Ministério da Saúde. Com sua aldeia quase sem contato com o exterior, os chefes Yanomami da região entregaram-lhe uma carta manuscrita pedindo à polícia que expulsasse os garimpeiros (garimpeiros ilegais), para evitar a explosão de um conflito. (Le Figaro, França) | bit.ly/2WAIrxx

COVID-19/ O Brasil registrou 1.344 mortes por Covid-19 em 24 horas, totalizando 553.179 mortes. Também foram registradas 48 mil 13 novas infecções, elevando o total a 19 milhões 797 mil 86 positivas desde o início da pandemia no país sul-americano. Enquanto isso, a média móvel de casos nos últimos sete dias no Brasil foi de 46.162 e a de óbitos de 1.082. O Brasil é atualmente o segundo país do mundo com mais mortes por Covid-19, pouco superado pelos Estados Unidos, e o terceiro em número de casos positivos, atrás dos Estados Unidos e da Índia. Após vivenciar uma segunda onda de infecções da doença no início do ano, as curvas de óbitos e novos casos apresentam tendência de queda por algumas semanas. (La Jornada, México; Diário Correo, Peru) | bit.ly/3lasKHM | bit.ly/3j2QFGk

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

MÉXICO-PEGASUS/Foram 31 contratos para comprar o software espião Pegasus desde 2011 nos governo de Felipe Calderón e Peña Nieto. Custaram 61 milhões de dólares. A denúncia surge após uma investigação da mídia internacional revelar que vários países espionaram 50 mil telefones com esse programa. 15 mil desses grampos telefônicos foram registrados no México durante o governo Peña Nieto. Entre os líderes espionados está o presidente López Obrador, sua família e lideranças ao seu redor, quando estavam na oposição. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3l82Fsy

GUATEMALA/ Os guatemaltecos se mobilizam para rejeitar o presidente Giammattei. Organizações sociais, indígenas, camponesas e estudantis guatemaltecas se mobilizam nesta quinta-feira para exigir a renúncia do presidente Alejandro Giammattei. Os manifestantes se reunirão no final do dia na Plaza de la Constitución para exigir a renúncia do presidente. Fora da capital, bloqueios de estradas, caminhadas, comícios e outras atividades foram convocados em todos os departamentos do país para exigir a renúncia do presidente guatemalteco. (Telesur, Venezuela) | bit.ly/3lnCaQj

NICARÁGUA/ Oposição da Nicarágua indica dupla singular para as eleições presidenciais. A principal aliança de oposição na Nicarágua nomeou na quarta-feira um ex-guerrilheiro de direita e uma rainha da beleza como seus candidatos nas eleições gerais de novembro. A medida ocorre em meio a uma repressão aos potenciais candidatos presidenciais na Nicarágua, com as forças de segurança prendendo dezenas de pessoas que esperavam enfrentar o presidente Daniel Ortega. A Aliança de Cidadãos pela Liberdade indicou para presidente Oscar Sobalvarro, 68, e Berenice Quezada, 27, para vice-presidente. (Deutsche Welle, Alemanha) | bit.ly/3ydnUgt

PERU/“Pela primeira vez este país será governado por um camponês”, disse o presidente Pedro Castillo. O Peru já tem um novo presidente. Pedro Castillo tomou posse nesta quarta-feira na cidade de Lima. “Juro pelos povos do Peru, por um país sem corrupção e por uma nova Constituição”, disse. Em seu primeiro discurso como presidente, Castillo criticou as castas e diferenças que começaram "com a era colonial e ainda persistem". O novo presidente propôs impulsionar a mineração e a produção industrial e aumentar os orçamentos para educação e agricultura. “É a primeira vez que este país será governado por um camponês”, afirmou. (El País, Espanha) | bit.ly/3lfo6Ix | bit.ly/374T5yF

EUA/ Acordo de infraestrutura de US $ 1 trilhão escala obstáculos no Senado com voto bipartidário. Republicanos se unem aos democratas para avançar no acordo de infraestrutura. O Senado votou a favor de um projeto de infraestrutura bipartidário de US $ 1 trilhão que faria investimentos de longo alcance no sistema de obras públicas do país. Foi uma vitória do presidente Biden, que prometeu romper o impasse partidário. A legislação ainda precisa de aprovação final em ambas as câmaras. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/3f9AXrK

FRANÇA-AGROTÓXICO/ França multa multinacional Monsanto por ter lista com dados de jornalistas, políticos e ativistas. As autoridades francesas anunciaram esta quarta-feira a aplicação de uma multa de 400 mil euros à multinacional americana Monsanto por ter um ficheiro com dados de mais de 200 pessoas suscetíveis de influenciar a proibição do herbicida glifosato. A lista incluía informações sobre a organização ou empresa onde trabalham e o cargo que ocupam assim como números de telefone fixo e móvel, o endereço de e-mail e, em alguns casos, a conta do Twitter. Além disso, a capacidade de influência de cada indivíduo e o seu possível nível de apoio à Monsanto em produtos como herbicidas e organismos geneticamente modificados foram indicados num índice de 1 a 5. A Bayer concordou em pagar 10,9 mil milhões de dólares (9,7 mil milhões de euros) pelos danos causados por um dos seus herbicidas, o Roundup, que contém glifosato. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/2V5sUFo

EUA-PANDEMIA/ Vacinação obrigatória e uso de máscara: Joe Biden endurece o tom contra a variante delta. O presidente dos Estados Unidos deve anunciar novas medidas para conter a propagação da pandemia. Algumas cidades e empresas não esperaram que o chefe de estado colocasse restrições. Diante do aumento de casos, como muitos países, os Estados Unidos caminham gradativamente para a vacinação compulsória de parte de sua população e para a reimposição do uso de máscaras, mesmo para americanos já picados. Em média, mais de 60 mil pessoas testam positivo todos os dias no país, número não atingido desde o final de abril, mas que ainda está longe dos 250 mil novos casos diários de janeiro. Ao mesmo tempo, a vacinação está estagnada. Apenas 49% dos americanos estão totalmente vacinados, com disparidades marcantes entre as regiões; a grande maioria dos não vacinados garante que não deseja ser mordido. (Libération, França) | bit.ly/3l62Zbq

JOGOS OLÍMPICOS-PANDEMIA/ Tóquio relata mais um recorde histórico de infecções diárias por Covid-19. Especialistas dizem que o aumento em meio às Olimpíadas de Tóquio está chegando. (HuffPost, EUA) | bit.ly/3iY8dTX

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Eliane Brum – Brasil (El País, Espanha) | “Como nascem as ditaduras. Os golpes políticos de hoje não começam com tanques na rua, mas violando a linguagem” | bit.ly/3laz4yY

Dario Pignotti – Brasil/Bolsonaro (Página 12, Argentina) | “O Bolsonaro lidera uma liga internacional de ultradireita? O presidente brasileiro fortalece laços com a extrema direita europeia” | bit.ly/2Wq8BCW

David Miranda – Brasil/Amazônia (The Guardian, Inglaterra) | “Ferrovia de 1.000 km de Bolsonaro na Amazônia causará o caos climático. Deve ser detida.” | bit.ly/3rLfydp

Mohammed El-Kurd – Israel/Palestina (The Guardian, Inglaterra) | “Aqui em Jerusalém, nós palestinos ainda lutamos por nossas casas” | bit.ly/3ldmO0q

Mariana Mortágua – Vigilância/Pegasus (Esquerda.net, Portugal) | “Já se sentiu espiado pelo seu telemóvel?” | bit.ly/3id8hjG

Pierric Marissal – Economia ‘gig’ (L’Humanité, França) | “Amazon Flex, o algoritmo que traz um inferno para 4 milhões de entregadores de pacotes” | bit.ly/3BSycoo

Sebastien Natroll – EUA/racismo (L’Humanité, França) | “Estados Unidos. No Texas, o “cancelamento da cultura” nos programas escolares. Os republicanos pretendem impor uma visão única da história e eliminar todas as visões críticas, incluindo as relações raciais.” | bit.ly/2TN0sYw

Belen Fernandez – EUA/Cuba (Al Jazeera, Catar) | “SOS: Um apelo pela liberdade da narrativa da mídia sobre Cuba. Desde o início dos protestos em Cuba, a mídia corporativa dos Estados Unidos vem propagando falsas narrativas e mentiras descaradas sobre o país.” | bit.ly/3rDWz4A



Conteúdo Relacionado