O que estaria Assange pensando em sua solitária?

 

20/09/2020 14:08

(Matt Dunham/AP Photo)

Créditos da foto: (Matt Dunham/AP Photo)

 
Após a décima terceira sessão do tribunal que julgará a extradição de Assange, o ex-embaixador e ativista britânico, Craig Murray. se deu o direito de ir a um pub e deixar para os próximos dias seu relato sobre os testemunhos dados à corte. Carta Maior já publicou seus relatos do décimo primeiro e do décimo segundo dias do julgamento e, nos próximos dias, divulgará o que aconteceu na sexta (18/9). Segue o recado de Murray a nós que o acompanhamos diariamente.

Uma pequena confissão

19 de setembro de 2020

Devo confessar que, depois da última sessão do tribunal de outra semana difícil (e ontem foi um dia particularmente emocionante e surpreendente), fui ao pub com um amigo em vez de começar a escrever. Então, o relatório de sexta-feira está atrasado.

Embora os dias de Julian no tribunal sejam horríveis em alguns aspectos, com saídas às 5 da manhã, revistas que o despem e algemas para transporte em uma espécie de geladeira vertical dentro de uma van blindada de serviço, pelo menos ele consegue nos ver a todos e após a sessão final [de sexta] ele deu, a John Pilger e a mim, uma saudação de punho quando eles o levavam.

Definitivamente, tem sido melhor para ele do que um confinamento solitário efetivo o tempo todo.

Estou me perguntando o que ele estaria pensando agora, trancado em sua cela em Belmarsh.

*Publicado originalmente no site do autor | Tradução de César Locatelli



Conteúdo Relacionado