Educação

Transformar a Academia

Transformar é a palavra de ordem para os temas deste dossier: Democratização do governo das instituições de Ensino Superior, combate à precariedade laboral, a luta anti-propinas, por mais financiamento público e uma Ação Social que não deixe ninguém de fora. E a centralidade do conhecimento científico para enfrentar a crise que vivemos

12/05/2020 12:02

 

 
A Pandemia do COVID-19 alertou o Mundo para a necessidade de imperiosa de apostar no Conhecimento enquanto garantia de Desenvolvimento sustentável, robustez da nossa Economia e, acima de tudo, viabilidade da nossa existência e saúde enquanto seres humanos e comunidade.

O papel da comunidade científica ganhou uma nova centralidade no debate social. A busca por uma nova vacina que responda à crise da pandemia é assunto diário e, também cá em Portugal, há quem se organize na Academia para dar uma resposta humanitária e científica ao vírus. O valor que a sociedade portuguesa está a dar aos investigadores científicos equivale à forma como esta classe tem ido tratado nas últimas décadas? O que falta cumprir? Será apenas mais financiamento no setor ou mais direitos laborais para esta massa precária que pode salvar vidas?

E no resto da comunidade académica, as Instituições de Ensino Superior não pararam, apesar de estarem desertas. O ensino à distância é um teste à capacidade de resposta do Ensino Superior Público. E se é verdade que há docentes, com um grande esforço a experimentar novas pedagógicas, também é verdade que existe um conjunto de Instituições que não têm garantido o devido apoio aos seus estudantes. Docentes e estudantes: dois lados da mesma moeda que precisa de ser valorizada nestes novos tempos.

O momento que vivemos colocou o Ensino Superior Público perante um novo teste à sua resiliência, capacidade solidária e reforço dos instrumentos democráticos para responder às desigualdades. Estará ou não preparado para esses desafios? A resposta a essa pergunta não se encontra apenas nas medidas de emergência social que podem ser adotadas durante esta pandemia. É preciso esmiuçar o atual funcionamento do setor para construir um modelo que não esquece a Democracia, sabe que o financiamento público é a chave para uma resposta científica forte os direitos laborais não são o garante da qualidade das Instituições de Ensino Superior e Laboratórios de Investigação.

*Publicado originalmente em esquerda.net



Conteúdo Relacionado