Arte/Humor

Diário do Bolso, 15 de outubro de 2019

 

15/10/2019 10:15

(PSL/Divulgação)

Créditos da foto: (PSL/Divulgação)

 
Diário, grande dia!

A Polícia do Moro, quer dizer, a Polícia Federal está cumprindo mandado de busca e apreensão em nove endereços em Pernambuco. Um deles é a casa do Luciano Bivar, o presidente do PSL. Agora ele vai ver o que é bom pra tosse.

Não quis deixar o PSL pra mim e pros meus filhos? Então aguenta!

Pô, eu sou o presidente. O partido tem que ser meu. Que nem o PT é do Lula. Que nem o PDT é do Ciro. Que nem o Novo é do Itaú, digo, do Amoedo. Partido não pode ser partido, pô!

Essa investigação em cima do Bivar não tem erro. É que nem jogar anzol em aquário cheio. Alguma coisa a gente vai pescar.

Não é à toa que há uns dias atrás eu falei para um garoto que o Bivar estava queimado. Eu já sabia de tudo. O ataque já estava todo planejado.

Por isso que o Bivar foi cortado daquele encontro de direita, onde a Damares falou do crucifixo na vagina (se ela fala isso numa convenção de direita, o que será que fala na cama?).

 

Diário, quem não é meu amigo é meu inimigo. Comigo não tem esse negócio de neutrino!

Se tudo der certo, vai acontecer o seguinte:

1-) o Bivar dança,

2-) todos os deputados que estavam contra mim vão passar a comer na minha mão (porque sabem que eu posso xeretar as contas deles, e aí não escapa ninguém),

3-) Dudu e Flávio vão tomar conta do partido,

4-) e a gente ainda vai poder dizer que o PSL não é mais o Partido do Suco de Laranja, porque o presidente dele está sendo investigado.

Em vez de eu sair do partido, vou é ficar dono dele.

Pô, que jogada de mestre a minha. Foi cheque-mate!

Opa! Cheque-mate, não. Foi caixa 2-mate. Kkk!

@diariodobolso

PS: E a campanha do volume 2 do Diário do Bolso continua por aqui: https://www.catarse.me/diario_do_bolso_2_a5ef?ref=project_link 



Conteúdo Relacionado