Arte/Humor

Diário do Bolso, 16 de maio de 2021

 

16/05/2021 12:53

(Reprodução/@chrisvector)

Créditos da foto: (Reprodução/@chrisvector)

 
Diário, tô funicado!

Primeiro foi o Estadão que descobriu um monte de coisa sobre o meu orçamento paralelo de 3 bilhões. Agora a Crusoé escarafunchou e descobriu mais coisa ainda.

Pô, o Estadão e a Crusoé não são de direita? Então por que estão me enchendo o saco? Olha, Diário, as duas coisas mais perigosas prum político são ex-esposas e ex-aliados.

Bom, os crusoelistas seguiram o dinheiro e fecharam umas histórias aí. Mostraram quem mandou e quem recebeu a bufunfa.

Por exemplo:

1-) Descobriram que o destino R$ 125 milhões foi indicado pelo Fernando Bezerra (do MDB, grande partido!), que é líder do governo no Senado e investigado por suspeitas de desvios de verba. Desses, R$ 10 milhões foram parar na HGV, concessionária de um amigão de um filho do Bezerra, que já conseguiu 19 contratos com o governo desde novembro; também foi dinheiro pra Mavel Máquinas e Veículos, que é de um irmão do senador; pra Tratormaster Tratores, de um amigo dos Bezerra que recebeu, sem licitação nenhuma, R$ 1,5 milhão na compra de umas escavadeiras; e pra Liga Engenharia, que é de um cunhado do sobrinho do Bezerra, que recebeu R$ 28 milhões para fazer serviços de pavimentação.

2-) Boa parte do dinheiro mandado pelo senador Carlos Viana acabou no bolso do meu amigão Vittorio Medioli, um milionário que é prefeito de Betim. A concessionária do Vittorio, a Deva Veículos, fechou R$ 64 milhões em contratos com o governo recentemente. Só em março foram 32 caminhões coletores de lixo, cada um custando uns R$ 300 mil, R$ 30 mil a mais que o preço de dezembro. E a LLM Locação de Veículos, que é de dois sobrinhos do Vittorio, recebeu mais de R$ 600 mil de dois repasses feitos pelo senador Vanderlan Cardoso. O Carlos Vianna, o Vanderlan e o Vittorio são do PSD. Grande partido!

3-) O Progressistas (mais um grande partido!), presidido pelo Ciro Nogueira, colocou o Davidson Tolentino como diretor de revitalização da Codevasf. E de lá partiram R$ 40 milhões em contratos de consultoria. Um deles, de R$ 11 milhões, foi parar na Agrar, empresa do Pedro Luiz Aleixo Lustosa, denunciado pelo Ministério Público Federal por desviar dinheiro público no governo do Sérgio Cabral. O Pedro estava naquela treta da reforma do Maracanã e da PAC das Favelas.

4-) E Gameleira, uma cidadezinha de Goiás com 3,8 mil habitantes, recebeu R$ 20 milhões graças a um senador que é meu chapa, o Márcio Bittar, do MDB do... Acre! Isso é 13 vezes a arrecadação de impostos da cidade. Dava pra pagar auxílio emergencial por dois anos pra cada gameleirense. Mas, teoricamente, o dinheiro é para recapeamento. Só que a cidade é daquelas que quase só tem uma avenida no meio. Por que um senador do Acre manda uma fortuna para asfaltar uma cidadezinha de Goiás? Você sabe a resposta, Diário, você sabe.

O mais chato é que isso pode virar outra CPI. Aí vou ficar cepeizado até a eleição de 2022.

Sabe o que eu preciso fazer, Diário? Não, não é mandar os corruptos embora, seu engraçadinho! É encontrar os alcaguetas que estão passando estes documentos pro Estadão e pra Crusoé. Dedo-duro, pra mim, só na hora de fazer arminha.

#diariodobolso



Conteúdo Relacionado