Arte/Humor

Diário do Bolso, 18 de julho de 2020

 

18/07/2020 15:55

 

 
Diarinho, ontem foi um dia ótimo. Até vou anotar para não esquecer, que um dia pode ser que eu tenha aquela doença, como é que o nome mesmo? Alzheimerson? Parkimer? Sei lá, uma dessas que faz a gente esquecer tudo. Então é melhor escrever as coisas divertidas que acontecem na vida. Por exemplo:

1-) O Ricardo Salles aprontou mais uma. O treco foi o seguinte: teve um servidor chamado Marcelo Grossi, um dedo-duro do cacete, que enviou ofícios à CGU, ao TCU e à Comissão de Ética da Presidência, dizendo que desde abril o Ricardão não deixava a comissão de ética funcionar. É que a comissão estava só com dois suplentes, e precisa de 3 titulares e 3 suplentes para operar. E é claro que a ideia era deixar faltar gente pro negócio não andar. Aí o Ricardão teve que nomear uns caras. Mas deixou de fora o tal Marcelo, que era secretário-executivo do grupo. O Ricardão é gente que faz. Gente que faz o que bem entende, kkk!

2-) A turma do Ernesto Araújo também anda trabalhando bastante. Os embaixadores brasileiros na Suécia, na Itália e na Espanha mandaram cartas para jornais protestando contra a forma que eu sou tratado lá. Embaixador é tipo um assessor de imprensa internacional, kkk!

3-) A única coisa meio chata ontem é que descobriram que a minha ex-mulher, a Ana Cristina, comprou 14 imóveis durante os onze anos que ficou comigo. E 5 deles em dinheiro vivo! Aposto que vão dizer que foi dinheiro de rachadinha. Mas quero ver é provar. Se a investigação do Flávio tá em passo de tartaruga, imagina a minha, kkk!

4-) Diarinho, o melhor de tudo foi que passei o dia botando 9 camisas de futebol, tirando fotos e postando na internet pros meus fãs. Trabalho duro, viu? Não é fácil ser presidente. Botei camisa de Santos, Palmeiras, Fortaleza, Athletico-PR, Atlético-MG, Goiás, Internacional, Sport e Cascavel. O pessoal vai me chamar de vira-casaca, mas 9 é o mesmo tanto de camisas de partidos políticos que eu já vesti. Aliás, eu visto qualquer camisa. Menos camisa-de-força, kkk!

#diariodobolso

PS: Ah, parece que ontem passamos de dois milhões de infectados. Mas e daí?



Conteúdo Relacionado