Arte/Humor

Diário do Bolso, 22 de fevereiro de 2020

 

22/02/2020 11:11

 

 
Eu não disse? Na primeira noite de carnaval já começou a avacalhação comigo. Bando de comunossambistas! Corja de lulofoliões!

Até na Alemanha teve um carro alegórico tirando sarro de mim. Fizeram um boneco em que eu seguro um palito de fósforo gigante e estou na frente de umas árvores queimadas.



Em São Paulo, a Tom Maior veio com uma Marielle gigante e com um monte de gente com fotos dela nas camisas. Sem falar que teve uma ala onde a polícia batia no Madame Satã, um travesti preto. Pô, até isso é errado agora?

Mas o pior foi no Rio de Janeiro. Na categoria de acesso (deve ser acesso de raiva), a Acadêmicos de Vigário Geral acabou o desfile com um boneco que era um Bozo gigante vestido de presidente. Ah, esses favelados esquerdistas vão ver uma coisa!



No ano que vem, o Crivella e a Damares têm que dar um jeito no Carnaval. Só vai poder ter história bíblica na avenida.

Pensando melhor, Diário, é melhor deixar quieto. Iam acabar me colocando de Judas.

Chega logo, quarta-feira de cinzas!



@diariodobolso






Conteúdo Relacionado