Arte/Humor

Diário do Bolso, 22 de fevereiro de 2021

 

22/02/2021 12:18

(Reprodução)

Créditos da foto: (Reprodução)

 
Diário, o dia está mais agitado que umbigo de dançarina do ventre. Tanto que eu estou escrevendo em você agora, na hora do almoço. Nem vou esperar pra escrever amanhã de manhã.

1-) Pra começar, só por causa da troca no comando da Petrobrás, as ações dela caíram uns 20%, fora o que já tinha caído na sexta-feira. Somando tudo, ela desvalorizou uns 80 bilhões.

2-) Isso daí provocou um efeito cascata: o Banco do Brasil desvalorizou uns 11% e a Eletrobrás, uns 8%. Tá vendo? É o que eu sempre digo: o país tá quebrado!

3-) Por causa da intervenção na Petrobrás, o pessoal da direita-mas-não-tanto tá me chamando de Dilmo. Fizeram até um meme em que colocam o cabelo dela em mim. Sabe que eu gostei?

4-) Falando em meme, uma ONG chamada “Repórteres sem Fronteira” lançou uma campanha contra as feiquenius sobre a covid. E usaram uma fotomontagem de mim pelado. Pô, a campanha é sobre feiquenius e botam uma foto em que eu tô magro?

5-) Outra ONG (pô, eu odeio ONG!), dessa vez a “Todos Pela Educação”, divulgou que o Ministério da Educação só repassou R$ 17 por aluno no ano. É o menor orçamento desde 2011. Mas eu pergunto: e daí?

6-) A Damares discursou hoje na ONU na abertura do Conselho de Direitos Humanos. E disse que meu governo foi exemplar no combate à pandemia. Essa é a minha Damares! Mas opa! Será que por causa disso os “Repórteres sem Fronteiras” vão fazer um cartaz dela pelada também? Que perigo!

7-) O Ernesto Araújo também discursou e disse que o grande mal do mundo não é a covid, mas o tecnototalitarismo. Realmente, tecno é uma música muito chata.

8-) Nessa abertura aí da ONU (ONU não quer dizer “O Pelado”? Olha a pornografia globalista!), o secretário geral abriu os trabalhos fazendo um alerta contra líderes que disseminam desinformação na pandemia. É o mundo contra mim, pô!

9-) O Merval Pereira, aquele assessor de imprensa do PSDB, descobriu que uma das causas do Castello Branco cair da Petrobrás foi que ele não quis gastar R$ 100 milhões em publicidade no SBT e na Record. Fofoqueiro globolista!

10-) E, pra encerrar, digo que gostei da final do Campeonato Brasileiro. Uma vez Varmengo, Varmengo até morrer!

#diariodobolso



Conteúdo Relacionado