Arte/Humor

Diário do Bolso, 27 de setembro de 2020

 

27/09/2020 12:25

(Reprodução/bit.ly/339zfRH)

Créditos da foto: (Reprodução/bit.ly/339zfRH)

 

Notável e moedável Diário, será que ninguém mais paga nada com dinheiro?

Será que todo mundo só usa cartão e transferência bancária?

Pô!

A imprensa agora está me enchendo o saco porque todo mundo na minha família comprou imóvel em dinheiro vivo, como se estivesse lavando produto de rachadinha.

O Dudu até agora era café-com-leite, mas descobriram que ele pagou 50 mil em dinheiro vivo na compra de um apartamento e mais 100 mil na compra de outro. Ele não pode ter quebrado o cofrinho dele para pagar a coisa?

O Carluxo também comprou um apartamento com uma mala de bufunfa. E só com 20 anos, no primeiro mandato dele como vereador. No registro do cartório está escrito que ele pagou 150 mil em espécie. Mas as pessoas não pode pensar que é dinheiro de corrupção. Ele pode ter guardado as mesadas que eu dava, caramba!

Também pegaram no pé das minhas ex-mulheres. Com a Rogéria, mãe dos meninos, estão implicando porque ela comprou um apartamento de 95 mil só com notas e moedinhas. E a Ana Cristina, no tempo que ficou casada comigo, comprou 14 imóveis, sendo que cinco deles em “cash” (essa palavra foi o Dudu que me ensinou, porque ele é trogloglota).

Pra completar, tem o Flavinho, que está mais sujo que pau de galinheiro. Ele teria pagado 638 mil em dinheiro, por fora, na compra de uns apartamentos (sem falar que doou 733 mil em dinheiro para a Rogéria).

Mas e daí?

Só por causa disso vão dizer que minha família toda faz rachadinha?

Só por causa disso vão dizer que o Queiroz que administrava essas coisas?

Só por causa disso vão dizer que eu que ensinei o pessoal?

Todos esses números são apenas provas. Quero ver é ter convicção!

#diariodobolso

Conteúdo Relacionado