Arte/Humor

Diário do Bolso, 3 de setembro de 2020

 

03/09/2020 12:12

 

 

Diário, hoje tenho sete assuntos. Então é dia dos “Kkks do Jair”!

1-) O Pazuello, ministro interino-fixo da saúde, nomeou um veterinário para cuidar do departamento que cuida das vacinas. Todo mundo vai estar protegido contra a febre aftosa, kkk!

2-) Falando em vacina, eu sou contra. O Olavo disse que esse negócio faz mal, então deve fazer mesmo, porque o Olavo está sempre certo, menos quando me xinga. Mas aí a gente manda uma grana pra ele e tudo bem, kkk!

3-) Se eu fui contra o isolamento social e contra a máscara, por que eu vou ser a favor da vacina? Eu sou coerente, pô!

4-) O meu argumento é que a pessoa tem que ter a liberdade de ser vacinada ou não. A esquerdalha é muito repressora. A gente tem que ter liberdade de acelerar quanto quiser na estrada, liberdade de não usar cadeirinha de bebê, liberdade de comprar 550 unidades de munição por mês, liberdade de passar doença e o escambau. É que nem diz o hino da proclamação da República: “Liberdade, liberdade, abre as covas para nós...”

5-) O BTG Pactual, aquele banco que o Guedes fundou, conseguiu uma liminar que mandou um site comunista chamado GGN tirar 11 reportagens do ar. Elas mostravam que o BTG comprou uma carteira de crédito do Banco do Brasil por 370 milhões, mas o valor real era oito vezes maior. Será que eu consigo uma liminar dessas proibindo todo mundo de falar dos 89 mil da Michelle?

6-) Aquele Marcelo Grossi, funcionário do Ministério do Meio Ambiente que dedodurou que o Ricardo Salles estava fazendo corpo mole para convocar umas comissões, já foi encostado no almoxarifado. Aqui é assim: falou mal do governo, vai pra geladeira. Ou pro depósito, kkk!

7-) Ontem, no Ministério da Educação, o ministro Milton Ribeiro, o secretário de esportes Marcello Maga e o Dudu (o que ele foi fazer lá?) discutiram sobre o ensino de jiu-jitsu nas escolas. Disso aí, eu gostei, pô! Chega de história, matemática, português e outras bobagens. A escola tem que preparar para a luta da vida. Então é jiu-jitsu, caratê, krav magá, essas coisas. Judô não, que tem muito agarra-agarra. E capoeira também não pode, que é coisa de quilombola, kkk!

#diariodobolso

PS: A ilustração é de Ivo Minkovicius

Conteúdo Relacionado