Arte/Humor

Diário do Bolso, 30 de julho de 2020

 

30/07/2020 12:08

 

 
Diário, hoje estou com preguiça.

Tanto que não vou escrever nada em você hoje. Só vou colar umas fotos.

A primeira é de como que eu queria que fosse a nota de 200 reais. Não tem que ter sempre um bicho? Então, eu queria que tivesse a ema. Só que fugindo de mim, kkk!



E tão perguntando aí por que que vão fazer anota de R$ 200. Pô, é pra simplificar a vida do rico e do pobre. Assim o Geddel Vieira não vai precisar de tantas malas da próxima vez. E o meu auxílio emergencial podia ser dado numa nota só (maldita esquerdalha que me fez dar 600 reais!).

A segunda e a terceira fotos são do Marcelinho Carioca. Ontem ele veio aqui lamber as minhas botas. O bom é que assim eu fiz as pazes com os corintianos, que ficaram sentidos porque eu não quis colocar a camisa deles um dia aí.



O Marcelinho já foi do PT e já disse que o Lula era o cara. Mas vai ser candidato a vereador pelo PSL e veio fazer selfie aqui comigo. É assim que eu gosto: sem ideologia, pô! O cara levanta a mão pro alto, puxa o saco do cara que tá lá em cima e pronto. Pode ser Lula, Jesus ou eu, kkk!



E por último vou colocar aqui a foto da nova responsável pelo ministério da Saúde em Pernambuco, a Paula Amorim.



Por que ela foi nomeada, Diário?

Porque o Pazuello disse que tem uma relação de “confiança e amizade” com ela “há mais de trinta anos”. A Paula não é médica, não é enfermeira, nem trabalhou num hospital. Mas é bom ter uma cara amiga no ministério. Se ainda fosse um ministério importante, como o da economia, o pessoal podia reclamar. Mas é só o da Saúde.

Naquele ministério só tem militar, pô. Precisa de uma cara bonita para aliviar a tensão, talkei?

Falando em saúde, estou fazendo uma música, Diário. É isso mesmo! Peguei aquela música da Copa de 70 e fiz uma letra assim:

Noventa mil já no caixão,
pra baixo Brasil,
eu não choro, não.

Todos juntos vamos!
pra cova Brasil, Brasil!
Mas salve o capitão!

De repente é aquela febre tão quente,
parece que todo país tá gripadão,
todos ficando sem respiração,
lá se vai mais um pulmão!

Todos juntos vamos!
Pra cova Brasil, Brasil!
Mas salve o capitão!

Todos juntos vamos!
Pra cova Brasil, Brasil!
Mas salve o capitão!

#diariodobolso



Conteúdo Relacionado