Idades da Vida

Entidades do setor criticam divulgação e taxa de inscrição

17/02/2004 00:00

São Paulo - O preço para participar do Fórum Mundial de Educação Temático de São Paulo, que será realizado de 1º a 4 de abril, é considerado excludente por diversas entidades ligadas ao setor. Em reunião aberta do comitê organizador nesta sexta-feira (13), a principal discussão foi a respeito da taxa de inscrição de R$ 50, que impediria a participação da maioria dos estudantes e professores de baixa renda. Estiveram presentes mais de 150 pessoas, entre estudantes, educadores, representantes de sindicatos, ONGs, universidades, fóruns e da Prefeitura de São Paulo.

De acordo com o comitê organizador, o fórum pretende fortalecer os movimentos sociais, não os atores. Por isso, as entidades precisam se mobilizar para conseguir recursos. "Precisamos unir forças e pensar em grupo, pois o sujeito coletivo é que importa", afirma Moacir Gadotti, diretor do Instituto Paulo Freire e membro do Conselho Internacional do Fórum. Estudantes terão 50% de desconto, e grupos com mais de 30 pessoas podem negociar abatimento.

A divulgação também foi considerada por diversos participantes da reunião como um dos pontos fracos da organização até agora. O comitê organizador considera que é um grande desafio colocar o evento na pauta da grande imprensa. "Como furar o bloqueio da mídia, se ela não tem a mesma lógica dos movimentos sociais?", questiona a assessora de imprensa do fórum, Lúcia Almeida. Segundo ela, o cartaz do FME Temático será encartado na revista Nova Escola e negocia-se a possibilidade de um programa Roda Viva sobre o tema. Além disso, existe a possibilidade de uma agência de notícias se encarregar da cobertura oficial do fórum.

O comitê aproveitou o Fórum Social Mundial na Índia para divulgar internacionalmente o evento. "Fizemos contato com mais de cem entidades internacionais", afirma Sandra Greco, representante da Secretaria Municipal de Educação. A viagem também teve o objetivo de observar os aspectos gerais da organização e infra-estrutura do evento.

O Fórum Mundial de Educação Temático de São Paulo tem como tema central "Educação cidadã para uma cidade educadora", dividido em dez eixos principais que correspondem aos temas das dez conferências que ocorrerão durante o fórum. Além delas, haverá 20 painéis e centenas de atividades autogestionadas. A partir das discussões, serão enviadas propostas de São Paulo para o III Fórum Mundial de Educação de Porto Alegre, a ser realizado de 28 a 31 de julho de 2004.

LEIA TAMBÉM
Lançado em São Paulo Fórum Mundial de Educação Temático 



Conteúdo Relacionado