Mãe Terra

Duplo furacão atinge o Golfo do México

A Costa do Golfo vai receber um fenómeno meteorológico natural inédito, com dois furacões ao mesmo tempo, Marco e Laura. Estados norte-americanos do Mississippi e Louisiana preparam-se para a tempestade

26/08/2020 14:32

(Dallas Reese|Flickr)

Créditos da foto: (Dallas Reese|Flickr)

 
A tempestade tropical Marco deve chegar ao Louisiana hoje, segunda-feira, e na quarta-feira junta-se o furacão Laura. Este fenómeno de duplo furacão representa um feito histórico, já que é a primeira vez que acontece.

Em declarações ao USA Today, o meteorologista do Serviço Meteorológico Nacional, Benjamin Schott, diz que este fenómeno nunca aconteceu no Golfo do México desde que há registos.

O governador John Bel Edwards refere, também ao USA Today, que “temos uma situação única com duas tempestades que infelizmente estão a ir para o Louisiana” e acrescenta que “elas representam um desafio que, francamente, nunca vimos antes”. O governador avisa as populações e aconselha a abrigarem-se durante 72 horas porque os helicópteros de resgate não podem cumprir os seus serviços se a tempestade Laura vier logo atrás.

Devido a pandemia da covid-19, Edwards informa que não se prevê a ativação de grandes abrigos, só “como último recurso”. Para resolver esta situação, o governador revelou que está a trabalhar com o governo federal para usar hotéis e motéis.

Em La Place, a 48 quilómetros a montante pelo rio desde Nova Orleães, já foram distribuídos sacos de areia nas baixas e foi pedido à população para procurar abrigo. A paróquia de São João Batista, onde está incluída LaPlace, teve uma das maiores taxas de mortalidade pela covid-19 nos Estados Unidos.

Larry Soraparu, ex-vereador, disse ao USA Today, que “as pessoas estão em choque com a perda de tantas pessoas devido ao vírus” e “agora, temos dois furacões no Golfo e ninguém tem a certeza do que vai acontecer”.

Na Grand Isle, a sul de Nova Orleães, as pessoas estão a abandonar a região. A gerente de um restaurante afirma que “todos estão a fazer as malas para ir embora”. A Louisiana State University já cancelou todas as aulas, as atividades e centros de testes da covid-19 no campus.

Às 23 horas de ontem, o furacão Marco estava a 300 quilómetros a sudoeste do rio Mississippi, com ventos de 113 km/h enquanto se dirigia para noroeste a 19 km/h. O furacão Marco vai atingir algumas zonas do Louisiana, nomeadamente Mississippi e Alabama, com tempestades, chuvas e ventos fortes. Vai chegar, já como depressão tropical, ao Texas na terça-feira.

Enquanto isto acontece, a tempestade Laura, que se fortaleceu no leste de Cuba na noite de domingo, depois de causar 7 mortos na República Dominicana e no Haiti, viaja para noroeste a 34 km/h, com ventos máximos sustentados de 105 km/h. A Laura tem prevista a chegada ao sudeste do Golfo de México nesta segunda-feira.

O meteorologista da Accuweather, Rob Miller, disse que “as condições ambientais serão favoráveis para o fortalecimento e espera-se que Laura se torne um furacão antes de atingir a Costa do Golfo.

O governador do Mississippi, Tate Reeves, já declarou estado de emergência. “Estamos em tempos sem precedentes”, frisou.

As tempestades podem continuar a chegar à região a medida que as ondas tropicais surgem na costa de África, segundo afirma Bernie Rayno, meteorologista da Accuweather. A temporada de furacões do ano 2020 será extremamente ativa.

*Publicado originalmente em esquerda.net



Conteúdo Relacionado