Mídia

Alaíde Costa

13/08/2004 00:00

Agência Carta Maior

Alaíde Costa comemora 50 anos de carreira com novo CD e show grátis no Theatro São Pedro

Às vésperas de completar meio século de vida profissional dedicada à música popular brasileira, Alaíde Costa mostra ao público o resultado do seu mais recente trabalho: o CD Tudo o que o Tempo me Deixou, produzido por Antônio Carlos Vidigal, com arranjos e direção musical de Gilson Peranzzetta, gravado no estúdio Araras no Rio de Janeiro e que tem, além de Peranzzetta no piano e teclados, Paulo Russo (contrabaixo acústico), João Cortez (bateria), David Chew (violoncelo) e Mauro Senise (sax alto e flauta). Alaíde Costa apresenta o repertório deste álbum em show no dia 15 de agosto, domingo, no Theatro São Pedro, às 19 horas, com entrada franca. O espetáculo, especialmente concebido pela Associação São Pedro Pró Cultura Paulista, festejar os cinqüenta anos de carreira artística dessa incrível intérprete.



Dona de um timbre personalíssimo, afinação sem deslizes e um repertório de extremo bom gosto, no qual autores novos convivem na mais perfeita harmonia com os já consagrados, Alaíde Costa é uma das nossas maiores intérpretes. Sua carreira teve início, no início da década de 50, em programas de calouros no Rio de Janeiro. Ari Barroso, dono de um dos mais importantes programas radiofônicos da época, foi quem a encaminhou para o primeiro contrato profissional. Quando gravava o primeiro disco, conheceu o então iniciante João Gilberto que viu nela o timbre e a dicção adequados para o movimento musical que estava surgindo: a Bossa Nova. O sucesso popular, no entanto, chegou para Alaíde com sua participação no espetáculo O Fino da Bossa.



De lá até aqui são cinqüenta anos de uma carreira de êxitos e muito prestígio, tanto no Brasil quanto no exterior, experimentando momentos de verdadeira consagração artística, como no Theatro Municipal de São Paulo, em 96, interpretando composições de Tom Jobim. No ano seguinte, resolveu vencer a timidez e mostrar um espetáculo inteiro com composições suas em parceria com letristas célebres como Vinícius de Moraes, Hermínio Bello de Carvalho, Geraldo Vandré, Johnny Alf e Tom Jobim. Da sua discografia recente constam os CDs: Amiga de Verdade (indicado para o Prêmio Sharp de Música, em 94), Alaíde Costa em Duo com João Carlos Assis Brasil (95), Alaíde Costa & Hermínio Bello de Carvalho (96) e, em 2000, passou a ser distribuído no Brasil o CD Falando de Amor, gravado durante uma temporada na França no final dos anos 80. Mais recentemente, foi lançado o álbum Rasguei a Minha Fantasia, um disco em que Alaíde interpreta com o seu jeito muito especial várias músicas famosas de carnaval, pelo qual tem recebido elogios da crítica especializada.





Serviço:


Alaíde Costa, 50 Anos de Carreira
em Tudo o Que o Tempo Me Deixou


Dia 15 de agosto – domingo – às 19 horas

Theatro São Pedro - Rua Barra Funda, 171 – Barra Funda/SP – Tel: (11) 3667-0499

Ingressos: Grátis (retirar na bilheteria a partir de 11/8, das 14h às 19h)

636 lugares

Livre – Duração: 1h15

Estacionamento conveniado ao lado do teatro – Ar condicionado e acesso para portadores de deficiência - Promoção: Associação São Pedro Pró Cultura Paulista


Conteúdo Relacionado