Mídia

De Cuba para o futuro

03/12/2004 00:00

Jorge Timossi

Caro Arqueólogo do Futuro,

Escrevo-te de uma ilha chamada Cuba e, com certeza, sei que perceberá notáveis diferenças com outras cartas que o senhor recebeu ou receberá de outros lugares deste mundo triste e cruel.

Aqui, neste país pobre, vivemos em alegria e sem miséria, com a cultura colocada no centro essencial da política, com projetos já concretizados nas áreas de educação, saúde e esportes, com índices superiores a outros países, incluindo os desenvolvidos.

Mas o senhor também deverá constatar que temos um vizinho muito poderoso, os Estados Unidos, que nos bloqueia e persegue há mais de 40 anos e que quer eliminar-nos da face da Terra; mas posso assegurar que não temos nenhum medo e estamos preparados para defendermo-nos.

Como nós somos fervorosos partidários da Utopia, acreditamos no senhor e em um Futuro no qual outra Humanidade, mais limpa, transparente e sem guerras será possível.

Acaso pode o senhor duvidar do que expressa essa carta, por causa das
muitas mentiras que dizem a respeito de Cuba. Está em seu pleno direito, e de nenhuma maneira questionaremos a sua honra e a sua probidade. É exatamente por isso que me atrevo a formular-te um convite: venha do futuro conhecer a nossa Cuba, constate nossos êxitos, a ética da nossa política e também nossas limitações, sonhos e angustias. Receberemo o senhor na Praça da Revolução, em frente à estátua de nosso apóstolo, José Martí, com uma gigantesca manifestação de nosso povo, como se
o senhor fosse – e, neste caso, será – um novo amigo e um solidário messias.

Espera-te e fraternalmente te saúda

Jorge Timossi



Tradução: Verena Glass.

Leia as cartas de leitores sobre este texto clicando AQUI


VEJA O ESPECIAL AO ARQUEÓLOGO DO FUTURO

Conteúdo Relacionado