Mídia

Machu Picchu: Bush quer resolver polêmica das peças arqueológicas

13/03/2006 00:00

Hiram Bingham em sua expedição do começo do século XX

Créditos da foto: Hiram Bingham em sua expedição do começo do século XX
WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, está "interessado em resolver" de maneira amistosa, "sem entrar nos aspectos legais", a questão das peças arqueológicas de Machu Picchu atualmente em poder da Universidade de Yale, ao invés do governo peruano.

O presidente peruano, Alejandro Toledo, que se reuniu hoje com Bush na Casa Branca, garantiu que o assuntou foi "muito" discutido.

Toledo afirmou que está "disposto a conversar" com as autoridades de Yale, pois em seu museu estão as peças encontradas no começo do século passado pelo arqueólogo Hiram Bingham. Segundo afirmou Toledo, peças que foram emprestadas pelo Peru por apenas 18 meses.

"Existem evidências" em poder da National Geographic, e "está provado por escrito que era um empréstimo para que pesquisas fossem feitas", disse Toledo na saída de sua reunião de hoje com Bush.

O Peru "exige o direito de ter estas peças para fazer um museu em Cuzco ou Machu Picchu", acrescentou Toledo, segundo o qual nos Estados Unidos tanto senadores de ambas bancadas como o presidente Bush e sua esposa, Laura, "estão interessados em resolver este problema sem entrar em um tema legal, o que pode ser complicado".

O governo de Lima anunciou que entrará com um processo contra Yale, no estado de Connecticut, para que lhe devolvam cerca de 4.900 peças encontradas em Machu Picchu, as quais foram emprestadas em 1916, segundo afirmam as autoridades peruanas.

Segundo o embaixador do Peru em Washington, Eduardo Ferrero, a famosa universidade "não reconhece que o estado peruano seja dono dessas peças" descobertas na cidade inca.

Participe desta Mesa de Controvérsia da coluna AO ARQUEÓLOGO DO FUTURO. Clique abaixo e deixe seus comentários. Não serão publicadas ofensas, acusações sem comprovação e mensagens anônimas (sem o nome completo e e-mail verídico).



Conteúdo Relacionado