Mídia

Vaza Jato nos Jornais - 13 de julho

 

14/07/2019 13:06

 

 

Número de textos publicados desde o primeiro dia da cobertura do escândalo (10/06/19)

Número de textos publicados desde o primeiro dia da cobertura do escândalo (10/06/19)

O trigésimo quarto dia de Vaza Jato trouxe apenas três textos que citam o escândalo. A palestra proferida por Glenn Greenwald em evento paralelo à FLIP foi o tema discutido pela cobertura do dia 13 de julho. Estadão e Jornal Nacional não mencionaram a Vaza Jato.

O GLOBO

Número de textos publicados desde o primeiro dia da cobertura do escândalo (10/06/19)

Número de textos publicados desde o primeiro dia da cobertura do escândalo (10/06/19)

O Globo citou apenas uma vez a Vaza Jato em sua edição diária. A reportagem destaca o protesto ocorrido em Paraty contra Glenn Greenwald, que chegava para ministrar palestra na FLIPEI, evento paralelo à FLIP.

ESTADÃO

Número de textos publicados desde o primeiro dia da cobertura do escândalo (10/06/19)

Número de textos publicados desde o primeiro dia da cobertura do escândalo (10/06/19)

Não houve menção à Vaza Jato na edição de hoje (13/07).

FOLHA

Número de textos publicados desde o primeiro dia da cobertura do escândalo (10/06/19)

Número de textos publicados desde o primeiro dia da cobertura do escândalo (10/06/19)

A Folha também produziu uma cobertura tímida no dia de hoje, com apenas dois textos sobre o escândalo. A primeira reportagem destaca a palestra de Greenwald, pontuando suas falas sobre Sérgio Moro, que é criticado pelo jornalista, e o material, elogiado pelo americano que afirma que todos os jornalistas buscaram o Intercept para produzir matérias, exceto os do Grupo Globo. Na segunda reportagem, o jornal destaca a operação exigida para a chegada de Greenwald ao barco onde seria a palestra e novas críticas a Moro em conversa com a jornalista Patrícia Campos Mello, não qual o jornalista estadunidense fala do clima de medo criado pela investigação da Polícia Federal e do Coaf.

JORNAL NACIONAL

Não houve menção à Vaza Jato na edição de hoje (13/07).

CONCLUSÃO

Com o afastamento de Sérgio Moro a cobertura da Vaza Jato tornou-se imediatamente mais apagada. Os meios, que já dedicavam atenção atenuada ao escândalos, como Estadão, O Globo e Jornal Nacional, reduziram a cobertura a quase nada, enquanto a Folha de S.Paulo, parceira do Intercept na divulgação dos vazamentos, mantém um nível de atenção ainda razoável. Vejamos quais serão os próximos acontecimentos e se eles serão capazes de mudar o rumo da cobertura.

*Publicado originalmente no Manchetômetro

Conteúdo Relacionado