Mídia

Vaza Jato nos jornais - dia 14

 

24/06/2019 12:37

 

 

dia14

Número de textos publicados desde o primeiro dia da cobertura do escândalo (10/06/19)

Apesar do início da cooperação entre Folha de São Paulo e o Intercept para a divulgação do material da Vaza Jato, no agregado, o dia 23 de junho trouxe poucos textos sobre o tema. Tivemos a menor quantidade de textos da série: 13. O Jornal Nacional novamente ficou silente sobre o escândalo.

O Globo

glb

Número de textos publicados desde o primeiro dia da cobertura do escândalo (10/06/19)

O Globo traz apenas quatro textos, dois deles neutros. Em sua coluna, Elio Gaspari cobra imparcialidade de Moro e questiona a tática conta gotas de Glenn Greenwald. Há ainda entrevista com o professor Edgardo Buscaglia, especialista em prisões de políticos, que enfatiza a importância da Lava Jato, afirmando que em muitos países se sonha fazer o que o Brasil fez no combate à corrupção.

Estadão

esp

Número de textos publicados desde o primeiro dia da cobertura do escândalo (10/06/19)

O Estadão continua a dar pouca importância ao escândalo, com 3 textos. Em sua coluna, Eliane Cantanhêde repercute o argumento de Moro apresentado no Senado sobre o problema que seria anular as sentenças da Operação Lava Jato e os prejuízos ao país. O jornal também destaca que o governo Bolsonaro entende que a ida de Moro ao Senado foi favorável, conteve a crise até então iminente e que apenas novos fatos poderiam abalar o governo novamente.

Folha

fsp

Número de textos publicados desde o primeiro dia da cobertura do escândalo (10/06/19)

A Folha de São Paulo tem seis textos sobre a Vaza Jato em sua edição de 23 de junho, cinco deles críticos ao ex-juiz. A manchete do jornal destaca o apoio da Lava Jato a Moro em momento crítico com duas citações ao lado do texto principal, comprovando as conversas. O jornal apresenta três longas reportagens sobre o caso: a primeira traz as novas conversas reveladas, a segunda a versão de Moro sobre o caso e a terceira explana a nova série de reportagens produto da cooperação entre Folha e Intercept. O jornal também publica o texto de Elio Gaspari, que também aparece em O Globo, e uma coluna de Jânio de Freitas, que defende a atuação do Intercept, critica Sérgio Moro e afirma que o combate à corrupção só pode ser realizado por gente honesta.

Jornal Nacional

Na edição do JN de ontem (22/06) não houve cobertura da Vaza Jato.

Conclusão

O acordo entre Folha e Intercept parece contribuir para consolidar uma tendência que já havíamos detectado: enquanto a Folha se destaca no interesse pelo assunto nas críticas ao comportamento de Moro e procuradores, o Estadão parece não ter muita direção e O Globo se aferra na defesa do ex-juiz e da Lava Jato, ecoando frequentemente suas razões e evasivas. Confirmando a posição do Grupo Globo, o Jornal Nacional sequer dá espaço ao escândalo, como se o assunto não interessasse a sua audiência.

*Publicado originalmente no Manchetômetro

Conteúdo Relacionado