Pelo Mundo

A América Latina vai mudar

Boletim Semanal de Notícias da Carta Maior - de 7 a 13 de junho

13/06/2021 11:59

(Arte/Carta Maior)

Créditos da foto: (Arte/Carta Maior)




PERUANOS DERROTAM FUJIMORI

Professor Pedro Castillo vence Keiko e sua montanha de dólares

O Órgão Eleitoral Peruano (Onpe) anunciou na quinta-feira (10) a vitória do professor Pedro Castillo à presidência do país andino.

De acordo com 100% das atas processadas, o candidato do partido Peru Livre obteve 8.800.081 votos (50,198%), contra 8.730.535 (49,802%) de Keiko, filha do ditador Alberto Fujimori [preso por corrupção e crimes de lesa-humanidade], uma diferença de 69.546 votos.

Diante das inúmeras tentativas dos fujimoristas de anular a decisão soberana das urnas, o professor havia conclamado as autoridades eleitorais para que, “em favor do país e pela democracia, por nossa pátria”, fossem respeitosos e não manchassem a vontade dos peruanos.

Na segunda-feira (7), Keiko Fujimori, havia alegado uma suposta “fraude”, sem mostrar nenhuma prova concreta. Posteriormente, se tornou público que uma montanha de dólares movimentava firmas de advogados na tentativa de impugnar atas que favoreciam a Pedro Castillo. Na quarta-feira (9) à noite os fujimoristas anunciaram que iriam pedir à Justiça Eleitoral a anulação de 802 atas, que representam 200 mil votos.

Para o analista Fernando Tuesta, ex-titular do Onpe, a atitude de Keiko ao apontar uma possível fraude é “repugnante”. “Ela já deixou de reconhecer os resultados em oportunidades anteriores. E, devido a essa posição, levou o país a níveis de ingovernabilidade que sofremos até hoje”, condenou. | bit.ly/2RTJW86

LÍDER DO PERU LIVRE COMEMORA

“Fortalecemos o sonho de Bolívar de uma América Latina unida”

Membro do comando nacional do Peru Livre e secretário de Organização do partido em Lima, Yuri Castro, afirmou que “a chegada de Pedro Castillo à presidência fortalece o sonho de Bolívar de uma América Latina unida frente a um império que nos trata como seu quintal”. “É hora de avançarmos juntos para nunca mais sermos colônia”, destacou.

Na sua avaliação, é fundamental ampliar a arrecadação fiscal do Estado, revertendo a lógica neoliberal que repassa às mineradoras transnacionais de 70% a 80% dos lucros. “Nós propomos inverter este cálculo e que o país fique com a maior parte”, frisou o dirigente, apontando que é daí que virá o dinheiro necessário para investimentos públicos tão necessários, e dos quais o povo peruano é tão carente, como educação e saúde.

Para avançar, Yuri enfatizou a necessidade de romper com a camisa de força da dependência, imposta pela desindustrialização e a desnacionalização. “No Peru praticamente não há indústrias, porque repetindo o conto de que ‘o Estado é um mau administrador’ os neoliberais deixaram que tudo fosse sendo quebrado. Nós temos o compromisso de investir na industrialização”, sublinhou. | bit.ly/3iBR6bQ

MÍDIA (ANTI) PERUANA ATUOU PRÓ-KEIKO

Canal despediu jornalistas que se rebelaram contra manipulação dos noticiários

Pelo menos dez profissionais do canal de televisão peruano América TV foram despedidos na terça-feira (8) por decisão do diretor do Departamento de Jornalismo da empresa, Gilberto Hume.

A demissão evidenciou algo que muitos reclamavam nas redes sociais e que comprovou ser realidade: a direção do canal impôs aos jornalistas a obrigação de produzir e divulgar conteúdo favorável à candidatura de Keiko Fujimori, e notícias negativas sobre Pedro Castillo.

Como era de se esperar, a informação sobre a grotesca manipulação foi abafada pela mídia peruana, porém foi repercutida amplamente nas redes sociais. | bit.ly/3wxuvRO

***



PROMOTOR PEDE PRISÃO DE KEIKO

Lavagem de dinheiro, caixa dois e suborno

O promotor José Domingo Pérez solicitou à Justiça peruana na quinta-feira (10) um pedido de prisão preventiva para a candidata derrotada, Keiko Fujimori, por “lavagem de dinheiro, caixa dois e suborno” em suas campanhas eleitorais.

Conforme a promotoria, desde abril de 2020 a acusada vem reiteradamente descumprindo as normas de conduta determinadas pelo Poder Judiciário no caso Cócteles [que envolveu suborno, conluio e tráfico de influências de políticos, empresários e funcionários públicos em benefício da construtora Odebrecht).

Entre outras infrações, Keiko desobedeceu a proibição de comunicar-se com testemunhas ou elementos também investigados no caso, sendo um deles o ex-congressista Miguel Torres, que acompanhou a candidata na quarta-feira (9) à noite em uma coletiva de imprensa.

“A acusada Keiko Fujimori Higuchi vem descumprindo sistematicamente a regra de conduta de não se comunicar com testemunhas”, aponta o documento, enfatizando que já havia convocado a filha do ex-ditador a seguir as normas em maio e junho do ano passado. | bit.ly/2TrDN3a

***



BASES DO IMPÉRIO NA COLÔMBIA

“EUA treinam paramilitares para torturar”, denuncia jornalista

“Por que o estado colombiano perpetua há décadas a repressão contra a população colombiana? Muito simples: porque por trás está o império estadunidense, que mantém a ocupação de sete bases militares. A partir delas, treinam a sua ferramenta paramilitar para que torturem o povo colombiano nos campos e nas cidades”.

A denúncia é da escritora, poeta, jornalista e artista colombiana Cecilia Zamudio, para quem o regime de Iván Duque é “um regime ditatorial com a máscara ou maquiagem de democracia".

“Nas últimas jornadas as forças repressivas colombianas, tanto a polícia como a sua ferramenta para-policial, paramilitar e o Exército estiveram reprimindo em diferentes pontos da Colômbia, em Tuluá e em Usme, em Cali particularmente, com vários assassinados e centenas de feridos. Também é preciso dizer que a polícia está praticando o desaparecimento forçado como terrorismo de estado”, condenou.

De acordo com a escritora, é fato que desde o dia 28 de abril, quando começou a paralisação nacional, o governo Duque não só detém, como sequestra e faz desaparecer manifestantes. “São pessoas das quais não se sabe seu paradeiro. Alguns apareceram flutuando nos rios, esquartejados, com a cabeça em bolsas, os corpos com sinais de tortura. Esta é a duríssima realidade de terrorismo estatal que o povo colombiano enfrenta neste momento”, relatou. | bit.ly/3vieLRy

***



FASCISMO COLOMBIANO

Senado faz o jogo de Duque e premia o general da carnificina

Cumprindo determinação do presidente Iván Duque, o Senado colombiano premiou o “mayor general” [segundo na hierarquia militar] e chefe da Polícia Nacional colombiana, Jorge Luis Vargas, com o cargo de general.

Apesar da condenação da bancada oposicionista, a maioria alinhada ao governo aprovou na terça-feira (8) a ascensão por 66 votos dos 108 senadores, avalizando a política de repressão e violação de direitos humanos.

Jorge Luis Vargas é quem chefia o Esquadrão Móvel Antidistúrbios (Esmad) - a Tropa de Choque - e as demais estruturas da Polícia, uniformizada e não uniformizada - paramilitar -, que reprimem de maneira criminosa os participantes da Paralisação Nacional.

Até sábado (12), sob o seu comando, foram mortos 70 manifestantes, em ações extremamente truculentas que deixaram milhares de feridos, torturados, detidos e desaparecidos, como documentam centenas de vídeos, fotos, áudios e textos. | bit.ly/3xngJl5

***



MORENA VENCE NO MÉXICO

Partido de Obrador conquista 39,6% da Câmara e com aliança faz 56%

O Movimento Regeneração Nacional (Morena), do presidente, López Obrador, venceu as eleições de meio de mandato - ocorridas a cada três anos - no domingo (6) e ratificou sua posição de principal partido político do México.

Na Câmara dos Deputados, o Morena ficou com 198 dos 500 assentos (39,6%); o Partido da Ação Nacional (PAN) obteve 114 (22,8%); o Partido Revolucionário Institucional (PRI) 70 (14,4%); o Partido Verde do México (PVEM) 43 (8,6%); o Partido Trabalhista (PT) 39 (3,9%) e o Movimento Cidadão 23 (4,6%).

Com 280 parlamentares, a aliança do Morena com o PT e o PVEM dá ao partido a maioria simples na Câmara (56%). Uma das prioridades para avançar no combate à trágica herança neoliberal, a reforma da Constituição - com a inclusão dos programas sociais - poderá ser feita a partir de um acordo com parte da bancada do PRI ou de qualquer outro partido, frisou Obrador.

MÍDIA MEXICANA DISTORCE

López Obrador denuncia “indecente distorção” em favor da oposição

O presidente López Obrador condenou a “indecente” guerra suja movida contra o Morena e seus aliados, sublinhando que nos meios de comunicação houve - e há - uma “distorção” no manejo da informação em prol do retrocesso.

Particularmente, assinalou o presidente, quando o cartel midiático “manipula” com o conceito de “maioria absoluta” e a suposta perda de força legislativa por parte do bloco governista, encabeçado pelos morenistas.

Se obteve maioria simples, suficiente para aprovar o orçamento, “que é o que mais nos importa”, derrotando a investida de Claudio X González “e sua organização, financiados pelo governo dos Estados Unidos”. Bancados pelos vizinhos do Norte, o lema dos conservadores era “Ou o deixamos sem Câmara ou o deixamos sem país”.

“O fato é que não puderam vencer e há país para todos e, preferencialmente, para os pobres, com um Estado de bem-estar”, comemorou Obrador. “No México o conto neoliberal já não se aplica”, sublinhou. | bit.ly/3zot5en

***



CAOS NA AMÉRICA LATINA E CARIBE

Organização Pan-Americana da Saúde alerta para aumento de casos de Covid

As infecções pelo vírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19, continuam aumentando progressivamente na maioria dos países da América Latina e do Caribe, alertou a Organização Pan-Americana da Saúde (OPS).

"As tendências são claras: em toda a região este ano foi pior que o anterior. Em muitos lugares, as infecções são mais altas agora do que em qualquer outro momento durante esta pandemia", afirmou a doutora Carissa Etienne, diretora da organização internacional de saúde.

Carissa explicou que em Trinidade e Tobago - nação caribenha composta por duas ilhas - o maior aumento de infecções e mortes ocorreu em maio; enquanto no Haiti - que ainda não vacinou ninguém - as hospitalizações estão esgotando o suprimento de oxigênio. Ao mesmo tempo, países da América Central, como Panamá e Guatemala, também relatam um aumento vertiginoso de casos. | bit.ly/3vkEKrB

***



CUBA NA ONU

Resolução defenderá o fim do bloqueio dos EUA contra a Ilha

Cuba apresentará na Organização das Nações Unidas (ONU), em 23 de junho, um pedido pelo fim imediato do bloqueio econômico imposto pelos Estados Unidos à Ilha. As mais de seis décadas de barreiras e perseguições já provocaram prejuízos superiores a um trilhão de dólares.

Como denuncia o governo cubano, é insustentável que, em plena pandemia da Covid-19, seja mantida intacta a estrutura política, legal e administrativa que sustenta a criminosa tentativa de asfixia, agravada pelas mais de 240 medidas tomadas durante a administração Trump, que se mantêm vigentes.

Apesar dos investimentos e dos esforços do sistema de saúde pública e da indústria farmacêutica cubana, o bloqueio econômico, comercial e financeiro dificulta imensamente a tentativa de barrar o avanço do vírus, salvar vidas e cooperar com outros países contra a doença.

“Confiamos no apoio da comunidade internacional para a cessação desta política desumana e que viola a Carta das Nações Unidas”, declarou o ministro de Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla.

O texto destaca que Cuba não pôde comprar ventiladores pulmonares mecânicos, máscaras, kits de diagnóstico, óculos de proteção, macacões, luvas, reagentes e outros insumos necessários ao enfrentamento da pandemia. “A disponibilidade destes recursos pode fazer a diferença entre a vida e morte de pacientes portadores do vírus, bem como do pessoal de saúde que os trata”, ressaltou o documento. |

bit.ly/3znz439

CRIANÇAS E JOVENS CUBANOS BENEFICIADOS

Governo anuncia início de testes das vacinas produzidas no país

Cuba anunciou que começará os testes clínicos na população infantil com duas de suas candidatas a vacinas contra a Covid-19, concebidas e desenvolvidas na Ilha.

“O estudo se realizará em dois grupos, começando pelos adolescentes de 12 a 18 anos, seguido pelas crianças de 3 a 11 anos", informou o Centro para o Controle Estatal de Medicamentos, Equipamentos e Dispositivos Médicos (Cecmed).

De acordo com o centro, o levantamento visa avaliar a segurança, a capacidade de reação e imunidade das vacinas Soberana 2 e Soberana Plus em menores. | bit.ly/3gi1ELD

***



DESPEJO ILEGAL NO PARAGUAI

Polícia de Benítez abusa da violência e expulsa 170 famílias indígenas de suas terras

Cumprindo ordens do governo de Mario Abdo Benítez, a polícia do Paraguai expulsou de forma completamente ilegal - sem ordem de despejo - e com extrema violência, 170 famílias da comunidade indígena Acaraymi de suas terras ancestrais, no Alto Paraná, na manhã de quarta-feira (9).

Os moradores denunciam que durante a ação a polícia roubou os seus pertences, entre eles duas motos, e matou todos os seus animais. Logo após a operação, foram obrigados a se refugiar no mato, ameaçados por armas de fogo, que incluem rifles de uso militar, conforme atestam os cartuchos e projéteis encontrados.

De acordo com os indígenas, o despejo tem como objetivo entregar as terras paraguaias para latifundiários estrangeiros. | bit.ly/3pSUwZp

***



VACINAÇÃO DE ADOLESCENTES NO URUGUAI

Jovens entre 12 e 17 anos começam a ser protegidos da Covid-19

A Comissão Nacional Assessora de Vacinação do Uruguai informou que começaram a ser administradas na quarta-feira (9) as injeções contra a Covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos.

Com o objetivo de esclarecer os benefícios da vacina e popularizar a campanha, mais de 150 profissionais da área da saúde realizaram um encontro organizado pela Cátedra de Infectologia Pediátrica da Faculdade de Medicina da Universidade da República. O debate fortaleceu a argumentação científica contra a desinformação e a ignorância negacionista.

Conforme a professora e pediatra Mónica Pujadas, o Uruguai registrou uma incidência muito significativa de coronavírus em menores de 15 anos. No último relatório epidemiológico do Ministério da Saúde Pública (MSP), 13,4% dos casos de Covid-19 registrados desde o início da pandemia até 3 de junho ocorreram em menores de 15 anos, uma proporção que é o triplo a de um ano. No primeiro relatório disponível do MSP, de 14 de agosto de 2020, essa cifra era de 4,8%. | bit.ly/3gpd92U

***



HAITI ADIA ELEIÇÕES INDEFINIDAMENTE

Ditador usa avanço da pandemia para se perpetuar no poder

O Haiti anunciou na segunda-feira (7) o adiamento indefinido do referendo constitucional marcado para 27 de junho. O motivo alegado pelo Conselho Eleitoral Provisório (CEP) - controlado pelo governo de Jovenel Moïse - para adiar a consulta popular se deve à dificuldade de organização da votação devido à crise de saúde gerada pela pandemia.

A ação parcial e unilateral do CEP foi criticada amplamente pela oposição e pelo conjunto dos movimentos sociais que não veem qualquer legitimidade em Jovenel, que governa por decreto e sem contrapoderes desde 7 de fevereiro.

"O coronavírus é um pretexto: o governo se encontra enredado em um projeto de referendo inconstitucional, ilegal, ilegítimo e impopular", declarou o ex-deputado Jerry Tardieu.

O país encontra-se em estado de emergência sanitária desde 24 de maio, devido ao aumento dos casos de Covid-19 após a detecção das variantes Alpha e Gama; identificados pela primeira vez no Reino Unido e no Brasil, respectivamente. | bit.ly/3pQ7Ldt

***



JUSTIÇA NA ARGENTINA

Após 40 anos, Tribunal condena à prisão perpétua cinco assassinos dos Montoneros

A Justiça Argentina condenou à prisão perpétua os cinco réus por crime de lesa-humanidade cometidos contra militantes que participaram da resistência armada pelos Montoneros entre 1979 e 1981. A organização se destacou na oposição à última ditadura cívico-militar.

A decisão anunciada na quinta-feira (10) foi considerada “histórica” por manifestantes que lotaram o Tribunal Federal de San Martin, em Buenos Aires.

Os líderes da Inteligência do Exército, Luis Angel Firpo, Roberto Dambrosi, Jorge Bano, Eduardo Ascheri e Marcelo Cinto Courteaux foram considerados culpados pelos “sequestros, torturas e assassinatos” dos oposicionistas. O julgamento comprovou cada uma das inúmeras violações de direitos humanos sofridas por 94 pessoas que caíram nas mãos do terrorismo de Estado. Os criminosos cumprirão a pena em prisões comuns.

Sobreviventes e familiares de militantes que permanecem desaparecidos ou foram assassinados por ordem dos cinco acusados condenados celebraram cada uma das penas com os punhos levantados, risos e lágrimas. | bit.ly/3iCKv0V



Conteúdo Relacionado