Pelo Mundo

Discurso de Maduro na TV é interrompido por tentativa de assassinato por drone (VÍDEO)

Uma fala televisionada do presidente venezuelano Nicolas Maduro foi interrompida enquanto ele discursava em um evento militar no sábado, sendo que soldados foram vistos correndo antes da transmissão de TV ser cortada

06/08/2018 14:06

Reprodução

Créditos da foto: Reprodução

 
 
Uma fala televisionada do presidente venezuelano Nicolas Maduro foi interrompida enquanto ele discursava em um evento militar no sábado, sendo que soldados foram vistos correndo antes da transmissão de TV ser cortada.
 
Uma apresentação militar na Venezuela foi abruptamente interrompida no sábado após uma suposta tentativa de assassinato do presidente venezuelano Nicolas Maduro, de acordo com o vídeo do discurso televisionado do líder.
 
Como se mostra no vídeo, Maduro estava fazendo seu discurso quando ele e aqueles perto dele no palco repentinamente olharam para cima enquanto participantes da apresentação militar corriam do local, de acordo com diversos meios de comunicação venezuelanos com acesso à gravação.



Segundo a emissora NTN24, a tentativa de assassinato de Maduro supostamente foi realizada com o uso de um drone com explosivos C-4.
 
Entretanto, a tentativa de assassinato do presidente venezuelano Nicolas Maduro fracassou, disse à Sputnik no domingo uma fonte em Caracas.
 
“Sim, a tentativa assassinato supostamente ocorreu, mas acabou não sendo bem-sucedida”, disse a fonte.
 
Segundo relatos da mídia local, Maduro não se feriu e foi retirado do local. De acordo com a Reuters, pelo menos sete soldados da guarda nacional ficaram feridos.
 
A polícia local abateu um drone que atacou o local onde as autoridades, incluindo Maduro, estavam presentes.
 
De acordo com o Ministro da Informação venezuelano, não um, mas diversos drones, supostamente equipados com explosivos, atacaram o líder do país durante um desfile militar.
 
Além disso, meios de comunicação locais reportaram que alguns drones carregando explosivos falharam em alcançar seus alvos, caindo em uma área residencial no centro de Caracas, causando incêndio e grandes colunas de fumaça.
 








O líder venezuelano, assim como o resto da liderança política e militar do país latino-americano, passam bem e não se feriram durante o ataque, segundo o presidente de um banco estatal, Miguel Perez Abad.

“Logo nosso governo nacional dará informações sobre o que ocorreu na avenida Bolivar... Nosso presidente Nicolas Maduro está bem assim como o comando supremo político e militar da revolução”, escreveu Perez Abad no Twitter.

A Venezuela recentemente tem estado mergulhada em uma crise política e socioeconômica, que muitos creditam à queda nos preços do petróleo, assim como a decisões das autoridades. A nação passou por meses de protestos em massa no ano passado, que inicialmente eram uma resposta à decisão da Suprema Corte de limitar consideravelmente os poderes legislativos do parlamento.

Os protestos na Venezuela foram ainda mais atiçados pela eleição de um novo órgão legislativo, conhecido como Assembleia Constituinte, implementado por Maduro para reescrever a Constituição.

Tradução: Nina Torres Zanvettor

Publicado originalmente em Sputnik News

Conteúdo Relacionado