Pelo Mundo

Espanha forma governo de coalizão pela 1ª vez desde redemocratização

Por uma margem muito pequena, o socialista Pedro Sánchez ganhou do parlamento nesta terça-feira (7) o voto de confiança para permanecer como presidente do governo da Espanha.

09/01/2020 12:18

(Reuters/Stringer)

Créditos da foto: (Reuters/Stringer)

 
O líder do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) formará um governo de coalizão, algo que não ocorria na Espanha desde a redemocratização do país, em 1978, três anos após a morte do ditador Francisco Franco.

Embora governos desse tipo sejam muito comuns na Europa, o cenário político espanhol está há décadas nas mãos ou do PSOE ou do PP (Partido Popular).

Para conseguir uma maioria simples de 167 deputados a favor (165 votaram contra e 18 se abstiveram), os socialistas se aliaram ao Unidas Podemos (UP). A sessão encerrou quase um ano de crise na Espanha, quando nenhuma legenda conseguia o voto de confiança do Parlamento.

Durante esse período, Sánchez permaneceu como chefe de governo em funções, mas não conseguia ser definitivamente empossado pelo Parlamento, apesar de ter ganho as eleições gerais de abril e novembro.

O socialista chegou ao poder após uma moção de censura derrubar o executivo anterior, liderado por Mariano Rajoy, do PP, em seguida a denúncias de corrupção envolvendo a legenda.

O desafio agora será governar por um mandato de quatro anos com uma margem tão pequena de votos em um Congresso bastante fragmentado por novas siglas, como o Vox e o Cidadãos.

*Publicado originalmente em Sputnik BR

Conteúdo Relacionado