Pelo Mundo

Mensagem de Pepe Mujica ao presidente de Nicarágua: "há momentos na vida para dizer 'vou embora'"

Ex-presidente e senador uruguaio manifestou que a situação do país centro-americano e produz tristeza. "Me sinto mal, porque conheço gente tão velha quanto eu, porque recordo nomes e companheiros que perderam a vida na Nicarágua lutando por um sonho", afirmou.

20/07/2018 12:09

Reprodução

Créditos da foto: Reprodução

 

O ex-presidente do Uruguai e atual senador José “Pepe” Mujica manifestou sua forte preocupação pela situação de violência que se vive na Nicarágua e enviou uma mensagem direta ao presidente desse país, Daniel Ortega.

Mujica participou, na última terça-feira (17/7), de uma sessão do Senado uruguaio onde se aprovou uma declaração que condena os atos de violência e repressão aos manifestantes e de violação dos direitos humanos na Nicarágua por parte do governo de Ortega.

“Me sinto mal, porque conheço gente tão velha como eu, porque recordo nomes e companheiros que perderam a vida na Nicarágua lutando por um sonho”, afirmou Mujica durante a jornada.

“Sento que algo que se foi, como em um sonho, se desviou, caiu na autocracia, e entendo que aqueles que antes foram revolucionários perderam o sentido de que há momentos na vida para dizer `vou embora´”, agregou.



A moção aprovada pelo Senado do Uruguai insta o governo de Ortega a estabelecer um diálogo para terminar com a violência, além de pedir eleições livres e transparentes, sem medo e intimidações.

Os protestos contra Daniel Ortega e sua esposa, Rosario Murillo, já produziram mais de 350 vítimas fatais, segundo a Associação Nicaraguense Pró Direitos Humanos (ANDPH).

*Do periódico El Desconcierto, do Chile

Conteúdo Relacionado