Pelo Mundo

Sua voz na conjuntura: Crise econômica internacional se agrava

O objetivo é amplificar a palavra de intelectuais, lideranças sociais e políticas, na construção da ampla convergência de forças e projetos que a encruzilhada brasileira cobra de todos os democratas e progressistas

21/08/2019 18:00

 

 
Crise econômica internacional se agrava – A Argentina é um dos elos mais fracos de um mosaico de crises cujo denominador comum é a saturação da ordem neoliberal no mundo.

Não por acaso o neoliberalismo acaba de sofrer um duro revés no país vizinho, o que rebate diretamente no Brasil.

A sobrevivência do neoliberalismo na economia exige uma radicalização do autoritarismo na política?

Como salvaguardar a democracia brasileira dessa espiral em curso?

Como ir além dos protestos para chegarmos a propostas alternativas de desenvolvimento para o país que convençam a maioria da sociedade?

Ouça o último podcast:

Renato Balbim,  Pesquisador visitante da Universidade da Califórnia
Há uma ação deliberada para colocar o Brasil de joelhos e justificar o entreguismo radical
Todas as dimensões da vida nacional estão em crise; um neoliberalismo fanatizado e conservador assalta o país
Vivemos uma encruzilhada do desenvolvimento; ela põe em xeque as bases da nação e seus laços com a civilização
Interação de crises gera vácuo maior que a sua soma:não há contrapesoas à altura da regressão que flerta com a tirania

Ouça os podcasts anteriores:

Martin Granovsky, direto da Argentina em transe
"Neoliberalismo de Macri fez na economia o mesmo que Bolsonaro na AM: incendiou tudo"
Debate argentino sempre foi pautado pela inflação e a divida; hoje discute- se a fome
Símbolo da emergência alimentar: aposentado é morto ao roubar comida em supermercado
Programa peronista inclui um compromisso inédito: 'jantar é um direito, não um privilégio'


Cesar Locatellieconomista, mestre em Economia, articulista na mídia alternativa.
Quase dois bilhões de pessoas no mundo trabalham na informalidade
'Liberalismo está salvando milhões da miséria no mundo' (Bolsonaro na campanha)
OIT: planeta tem 190 milhões de desempregados; 300 milhões trabalham para continuar pobres
O proletarido de Marx está renascendo como precariado no século XXI

Martin Granovsky, jornalista do Página 12, diretamente de Buenos Aires.
'Argentina entra em moratória e acentua fracasso das políticas neoliberais'
População volta às ruas, responsabilizando o Governo Macri.
Aumentam as chances de vitória da oposição nas eleições presidenciais de 27 de outubro.

Ladislau Dowbor, economista, professor da PUC-SP
'Os 40 anos de vale tudo neoliberal levaram a humanidade a essa antessala da catástrofe'
Sociedades em desagregação acumularam riscos que estão forçando megacorporações a rever estratégias
181 empresas globais reunidas recentemente concluem: não se pode mais trabalhar só para os acionistas
Com um PIB global de US$ 83 trilhões em bens e serviços, a humanidade pode ter o que precisa sem destruir seu futuro

Paulo Kliass, Doutor em economia e especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental.
'Incerteza global  desautoriza aposta de Bolsonaro na retomada rápida'
Ao contrário de 2008, quadro externo crítico encontra o Brasil sob um governo destrambelhado e instável
A rotina de conflitos e impasses é a marca brasileira hoje no mundo: isso não atrai, nem retém capitais.
US$ 360 bi em reservas acumuladas sob Lula e Dilma dão fôlego para reagir. Mas exigiria um governo regulador



Fernando Nogueira da Costa, Professor titular do Instituto de Economia da Unicamp
'O Brasil patina na estagdesigualdade'
A economia não cresce desde 2015 e a desigualdade aumenta. O desemprego na classe D é de 18%; na classe E 30% estão no abandono. A renda de cada um dos 115 mil endinheirados cresceu em R$ 3,5 milhões em plena estagnação.

 
Felipe Coutinho, Presidente da AEPET - Associação Engenheiros da Petrobrás.
O petroleo está por trás da ofensiva das grandes potências: o objetivo aqui é privatizar e entregar a Petrobrás.
Nenhum país se desenvolveu exportando petroleo bruto. No Brasil, são as multinacionais que estão exportando nossas reservas


Martin Granovsky, de Buenos Aires: jornalista do Pagina 12, da Argentina.
Argentina: derrota de Macri nas prévias tem tudo pra ser confirmada em outubro.
As políticas neoliberais implementadas por Mauricio Macri na Argentina receberam uma dura resposta nas eleições prévias de 11 de agosto

Ouça os outros temas de 'Sua voz na conjuntura':

- Defesa da Educação Pública

- Democracia x Arbítrio








Conteúdo Relacionado