Política

A pandemia, o mundo e a geopolítica, por Ignacio Ramonet

 

18/02/2021 11:35

(Reprodução/bit.ly/3bgxpRM)

Créditos da foto: (Reprodução/bit.ly/3bgxpRM)

 
Há quase um ano estamos trancados em casa. Vimos a crise econômica bater à porta, o desemprego atingir cada vez mais pessoas próximas e a vacina para todos parece um horizonte distante, pelo menos para quem está no Brasil. Em meio a isso, é preciso analisar a conjuntura, estabelecer um novo norte e mirar na construção de um novo mundo, quem sabe um pouco mais justo.

O jornalista e sociólogo Ignacio Ramonet tem se dedicado, nos últimos meses, a esta árdua tarefa de pensar o presente e “projetar" um futuro. No próximo domingo (21), ele apresenta a conferência “A pandemia, o mundo e a geopolítica”, a convite do Movimento Esquerda Unida, da República Dominicana.

Ramonet é uma das vozes mais expressivas da imprensa progressista contemporânea. Além de dezenas de livros publicados sobre a imprensa, liberdade de expressão, democracia e geopolítica, o jornalista também foi diretor de redação e reeleito duas vezes presidente do jornal francês Le Monde Diplomatique. Desde 2008 dirige a edição espanhola do periódico.



Na América Latina, Ramonet é responsável por uma das mais célebres entrevistas com o ex-presidente de Cuba, Fidel Castro. O material deu origem ao livro “Cien horas con Fidel”, no Brasil “Biografia à duas vozes” (Boitempo, 2006).

O Movimento Esquerda Unida (MIU, pela sigla em espanhol) é uma frente progressista construída em 1982 na República Dominicana com o objetivo de aglutinar forças de esquerda para “a unidade para tomar o poder”. Trata-se, portanto, de uma corrente política dedicada à unidade da esquerda no país.

A conferência começa às 10 horas (11 horas no horário de Brasília), no domingo (21), e será transmitida via Zoom. O código de acesso à sala é 646 237 1325, e a chave 123456.





Conteúdo Relacionado