Política

Presidentes do PT, PSOL e PCdoB afirmam ao Fórum 21: Frente de Esquerda está em construção

''Os prazos da Lei Eleitoral se esgotaram e não há mais a possibilidade de criação de alianças políticas oficiais. Porém, nada impede que candidatos e candidatas com registro renunciem às suas candidaturas em benefício de uma frente de esquerda'' (Trecho do Manifesto do Fórum 21 'Por uma Frente de Esquerda!')

11/11/2020 17:12

 

 
O Fórum 21 convidou para um encontro virtual realizado ontem à noite (10/11/2020) os/as Presidentes do PT, Gleise Hoffmann; do PCdoB, Luciana Santos; e do PSOL, Juliano Medeiros, com o objetivo de lhes apresentar os resultados obtidos com o lançamento, no último dia 30 de setembro, do Manifesto ‘Por uma Frente de Esquerda!, e fazer diretamente um apelo político em prol da unidade política e prática de “forças de esquerda – mas também democratas antifascistas – [que] estão desafiados a dar uma resposta de audácia política para reordenar a disputa pelo poder, convergindo energias à corajosa construção de um novo protagonista coletivo” em nosso país.

O F 21 reiterou sua preocupação com o avanço do neofascismo, da crise econômica e social e das medidas autocráticas em curso que motivaram a elaboração do Manifesto.

O Manifesto 'Por uma Frente de Esquerda!' recebeu mais de 450 subscrições qualificadas de intelectuais orgânicos, acadêmicos de diversas de universidades e lideranças sociais e políticas de todo o Brasil e até do exterior.

Além de saudar a iniciativa do Fórum 21, um ponto comum nas intervenções dos três presidentes partidários no encontro foi o de que a Frente de Esquerda no Brasil já está em construção efetiva, embora haja ainda um caminho a percorrer e dificuldades a superar.

Gleise Hoffmann, Luciana Santos e Juliano Medeiros também compartilharam do mesmo ponto de vista ao afirmar que as relações políticas hoje entre os partidos de esquerda e centro-esquerda estão muito melhores que há dois anos e tendem a evoluir cada vez mais, se depender da vontade e do empenho deles.

Para este primeiro turno das eleições municipais, @s três presidentes consideraram que houve um esforço político considerável em busca da unidade nos municípios em que isso poderia ser mais adequado e viável, mas os resultados concretos ainda se mostram pontuais e abaixo do necessário. As conversações e tratativas porém continuam, afirmaram.

O Fórum 21, por meio do seu Secretário Político, Joaquim Palhares, agradeceu a atenção, esclarecimentos e compromissos políticos apresentados pel@s president@s do PT, do PCdoB e do PSOL, e manifestou a intenção e o interesse de dar continuidade a esse diálogo político, convidando, para tal, também os presidentes dos partidos de centro-esquerda - os quais, por motivos de tempo e operacionais do Fórum 21, não puderam ser chamados para esse primeiro encontro. A promessa e o compromisso de continuidade foram reafirmados por todos.








Conteúdo Relacionado