Cinema

Rondônia rude e violenta

'Rodantes' é um filme raro, que impressiona com a fulguração de almas perdidas no lusco-fusco de um Brasil profundo, violento e rude, tal como o destino do trio principal

09/11/2021 12:32

(Divulgação)

Créditos da foto: (Divulgação)

 
As frequentes imagens em contraluz não são um simples maneirismo em Rodantes. São um recurso de linguagem. Geram uma visualidade ofuscante, que desfaz os contornos de personagens e lugares, remetendo tudo a um lusco-fusco quase permanente. É assim, entre o turvo e o cegante, que conhecemos Tatiane (Caroline Abras), moça à deriva na prostituição de estrada; Odair (Jonathan Well), rapaz em busca de evasão e de compreender sua sexualidade; e Henry (Félix Smith), imigrante haitiano que luta para sobreviver com sua família. O cenário é Rondônia, com seus bares rodoviários, conflitos de garimpo, chacinas, bordeis e muquifos.

Um Brasil violento e rude, sem delineamento claro, tal como o destino do trio principal. Também sem contornos nítidos é a história de cada um deles. Em meio a uma narrativa ultrafragmentada, reconhecemos curtos flashbacks de seus passados, que apenas insinuam traumas deixados para trás. A câmera oscilante exprime instabilidade, decisões súbitas que podem levar a uma trepada na boleia de um caminhão, a um culto evangélico ou a um ato de brutalidade.

O diretor Leandro Lara (também conhecido como Leandro HBL) não rompe com a linearidade, mas a redesenha com elipses bruscas e recorrências ligadas à água e ao fogo. O que se agarra à sensibilidade do espectador é mais um estado que uma sucessão de fatos. No lugar da vitimização de pobres e desgarrados, Rodantes oferece um curto-circuito de desejos e suplícios que se confundem, mas não deixam espaço para o amor. Coisa ao mesmo tempo vital e trágica.

A fina elaboração do filme se faz com um grande sentido de liberdade, variando entre um mosaico impressionista e cenas físicas de alta potência. A sequência de ação que conclui o filme é um primor de ritmo dramático e desenlace intrigante. Entre os muitos riscos que a proposta correu, o mais bem sucedido é não nos deixar indiferentes por um minuto sequer.

>> >> Rodantes está na plataforma Mubi.

 




Conteúdo Relacionado