Cinema

Uma mostra em que tudo é projeto

Mostra de cinema de arquitetura e urbanismo entra 'onl-ine'. Na programação, um simpático documentário sobre Paulo Mendes da Rocha

29/08/2021 11:13

(Divulgação)

Créditos da foto: (Divulgação)

 
A Cinema Urbana – Mostra Internacional de Cinema de Arquitetura está acontecendo no CCBB Brasília desde 17 de agosto. A partir desta segunda-feira, 30/8, quase toda a programação estará disponível gratuitamente online na plataforma Innsaei TV. As sinopses dos filmes estão aqui.

Vale a pena destacar alguns títulos. Konder: o Protagonismo da Simplicidade faz o perfil de um dos melhores representantes do Movimento Moderno na arquitetura brasileira. O português Brisa Solar aborda a cidade de Maputo, capital de Moçambique, pelas suas origens no ideal modernista. Para Onde Ir com a História mostra o crescimento da extrema-direita na cidade alemã de Dresden.

Brasília está no foco de alguns documentários especiais. O norte-americano A Machine to Live In procura estabelecer conexões entre a arquitetura brasiliense e o misticismo que pulula no Distrito Federal. Galeno, Curumim Arteiro versa sobre a vida e a obra de um dos mais importantes artistas do DF. Luis Humberto: O Olhar Possível lança um olhar poético sobre o grande fotógrafo carioca radicado em Brasília e um dos maiores nomes do fotojornalismo brasileiro.

Os "barcos" de Paulo Mendes da Rocha

Detenho-me aqui um pouco sobre Tudo é Projeto, o filme que abriu a mostra presencial. Nesse simpático e instrutivo documentário, o arquiteto Paulo Mendes da Rocha (1928-2021) é retratado por sua filha, Joana Mendes da Rocha, em parceria com Patrícia Rubano. Em conversas informais e visitas a algumas de suas obras, Paulo discorre sobre suas concepções de arquitetura, urbanismo e design, não raro enveredando por digressões de caráter filosófico.

Mas ninguém espere uma palestra aborrecida sobre conceitos teóricos. Paulo era um homem carismático e simples, capaz de expor suas ideias com clareza e humor. "A arquitetura é a satisfação de necessidades e desejos da sociedade", define, por exemplo. A recorrência frequente a metáforas com navios deixa entrever uma vocação naval herdada do pai, que Paulo replicava em suas grandes estruturas de cimento armado, algumas semelhantes a barcos.

Tudo é projeto (Reprodução)

Juntos, pai e filha percorrem locais como a Praça do Patriarca e o SESC 24 de Maio (ainda em obras), em São Paulo, o Museu Cais das Artes de Vitória, O Museu Nacional dos Coches em Lisboa e a casa da família no Butantã, esta uma moradia sem portas internas e sem janelas convencionais. Em cada uma dessas escalas, o arquiteto expõe suas motivações, o que equivale a uma aula in loco sobre arquitetura contemporânea. Ousadias como a Casa Gerassi, construída com módulos pré-fabricados, e a cadeira Paulistana, uma lona encaixada num tubo envergado, dão conta do caráter essencialista dos seus projetos.

É muito brevemente mecionado o fato de que Paulo teve seus direitos políticos cassados pelo AI-5 em 1969, junto com mais de 60 professores da USP, numa época em que se discutia a função social do arquiteto. Foi proibido de dar aulas, retornando somente em 1980, assim mesmo na posição modesta de professor adjunto, que não condizia com sua importância.    

Como todo perfil elogioso, há espaço para as premiações (Leão de Veneza e Prêmio Pritzker, o Nobel da Arquitetura) e honrarias, como o título de Doutor Honoris Causa da Universidade de Lisboa. Mas esse aspecto mais, digamos, "chapa branca" é compensado pela descontração com que pai e filha interagem diante da câmera e deixam transparecer um processo conduzido em regime de intimidade.

Tanto assim que Paulo, em dado momento, se sente à vontade para desmistificar seu mestre Oscar Niemeyer. Depois de explicar que o Edifício Copan, com sua estrutura delgada, é curvo para melhor resistir aos efeitos do vento, ele comenta, com ar maroto: "O Niemeyer deixou que dissessem isso, que eram as formas da montanha, da mulher... Ele era muito sacana".

>> Tudo é Projeto pode ser visto na plataforma Innsaei TV.

image.gif
>> Toda a programação da mostra está na mesma plataforma.

Trailer:



Conteúdo Relacionado