Clipping Internacional

Clipping Mundo - 03/12/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

03/12/2021 09:07

(Mauro Pimentel/AFP)

Créditos da foto: (Mauro Pimentel/AFP)

 

1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

RECESSÃO ECONÔMICA/O país entrou em ‘recessão técnica’ devido a 2 trimestres consecutivos de crescimento negativo. Problemas climáticos, que fizeram despencar a produção agrícola, deixaram a economia brasileira em "recessão técnica". A economia brasileira contraiu 0,1% no terceiro trimestre do ano em relação ao segundo, com a qual o país entrou em "recessão técnica" devido a dois trimestres consecutivos de crescimento negativo, afetado principalmente por problemas climáticos, que despencaram a produção agrícola. O setor de serviços, responsável por 70% da oferta do PIB brasileiro, cresceu 1,1% no terceiro trimestre, impulsionado pela reativação das atividades e pelo fim das restrições impostas para fazer frente à pandemia. (El Diário, Espanha; El País, Espanha; Página 12, Argentina; La Diaria, Uruguai; El Clarín, Argentina; La Jornada, México) | bit.ly/3EkYNLR | bit.ly/3ruI6tx | bit.ly/31qH3A7 | bit.ly/3Gfco7X | bit.ly/3IgQK4Z | bit.ly/3rylzfE | bit.ly/3DlPwBR

ANDRÉ MENDONÇA/ O Senado brasileiro aprovou André Mendonça, candidato de Jair Bolsonaro ao STF. O Senado brasileiro aprovou a nomeação do pastor evangélico e ex-ministro da Justiça, André Mendonça, como juiz do Supremo Tribunal Federal do Brasil (STF), o mais alto tribunal de justiça do país. O presidente Jair Bolsonaro foi quem nomeou Mendonça, a quem considera alguém "terrivelmente evangélico". E o próprio ministro afirmou que ‘evangélicos têm agora representante no STF’. O presidente brasileiro considera o novo juiz como alguém "terrivelmente evangélico". Com 47 votos a favor e 32 contra, o plenário do Senado aprovou a indicação de Mendonça, que substituirá o juiz Marcos Aurélio Mello após sua aposentadoria em julho passado. Quando Bolsonaro indicou Mendonça para preencher a vaga, fez um pedido: "que uma vez por semana as sessões do STF comecem com uma oração", embora o mesmo jurista tenha descartado o pedido do presidente à comissão. (Página 12, Argentina; RFI, França; El Periodico, Espanha; El Espectador, Colômbia; El Clarín, Argentina) | bit.ly/3Gcw8sC | bit.ly/3G2qXLK | bit.ly/3GaQxyp | bit.ly/3plwkiB | bit.ly/31tBUqY

PANDEMIA-OMICRON/ São Paulo e 15 outras cidades cancelam as comemorações do Ano Novo. São Paulo, a metrópole mais populosa do Brasil, cancelou na quinta-feira a véspera de Ano Novo, que tradicionalmente reúne dois milhões de pessoas na Avenida Paulista, por medo de uma disseminação da variante Omicron do Covid-19 após a detecção dos três primeiros casos. O governador do estado de mesmo nome, João Doria, também em Nova York, anunciou no Twitter "a manutenção da obrigatoriedade de máscara em espaços abertos", seguindo recomendação da Comissão Científica. Mais da metade das capitais brasileiras - 16 de 27 - cancelaram o Reveillon, de Recife a Brasília ou Porto Alegre. Por enquanto, o Rio de Janeiro mantém seu icônico Réveillon, que reúne três milhões de foliões na imensa Praia de Copacabana. (La Presse, Canadá; El Mercurio, Chile; Diario Correo, Peru; Últimas Notícias, Venezuela; El País, Uruguai) | bit.ly/3phQJF2 | bit.ly/3rFwyDM | bit.ly/3oi9Uzk | bit.ly/3EkKl6d | bit.ly/3lvrkXs

SERGIO MORO/ Foram anuladas sentenças de ex-ministro Lula e de outras 12 pessoas julgadas por Moro. A Justiça brasileira anulou nesta quarta-feira a condenação contra Antonio Palocci, que foi ministro no Governo de Luiz Inácio Lula da Silva, e outras 12 pessoas julgadas pelo então juiz e hoje possível candidato à presidência, Sergio Moro. A decisão foi proferida pelo magistrado do Superior Tribunal de Justiça (STJ) do Brasil, Jesuíno Rissato, que alegou que Moro, à época, era o encarregado de julgar em primeira instância os processos relacionados à operação anticorrupção Lava Jato, ele não tinha competência para assumir o processo. (Última Hora, Paraguai) | bit.ly/3IhA0KH

AUXÍLIO BRASIL/ O Senado aprova um projeto que financia o novo programa social do Bolsonaro. O Senado brasileiro aprovou nesta quinta-feira um projeto de lei que se propõe a adiar o pagamento de dívidas judiciais do Estado e destinar esse dinheiro a um novo programa de subsídios sociais promovido pelo Governo de Jair Bolsonaro. Apesar de o Senado ter sancionado a segunda sanção do projeto, o fez com algumas modificações em relação ao que foi definido na Câmara dos Deputados, que na próxima semana terá que debater novamente o assunto e, caso apoie, sair aprovou definitivamente. As mudanças introduzidas no Senado são mais de forma do que de conteúdo e os dois pontos fundamentais para o Governo permanecem quase inalterados, apesar da preocupação que geram nos mercados, que os consideram uma ameaça ao equilíbrio fiscal, que o Brasil não garante. Esse dinheiro será usado para financiar um novo plano de subsídios aos mais pobres, batizado pelo governo de Auxilio Brasil, que tem gerado imensas dúvidas, já que seu financiamento está garantido apenas para 2022, quando será realizada uma eleição presidencial em que o Bolsonaro aspira renovar o seu mandato. (El Diário, Espanha) | bit.ly/3IgQMtD

PANDEMIA-RIO DE JANEIRO/ Rio de Janeiro amplia exigência do certificado de vacinação contra a Covid-19. A cidade brasileira do Rio de Janeiro estendeu hoje a exigência do certificado de vacinação contra a Covid-19 a mais serviços, como bares, restaurantes, centros comerciais, cabeleireiros e táxis, devido a receios com a nova variante, Omicron. 'Passaporte de vacinação' será exigido de maiores de 12 anos com efeitos imediatos e estende para mais atividades a exigência, que até agora estava em vigor para estádios, ginásios, piscinas, centros de treinamento, clubes, museus, exposições, aquários, parques de diversão, congressos e feiras. (Correio da Manhã, Portugal; Jornal de Noticias, Portugal) | bit.ly/3lxcDTH | bit.ly/3IjyI27

PASSAPORTE DA VACINA/ Bolsonaro reafirma que não haverá "passaporte de saúde" no Brasil. O presidente Jair Bolsonaro reafirmou nesta quinta-feira que seu governo não planeja implementar o chamado "passaporte da saúde" no país, pois "a liberdade está acima de tudo" e cada cidadão pode decidir se vai ou não vacinar. A adoção do "passaporte de saúde" tem sido exigida nos últimos dias por diversos setores científicos, depois que os primeiros casos da variante Omicron da Covid-19 foram verificados no país, em pessoas que chegaram da África do Sul ou da Etiópia. Os três primeiros casos foram detectados na cidade de São Paulo, e outros dois foram confirmados nesta quinta-feira em Brasília, enquanto se analisam outras infecções de passageiros que também voltaram do continente africano ao Brasil (El Diário, Espanha) | bit.ly/3rxmug9

BOLSONARO-RÚSSIA/ Bolsonaro confirma visita à Rússia em 2022. O presidente brasileiro Jair Bolsonaro confirmou nesta quinta-feira que fará uma visita oficial à Rússia no início do ano que vem, após receber o convite de seu homólogo russo, Vladimir Putin, esta semana. Segundo o dirigente de extrema direita, a Rússia tem demonstrado "interesse" na potência sul-americana, por isso o encontro buscará fomentar os investimentos daquele país no Brasil. Esse convite foi feito num encontro entre os chanceleres dos dois países que defenderam a retirada dos obstáculos atualmente existentes ao uso da vacina russa Sputnik no Brasil, aprovada "com condições" pelo órgão regulador no Brasil, para a qual ainda não conseguiu entrar no país. (El Diário, Espanha; Sputnik News, Rússia) | bit.ly/3El6TEd | bit.ly/3lxQqoz

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

AMÉRICA LATINA/ Mais proteção social, chave para a recuperação na América Latina. O estudo ‘Latin American Economic Outlook 2021’ propõe maior proteção social para a formalização das economias para combater a precarização do trabalho. Maior proteção social e formalização das economias para combater a precarização do emprego são duas das principais propostas apresentadas nesta quinta-feira por quatro organismos internacionais como medidas urgentes para combater a crise econômica após a pandemia na América Latina. Abordar essas duas frentes será essencial para evitar a reversão dos avanços socioeconômicos das últimas décadas na região, apontam eles no relatório Perspectivas Econômicas da América Latina 2021. (Página Siete, Bolívia) | bit.ly/3xRxtlR

ARGENTINA/ O fantasma do 'corralito' ressurge na Argentina 20 anos depois. Duas décadas após o congelamento da poupança que gerou uma grave crise política e social, teme-se uma reedição do desastre. A falta de dólares e o papel do FMI voltam à cena já naquele dezembro de 2001. Dezembro invoca os fantasmas mais incômodos da Argentina. Eles vagam movidos pela crise econômica, pelo medo e pela desesperança. Vinte anos depois do 'corralito', a crise financeira que explodiu o país como uma bomba coletiva, as memórias daquele mês de 2001 surgem como um reflexo. A notícia falsa de uma potencial reedição de traumas passados tem sido de tal magnitude que o Banco Central (BCRA) garantiu que não há possibilidade de que a economia em dólares seja novamente confiscada. (El Periódico, Espanha) | bit.ly/3lwpN3t

CHILE/ Gabriel Boric lidera as pesquisas antes da votação de 19 de dezembro. As pesquisas antes da votação de 19 de dezembro no Chile indicam que o candidato de esquerda Gabriel Boric teria 54 por cento dos votos, em comparação com 46 por cento do candidato de extrema direita, José Antonio Kast. O candidato de esquerda recebeu o apoio de mais de 100 prefeitos chilenos. Ela também indica que Boric logra capturar os votos dos ex-candidatos de esquerda e centro-esquerda, assim como os votos dos que votaram em Parisi no primeiro turno e que havia tido 12,8 % dos votos. (Página 12, Argentina; La Jornada, México) | bit.ly/3EmsVGA | bit.ly/3Gr9o8H

PERU-OMICRON/ Peru impõe toque de recolher preventivo no Natal e no Ano Novo. O alerta global para a variante Omicron do Covid-19, com potência de transmissão superior à do Delta, fez com que o governo do Peru tomasse medidas extremas, como toque de recolher para o Natal e Ano Novo, além de voltar para o reabertura da fronteira com o Chile, entre outros. O Governo do Peru anunciou nesta quinta-feira um toque de recolher no Natal e no Ano Novo, entre 01h00 e 04h00 (hora local), na região metropolitana de Lima, Callao e em todas as regiões do país que não estão em alto nível de alerta para COVID-19, decorrência da irrupção da variante Omicron do coronavírus. (El Desconcierto, Chile) | bit.ly/3ojX6Zx

EUA-OMICRON/ O novo plano contra o vírus de Biden visa manter a economia aberta à medida que o Omicron se espalha. A estratégia do presidente Biden inclui novos requisitos de teste para viajantes internacionais e reembolso de seguro para testes caseiros de coronavírus. A abordagem do presidente Biden para o teste rápido gratuito exigirá algum trabalho braçal, como o envio de recibos às seguradoras. Depois de quase um ano promovendo a vacinação como forma de sair da pandemia, Biden não conseguiu superar a resistência às vacinas nos estados vermelhos e nas áreas rurais. Sua nova estratégia muda de um foco quase singular na vacinação e coloca uma nova ênfase nos testes - um reconhecimento tácito pela Casa Branca de que a vacinação não é suficiente para encerrar a pior crise de saúde pública em um século. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/3Em3V2a

ALEMANHA/ A Alemanha impõe novas restrições aos não vacinados e avança com a vacinação obrigatória. Eles não poderão se encontrar com pessoas fora de seu núcleo familiar. A Alemanha vai expandir as restrições nacionais para pessoas não imunizadas e impor a vacinação cobiçada obrigatória, confirmou a chanceler Angela Merkel, após sua reunião com seu sucessor, Olaf Scholz, e líderes regionais. Este segmento da população também não poderá se encontrar com pessoas fora de seu núcleo familiar. Foi também confirmado que um projeto de lei sobre a vacinação obrigatória, apoiado por Scholz, será apresentado ao Parlamento nos próximos dias, com efeitos a partir de fevereiro ou março. A Alemanha ultrapassou 70.000 casos de coronavírus em um dia pela segunda vez hoje e, embora a situação tenha melhorado um pouco nos últimos dias, as autoridades dizem que ainda é alarmante, com muitos hospitais desabando e outros próximos da saturação. (Página 12, Alemanha) | bit.ly/3pqH9Qm

PANDEMIA-OMICRON/ Coronavírus no mundo, a variante Omicron se espalha de Nova York à Austrália. Atenção particular em Sydney, onde a variante começa a se espalhar até mesmo entre quem não esteve no exterior ou teve contato com quem esteve recentemente. Cinco casos da variante Omicron de Covid foram detectados na cidade de Nova York. O prefeito Bill de Blasio e a governadora do estado Kathy Hochul anunciaram. A pessoa com teste positivo "não viajou para o exterior e não tem laços com ninguém que tenha viajado para o exterior", disse o Departamento de Saúde do Estado de New Wales South, especificando que a busca por casos de contato ainda estava em andamento. Nove outros casos da variante Omicron foram detectados na Austrália, todos em viajantes do exterior. (La Repubblica, Itália) | bit.ly/3lvrs9o

ANTIVACINA/ Antivacina que tratou sua infecção de Covid com desinfetante à base de dióxido de cloro morre. Johann Biacsics, um dos líderes do movimento antivacinação no país, a Áustria, teria contraído Covid-19 em outubro e disse que começou a se administrar com um produto contendo dióxido de cloro, uma substância que é alardeada por alguns como um tratamento para a doença bem como muitas outras doenças. Biacsis recusou o plano de tratamento que os médicos lhe ofereceram, convencido de que ele venceria a infecção aguda. Eventualmente, ele decidiu deixar o hospital, ligando para o filho que o buscou e o levou para casa onde morreu. (Newsweek, EUA) | bit.ly/3pmyePW

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Eliane BrumBrasil/racismo estrutural (El País, Espanha) | “O que o jornalista branco fez para a escritora negra? A história de Carolina Maria de Jesus, um dos maiores ícones da literatura brasileira, e de Audálio Dantas, o jornalista que ela encontrou para ajudá-la a publicar em um dos países mais racistas do mundo. (El País, Espanha) | bit.ly/32PTPbP

Josuel Gonçalves – Brasil (Público, Portugal) | “As grandes encruzilhadas brasileiras” | bit.ly/3oiYzPs

Naiara Galarraga Gortázar e Afonso Benites - Brasil/Bolsonaro (El País, Espanha) | “Bolsonaro cumpre sua promessa: juiz “terrivelmente evangélico” entra no STF” | bit.ly/3DhVX91

Jack Nicas, reportagem – Brasil/Nordeste (The New York Times, EUA) | “Um desastre climático em câmera lenta: a expansão de uma terra árida. No Nordeste do Brasil há muito vítima de secas, agora está efetivamente se transformando em um deserto. A causa? As mudanças climáticas e os proprietários de terras mais afetados.” | nyti.ms/3ppRTi4

Lina Sankari Venezuela/Imperialismo (L’Humanité, França) | “Atrás de Alex Saab, a asfixia de um povo. Caracas está se mobilizando para a liberação de seu diplomata encarregado de negociar alimentos e remédios. Preso em Cabo Verde, foi extraditado ilegalmente para os Estados Unidos.” | bit.ly/31hcZY1

Olivier Haynes – França/extrema direita (Tje guardian, Inglaterra) | “Quando o candidato de extrema direita toca o ‘berrante’, a França não deve relaxar que os jovens não o seguirão. O movimento jovem em torno de Éric Zemmour, embora pequeno, é uma indicação de que essa geração profundamente política também pode ser niilista” | bit.ly/31nKuYw




Conteúdo Relacionado