Clipping Internacional

Clipping Mundo - 05/12/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

05/12/2021 09:30

 

 

1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

BOLSONARO/ STF abre investigação a Bolsonaro por ter relacionado vacinas da covid-19 com a sida. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, será investigado no STF por vincular a vacina à AIDS, mais um exemplo de sua negação diante da pandemia, que já começa a pesar na Justiça e da qual ele distanciou-se, seu novo partido político. O magistrado Alexandre de Moraes, um dos onze juízes do STF, ordenou a abertura de inquérito contra ele por vincular a vacina contra covid-19 à AIDS. E não é o primeiro. Já são cinco as investigações que Bolsonaro enfrenta no Supremo Tribunal desde que assumiu o poder, em janeiro de 2019, por diversos assuntos, que vão desde uma suposta interferência política na Polícia Federal a possíveis irregularidades nas negociações para compra de vacinas, passando pela disseminação de boatos. O novo processo é resultado de nota que deu no dia 21 de outubro em sua transmissão semanal nas redes sociais, quando sugeriu que quem é vacinado tem maior risco de desenvolver AIDS, o que foi negado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). (El Diário, Espanha; Público, Portugal; Tribune de Genève, Suíça; The Independent, Inglaterra; Le Monde, França; Correio da Manhã, Portugal; La Repubblica, Itália; La Stampa, Itália; Il Messaggero, Itália; La Presse, Canadá; Al Jazeera, Catar; CNN, EUA; El Periódico, Espanha; South China Morning Post, Hong Kong; Diário Correo, Peru; Última Hora, Paraguai; Página Siete, Bolívia) | bit.ly/3lDpSSV | bit.ly/3Ijqg2P | bit.ly/3pvWYVR | bit.ly/3GfyHdt | bit.ly/3rCUUOH | bit.ly/3przam3 | bit.ly/3rCUV5d | bit.ly/3oqiEnb | bit.ly/3rzKoHR | bit.ly/3lzqUiI | bit.ly/3psT2oZ | cnn.it/31viT7R | bit.ly/3rBaavq | bit.ly/3lApzZ4 | bit.ly/3IxMdeL | bit.ly/3pvNlXk | bit.ly/3pw6gRM

RIO DE JANEIRO-PANDEMIA/ Rio cancela sua festa de fim de ano após os primeiros casos de Omicron no Brasil. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou neste sábado o cancelamento da festa oficial de Réveillon da cidade, que antes da pandemia atraía milhões de turistas, após registrar os primeiros casos da variante omicron do coronavírus no Brasil. “Vamos cancelar a festa oficial do 'Réveillon' no Rio. Eu tomo a decisão com tristeza, mas não podemos organizar a festa sem a garantia de todas as autoridades sanitárias”, disse Paes em suas redes sociais. O prefeito do Rio assinalou que sua administração ‘respeita a ciência’ e que cumpriram a recomendação "mais restritiva", uma vez que, conforme revelado, a comissão científica da Câmara Municipal era favorável às festividades, mas a do estado do Rio não. (El Diario, Espanha; Diário de Notícias, Portugal; Página 12, Argentina; Correio da Manhã, Portugal; El País, Espanha; El Clarín, Argentina; Diario Correo, Peru; UYPress, Uruguai; Última Hora, Paraguai) | bit.ly/3Ijl3Id | bit.ly/3GiWSYO | bit.ly/3donw5O | bit.ly/3xW2YLA | bit.ly/3oljmlz | bit.ly/31mzBq4 | bit.ly/3pvX3c7 | bit.ly/3pxhy8F | bit.ly/3rDm4Fg

RIO DE JANEIRO/ Samba, cachaça e ovos em conserva: bares de ‘pés sujos’ são o ‘coração do Rio. Um cruzamento entre um bar e uma colher gordurosa, as amadas (e orgulhosamente imundas) juntas de abertura na parede do Rio de Janeiro são alguns dos espaços mais democráticos em uma cidade profundamente desigual. Nem seu bar. Os bloqueios de pandemia e as vendas perdidas quase mataram o lugar e as centenas de locais onde se bebe. Mas agora, em um dos sinais mais claros de que o Rio de Janeiro está voltando ao normal, os “pés sujos” da cidade estão de volta. (The New York Times, EUA; Boston Globe, EUA) | nyti.ms/3pwdXYc | bit.ly/3xTKWte

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

OS LUCROS DA PFIZER/‘Muro de sigilo’ nos contratos da Pfizer como empresa acusada lucros excessivos com a vacina. A Pfizer é acusada por um ex-funcionário sênior da saúde dos EUA de "lucrar com a guerra" durante a pandemia. Em uma investigação do Channel 4 Dispatches a ser transmitida esta semana, Tom Frieden, que foi diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos de Barack Obama, disse: “Se você está apenas se concentrando em maximizar seus lucros e você é uma vacina fabricante ... você está lucrando com a guerra. ” A Pfizer enfrenta um crescente escrutínio sobre a escala de seus lucros e a proporção de doses que distribui a países de baixa renda. Enquanto a AstraZeneca concordava em vender sua vacina a preço de custo durante a pandemia, a Pfizer queria garantir seus lucros. Anna Marriott, gerente de políticas de saúde da Oxfam, disse: “É deplorável que bilhões de pessoas em todo o mundo estejam tendo as vacinas negadas para que as empresas farmacêuticas possam ter lucros obscenos. Dado que o investimento público foi crucial para o desenvolvimento de vacinas, é incompreensível que monopólios farmacêuticos estejam sendo priorizados sobre a vida das pessoas.” (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3GfNuFb

CHILE/ Boric lidera as pesquisas, enquanto Kast tenta contra-atacar sem sucesso. O candidato de esquerda está percorrendo o país com uma equipe renovada e agregando apoio. O ultradireitista busca moderar seu discurso: lamenta ter proposto o fechamento do Ministério da Mulher. Pesquisas como Tu Influyes dar ao ex-líder estudantil 47% em comparação com 34%, enquanto os Critérios prevêem 54% e o CADEM lhe dá 40% em comparação com 35% para Kast. Bons resultados que têm fortalecido a estratégia do candidato de esquerda de aparecer nos espaços públicos, visitar o norte e o sul do país (onde não obteve maiorias) e tentar ganhar votos apontando para o “centro” político, desde a esquerda setores já estão convencidos. (Página 12, Argentina; Ahora el Pueblo, Bolívia) | bit.ly/3rDmhZ8 | bit.ly/3lEisPl

CHILE-EXTREMA DIREITA/ Investigação nega declaração do candidato chileno Kast: seu pai era sim filiado aos nazistas. Um jornalista chileno investigou o Arquivo Federal Alemão e encontrou o arquivo de Michael Kast, pai do candidato presidencial chileno, nas fileiras do Partido Nacional Socialista. A divulgação contradiz o que disse o candidato. A publicação dos arquivos oficiais alemães, que dão conta da assinatura voluntária do pai do candidato presidencial chileno nas fileiras do nazismo, causou polêmica no país andino, após as várias recusas do candidato presidencial de extrema direita José Antonio Kast , sobre o suposto passado nazista de seu pai. (UYPress, Uruguai) | bit.ly/3Imzyeb

HONDURAS/ Xiomara Castro, uma presidente para salvar um país fragilizado. A eleição de Xiomara Castro pode melhorar a sorte deste frágil país, sangrado pelo êxodo da população para os Estados Unidos. Surgida em 1904 pela pena do escritor americano O. Henry, a expressão "república das bananas" foi cunhada pela primeira vez para descrever Honduras, depois aplicada aos países vizinhos. Como os outros estados da América Central, este país era então uma colônia quase agrícola, onde a empresa ianque United Fruit Company maximizava seus lucros às custas dos trabalhadores latinos. Um século depois, o destino desta nação continua ligado aos Estados Unidos. Mas por razões diferentes. É de fato de Honduras (9,9 milhões de almas), Guatemala (17 milhões) e El Salvador (6,5 milhões), os três países do "Triângulo Norte", que a maioria dos migrantes que desejam cruzar, mais ao norte e com a ajuda de contrabandistas, na fronteira EUA-México. (L’Express, França) | bit.ly/3rDmifE

PERU/ Extrema direita promove golpe parlamentar contra Pedro Castillo. Quatro meses após a posse, o acusam de "incapacidade moral". Os últimos cálculos revelam que a oposição tem potencial para ultrapassar a barreira dos 52 votos, levar o presidente ao Congresso e submetê-lo ao impeachment. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3GdWxGD

IÊMEN-ARÁBIA SAUDITA/ Arábia Saudita pressionou para não se investigarem crimes de guerra no Iémen. Ameaças de criar obstáculos a deslocações a Meca e ajudas financeiras terão causado mudanças de sentido de voto no Conselho de Direitos Humanos da ONU. Mas agora cerca de 60 organizações humanitárias tomam posição para que a ONU avance com investigação. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/3GfiTYf

GUERRA FRIA/ Biden e Putin farão videoconferência em 7 de dezembro, temas incluem Ucrânia. Biden deverá sublinhar suas preocupações quanto à atividade militar da Rússia junto da fronteira russo-ucraniana e defender a soberania e integridade territorial da Ucrânia. Dmitry Peskov, porta-voz presidencial da Rússia, detalhou que o encontro acontecerá na terça à tarde, sublinhando que a duração será determinada pelos líderes dos dois países. (Sputnik News, Rússia) | bit.ly/3rGTiU3

FRANÇA/ Presidencial 2022. Valérie Pécresse, candidata de uma direita autoritária e ultraliberal. Valérie Pécresse vence a primária, Eric Ciotti é o outro vencedor. A linha, dura, junto à extrema direita, do deputado dos Alpes-Marítimos terá pesado em toda a campanha desta primária reservada aos membros da LR, marcada pela escalada de propostas por vezes fora do quadro constitucional em termos de segurança, imigração e “a luta contra o separatismo islâmico”. Ela promete realizar um projeto focado em imigração, segurança e austeridade. (L’Humanité, França) | bit.ly/3IljJ7A

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Eric Nepomuceno - Brasil/Bolsonaro (Página 12, Argentina) | “Vitória de Bolsonaro, ameaça para o Brasil” | bit.ly/3ImmtSk

Robert Reich – EUA/Direita (The Guardian, Inglaterra) | “Não há mais dúvidas: a suprema corte dos Estados Unidos é dirigida por trapaceiros partidários” | bit.ly/3xVECBv

Mariana Mazzucato, entrevista – Capitalismo/política (Expresso, Portugal) | “Os Governos precisam de uma revolução.” | bit.ly/3pweZ6q

Nora Quintanilla – Capitalismo/desigualdade (El Clarín, Argentina) | “Os grandes milionários do mundo aumentaram suas riquezas este ano: como eles fizeram isso? Jeff Bezos, Elon Musk, Mark Zuckerberg e outros continuam enchendo seus cofres. Figuras astronômicas e uma estratégia comum.” | bit.ly/3rDmnQu

Bernie Sanders e Ro Khanna – EUA/Iêmen (The Guardian, Inglaterra) | “Aviões de guerra sauditas bombardeiam o Iêmen com a ajuda dos EUA. Isso deve acabar. Os EUA estão alimentando a maior crise humanitária do mundo” | bit.ly/3rDmj3c

Jonathan FreedlandEUA/Extrema direita (The Guardian, Inglaterra) | “O Partido Republicano está abraçando a violência em nome de Trump. Ameaças de morte, ‘gerrymandering’ e supressão de votos estão sendo normalizados pelo direito dos EUA de manter o trumpismo vivo” | bit.ly/3lE0TyO

Dolores Gandulfo – Honduras (Página 12, Argentina) | “Honduras: da violência à reconciliação” | bit.ly/2ZWKNsx

Robin McKieCovid-19/Omicron (The Guardian, Inglaterra) | “Omicron: o que sabemos sobre a nova variante da Covid?” | bit.ly/3DpE08v

Marc Bassets – França/extrema direita (El País, Espanha) | “Éric Zemmour, oráculo de uma França ‘nostálgica e reacionária’" | bit.ly/3rDmjjI

Ariel GoldPalestina (The Nation, EUA) | “A reconstrução de Gaza foi um fracasso. O plano de 2014 institucionalizou amplamente o controle de Israel da região e falhou os habitantes de Gaza.” | bit.ly/3EvviXC

Saskia Peachey – Julian Assange (Jacobin, EUA) | “Austrália Sacrificou Julian Assange pelos Estados Unidos” | bit.ly/3G72THQ



Conteúdo Relacionado