Clipping Internacional

Clipping Mundo - 06/10/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

06/10/2021 10:26

(AFP)

Créditos da foto: (AFP)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

Pandora Papers e Guedes. Justiça brasileira investiga Guedes.
A Justiça brasileira deu início a uma investigação preliminar contra o ministro da Economia, Paulo Guedes, chefe de uma empresa offshore incluída nos Pandora Papers divulgados pelo Consórcio Internacional para Jornalismo Investigativo. Guedes criou a empresa offshore Dreadnoughts nas Ilhas Virgens em 2014, que continua a operar até hoje. Se assim for, o ministro teria violado as normas vigentes que impedem um servido de ser titular de conta no exercício de função pública que lhe permite acessar informações privilegiadas. O Procurador-Geral da República, Augusto Aras, empossado pelo Bolsonaro em 2019, saberá se Guedes continua como titular daquela conta e se lhe remeteu dinheiro desde que assumiu o cargo, em janeiro de 2019. Aras disse: “ Como de costume, haverá uma investigação preliminar, para ouvir as pessoas e receber os documentos. Se for necessário, faremos o pedido de abertura de processo ao Supremo Tribunal Federal. A primeira pessoa a ser ouvida será o Guedes”, disse em diálogo. com o site Poder360, mas esclareceu que a Procuradoria-Geral da República “não pode investigar com base em reportagens da imprensa”. (Página 12, Argentina) bit.ly/3BhfVR9 

Eleições no Brasil / Um ano para as eleições no Brasil, para um duelo entre Bolsonaro e Lula? Bolsonaro, de 66 anos, tem um saldo duramente criticado, especialmente por sua gestão da pandemia - quase 600.000 mortes - e uma deterioração econômica. A um ano das eleições no Brasil, o ex-presidente de esquerda Luiz Inácio Lula da Silva é o favorito ante Jair Bolsonaro, mas analistas não excluem um caminho com choques e até um desfecho tenso, como ocorreu este ano nos Estados Unidos. O presidente de extrema direita, cuja popularidade despencou nos últimos meses, teria 26% dos votos no primeiro turno de 2 de outubro de 2022, ante 44% de Lula, segundo levantamento do Instituto Datafolha, em 17 de setembro. (La Razón, Bolívia) bit.ly/3uNrqNF

Fome no Brasil. Brasil enfrenta crise de fome crescente com a COVID. Com as consequências econômicas da devastação da COVID-19, um número crescente de pessoas no Brasil está lutando para comprar alimentos. O desemprego levou milhões à pobreza, enquanto o aumento dos preços dos alimentos e a redução da ajuda governamental significam que muitos estão lutando para sobreviver. A Al Jazeera English publicou este vídeo, intitulado “Brasil enfrenta crise de fome crescente com COVID”. (The Global Herald, Reino Unido) bit.ly/3uNWooF

Novo partido. União Brasil: direita cria maior partido do Brasil para fazer frente a Lula e Bolsonaro. Num país com 30 partidos no Congresso Nacional, fora aqueles sem representação parlamentar e os 77 à espera de aprovação do Tribunal Eleitoral para nascer, a notícia de uma fusão é rara. Mas acontece. No final de setembro, o DEM, partido da direita tradicional, e o PSL, formação liberal que abrigou Jair Bolsonaro em 2018, resolveram juntar-se no União Brasil, partido que, no mínimo, será decisivo no poder legislativo e na corrida aos governos estaduais e, no máximo, pode até eleger o novo presidente da República. "É obvio que o nosso desejo é que o novo partido nasça como o maior e o mais importante do Brasil, não apenas em número de parlamentares, mas em governadores para 2022, e tenha possibilidade de criar um projeto nacional próprio até porque a prioridade será lançar um candidato a Presidência da República", disse Antônio Carlos Magalhães Neto, mais conhecido na política brasileira por ACM Neto, e presidente de um dos cônjuges, o DEM. (Diário de Notícias, Portugal) bit.ly/3abq5qq

Bolsonaro será indiciado. Senado se prepara para julgar Bolsonaro por crimes contra a saúde pública.
"Com certeza, o presidente Bolsonaro será indiciado por todos os crimes que cometeu." O chefe da comissão do Senado que investiga a administração governamental em face da COVID, Renan Calheiros, informou nesta terça-feira, 5 de outubro, que o presidente Jair Bolsonaro terá de responder por diversos crimes contra a saúde pública. “Com certeza, o presidente Bolsonaro será imputado por todos os crimes que cometeu”, disse Calheiros, que integra a comissão que apura as omissões do Executivo diante da pandemia, que já matou quase 600 mil pessoas. A comissão parlamentar foi instalada no passado mês de abril e desde então tem apurado indícios de inúmeras irregularidades, que vão desde a aposta do Governo em remédios ineficazes contra a COVID até possíveis questões de corrupção na negociação de vacinas contra o coronavírus. (Kaosenlared, Espanha) bit.ly/3ldDWCT

Varejo decepciona. Vendas no varejo brasileiro caem em agosto.
As vendas no varejo brasileiro caíram em agosto em relação ao mês anterior e em relação ao ano anterior, enquanto a maior economia da América Latina luta para se recuperar dos efeitos da pandemia COVID-19, segundo o IBGE, órgão oficial de estatísticas do governo. O IBGE informou nesta quarta-feira que as vendas no varejo brasileiro caíram 3,1% no mês em relação a julho, e 4,1% na comparação anual. A queda é uma surpresa, já que analistas em uma pesquisa da Reuters previram um aumento mensal de 0,7% nas vendas no varejo para agosto e um aumento de 2% nas vendas em relação ao mesmo mês do ano anterior. O IBGE informou que as vendas de móveis e eletrodomésticos caíram quase 20% em agosto em relação ao mesmo mês do ano passado, pesando no indicador. (Yahoo Finance, EUA) yhoo.it/3aces2t

Jogador de futebol brasileiro preso. Ele “enfrenta acusações de tentativa de homicídio” após nocautear o árbitro com um chute na cabeça durante a partida.
Um jogador de futebol brasileiro foi preso após um ataque violento a um árbitro, que foi hospitalizado inconsciente. Fontes alegam que a polícia irá julgá-lo por tentativa de homicídio depois que ele chutou a cabeça de sua vítima. O incidente ocorreu durante uma partida entre São Paulo-RS e Guarani na Série A2 do Campeonato Gaúcho. Por volta dos 15 minutos do segundo tempo, no Estádio Edmundo Feix, o jogador do São Paulo-RS, William Ribeiro, desferiu uma série de golpes no árbitro Rodrigo Crivellaro. (RT – Rússia) bit.ly/2ZQv0uU

Dilma Roussef - Gladys Berejiklian. A Comissão Independente contra a Corrupção de New South Wales (Austrália)
tornou-se o James Comey (ex-diretor do FBI que teria prejudicado Hillary Clinton na eleição de 2016) da política australiana - anunciando uma investigação sobre alegada má conduta histórica no pior momento possível, forçando assim a saída de uma poderosa líder feminina de que o estado precisa. Felizmente, vivemos em uma democracia parlamentar e a saída da premier Gladys Berejiklian não levará à eleição de um substituto ao estilo de Trump. (…) Líderes decentes com envolvimento periférico em corrupção ou má conduta de baixo nível podem ser substituídos por líderes políticos muito piores de maneiras que prejudicam a democracia e nossa confiança nela. Veja o Brasil e a destituição da presidente Dilma Rousseff e sua substituição por Jair Bolsonaro. (The Age, Austrália) bit.ly/3uJJOH3

Ônibus Elétricos. Entrevista: Empresa chinesa BYD vê contribuição brasileira para a mobilidade urbana sustentável. Para a empresa chinesa Build Your Dreams (BYD), fabricante de baterias solares e veículos elétricos, o Brasil pode contribuir para a mobilidade urbana sustentável, disse um executivo. O Brasil é "um dos principais mercados para carros e ônibus e pode ser um player global nesta mudança", disse Marcello Von Schneider, diretor institucional e chefe da unidade de ônibus da BYD Brasil, à Xinhua em uma entrevista recente. (XinhuaNet, China) bit.ly/3BtAPg1

Brasil 4o maior poluidor. As dez nações mais poluentes: primeiro EUA, China, Rússia, Brasil (Itália 19). Primeiro os Estados Unidos, seguidos de perto pela China, terceiro pela Rússia, a Itália é o 19º. Esta é a triste classificação dos países que, historicamente, ou seja, de 1850 até hoje, emitiram mais gases que alteram o clima na atmosfera. Pela primeira vez, a análise do Carbon brief - premiado site britânico de divulgação científica dirigido por Leo Hickman - também calcula as emissões por destruição de florestas e mudanças no uso do solo, além das causadas pelo uso de combustíveis fósseis e produção de cimento. Resultado: Brasil e Indonésia saltam para 4º e 5º lugares, respectivamente. (Corriere della Sera, Itália) bit.ly/3Bf83Q5

O desprezo das elites pela democracia. Menos da metade dos latino-americanos são democratas comprometidos e um número crescente é indiferente ao regime político de seu país. A grande maioria continua profundamente insatisfeita com a forma como as suas democracias funcionam na prática e depositam pouca confiança nas suas instituições ou umas nas outras. Eles se opõem ao governo militar, mas um número crescente está preparado para aceitar caudilhos eleitos (homens fortes). E eles continuam a confiar mais nos Estados Unidos do que na China. (...) O apoio à democracia no Brasil e no México, os dois gigantes da América Latina, está bem abaixo da média regional. Outra tendência preocupante diz respeito ao perfil do democrata típico da América Latina. Os mais jovens e especialmente os das classes altas tendem a ser indiferentes ao regime político. Isso aponta para o desprezo das elites pela democracia. (The Economist, Reino Unido) econ.st/3Ah7S5h

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

Pandora Papers - Nova Zelândia / Trustes detinham US$ 300 milhões para a ordem religiosa ligada ao escândalo de abuso sexual infantil. Os ativos pertencem a uma ordem católica romana capturada em um escândalo internacional de pedofilia, de acordo com registros vazados nos Pandora Papers. A Legião de Cristo, com sede no México, usou os fundos em um complexo arranjo financeiro que detinha ativos no exterior enquanto enfrentava processos judiciais por vítimas de suposto abuso sexual por padres e uma investigação do Vaticano, de acordo com uma análise do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos ( ICIJ). (New Zealand Herald, Nova Zelândia) bit.ly/3a9akjA

Pandora Papers -Japão / Masayoshi Son, outro japonês citado em arquivos secretos de paraísos fiscais. Um ex-funcionário de alto escalão da associação japonesa de futebol que serviu como conselheiro de gabinete e rico CEO de uma gigante das telecomunicações está entre os japoneses cujos nomes aparecem em registros secretos conhecidos coletivamente como Pandora Papers. O Asahi Shimbun fez parceria com o ICIJ em esforços cooperativos que resultaram em exposições baseadas em outros documentos conhecidos como Panama Papers e Paradise Papers. (The Asahi Shimbun, Japão) bit.ly/3uK6y9R

Dakota do Sul - Lucrativo Paraíso Fiscal / Mãos engraxadas: improvável que Biden aperte controles sobre paraísos fiscais e ricos, dizem observadores. "O fato é que os Pandora Papers destacam o sistema offshore, com os EUA emergindo como um lugar crítico no mundo offshore", disse Adriel Kasonta, analista de relações exteriores de Londres e ex-presidente do Comitê de Assuntos Internacionais do Bow Group, um think tank conservador no Reino Unido. "De acordo com a investigação, quase US$ 360 bilhões em ativos de clientes são colocados em fundos de Dakota do Sul. Alguns deles estão vinculados a indivíduos e empresas estrangeiras acusadas de abusos de direitos humanos e outros delitos." (Sputnik News, Rússia) bit.ly/3BfxBMV

Pandora Papers - Onde estão os gringos? / Será que a CIA está por trás do vazamento dos Pandora Papers, dada sua curiosa falta de foco nos cidadãos norte-americanos? Apesar de volumoso, muitos críticos apontam que os mapas do ICIJ de onde essas "elites e vigaristas" vêm e / ou residem têm grande peso na Rússia e na América Latina - por exemplo, nem um único político corrupto nomeado está baseado nos EUA. A própria organização observa que as nações mais representadas nos arquivos são Argentina, Brasil, China, Rússia e Reino Unido - o que parece estranho, quando se considera que o Consórcio identificou mais de US$ 1 bilhão em fundos norte-americanos, instrumentos fundamentais para a evasão fiscal, evasão e lavagem de dinheiro. (RT – Rússia) bit.ly/3DcvmKQ

Pandora Papers - Jordânia / O rei da Jordânia diz que jornais que vazaram notícias sobre sua riqueza miravam seu país. O rei Abdullah diz que não tem nada a esconder após vazamentos de documentos financeiros que mostram que ele usou contas offshore para comprar propriedades caras no valor de mais de US$ 100 milhões no Reino Unido e nos EUA. "Não é segredo que Sua Majestade possui vários apartamentos e residências nos Estados Unidos e no Reino Unido. Isso não é incomum nem impróprio", disse o palácio real de Jordan em um comunicado. Ele disse que o rei comprou pessoalmente as propriedades e nenhum dinheiro do orçamento do estado ou do tesouro foi usado. O rei usa as propriedades durante as visitas oficiais e às vezes durante as visitas privadas, acrescentou o palácio. "Essas propriedades não são divulgadas por questões de segurança e privacidade, e não por sigilo ou tentativa de ocultá-las, como afirmam esses relatórios." (Middle East Online, Internacional) bit.ly/3Bm9fkM

Facebook enganou repetidamente o público / Denúncia: os produtos do Facebook "prejudicam as crianças, alimentam a divisão". Uma ex-funcionária do Facebook Inc. disse que os produtos do gigante da mídia social prejudicam a saúde mental de alguns usuários jovens, alimentam divisões e enfraquecem a democracia, instando os legisladores dos Estados Unidos a regulamentarem a empresa. A denunciante Frances Haugen disse a um subcomitê do Senado dos EUA na terça-feira que o Facebook repetidamente enganou o público sobre os danos que sabe que adolescentes sofrem com seu aplicativo de compartilhamento de fotos Instagram, bem como como seus produtos alimentam a divisão. (Al Jazeera, Catar) bit.ly/3iwZFnp

WhatsApp, Facebook e Instagram fora do ar / Plataformas do Facebook desligadas por indisponibilidade mundial. Toda a rede de serviços e aplicativos de propriedade do Facebook foi fechada por horas em todo o mundo na segunda-feira, começando aproximadamente às 11h40, horário do leste dos EUA. Os usuários relataram que as plataformas da empresa Facebook, Instagram, WhatsApp, Messenger e Oculus inicialmente exibiram mensagens de erro e depois se tornaram inoperantes. No caso do Facebook, que tem quase 3 bilhões de usuários ativos por mês internacionalmente, a plataforma “desapareceu da internet”. (World Socialist Web Site, EUA) bit.ly/3Acg9Yd

Vazamento de dados de usuários do Facebook / O maior vazamento da história do Facebook: os dados pessoais de mais de 1,5 bilhão de usuários, à venda em um fórum de ‘hackers’. A Privacy Affairs disse que o vazamento não está relacionado a um vazamento de dados anterior do Facebook neste ano, no qual 500 milhões de usuários foram afetados. Os dados pessoais de mais de 1,5 bilhão de usuários do Facebook estão à venda em um fórum de 'hackers', que pode permitir que cibercriminosos e anunciantes inescrupulosos visem usuários da Internet em todo o mundo, informou o Privacy Affairs na segunda-feira. No entanto, o site especializado em privacidade esclarece que este incidente “nada tem a ver” com a queda global que a rede social experimentou no dia 4 de outubro e que a publicação do seu relatório “constitui uma infeliz coincidência que leva muitos a assumirem erroneamente uma ligação entre os dois. (Resumen Latinoamericano, América Latina) bit.ly/3oBWcYJ

Escandaloso abuso de crianças e adolescentes / Igreja Católica abusou sexualmente de mais de 300 mil menores em França. Mais de 300 mil menores foram abusados e agredidos em instituições da Igreja Católica francesa, segundo um relatório sobre pedofilia divulgado hoje e que responsabiliza diretamente clérigos e religiosos por 216 mil vítimas. De acordo com o relatório, cerca de 216 mil crianças ou adolescentes foram abusados ou agredidos sexualmente por clérigos católicos ou religiosos em França entre 1950 e 2020. O número de vítimas sobe para 330 mil quando considerados "agressores leigos que trabalham em instituições da Igreja Católica", nomeadamente nas capelanias, professores nas escolas católicas ou em movimentos juvenis, disse o presidente da Comissão Independente sobre os Abusos da Igreja (Ciase), Jean-Marc Sauvé, durante a apresentação do relatório à imprensa. (Jornal de Notícias, Portugal) bit.ly/3lcs2Jj

3. ARTIGOS E ENTREVISTAS

Zhang Wenjie - (People's Daily, China) |
O preconceito da mídia ocidental contra a China deplorável, perigoso | bit.ly/3acl9BM

Olga Cielemecka - (Left East, Internacional)
E todos os muros devem cair? Crise humanitária na fronteira da UE deixa requerentes de asilo presos, seis mortos | bit.ly/3abluEI

Steffen Mau - (Jacobin, EUA) |
Mais de três décadas desde a reunificação, a Alemanha ainda está fraturada | bit.ly/3lf6rjD

Mariana Carneiro - (Esquerda.net, Portugal) |
100 anos de Paulo Freire: A pedagogia da libertação e da esperança | bit.ly/3lbV7or

Karina Batthyány e Javier Gómez Aguilar - (Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales, América Latina) | Amazônia e expansão mercantil capitalista | bit.ly/2Yr7dAU

Renán Vega Cantor - (Rebelión, Internacional) | Os infames muros de Joe Biden | bit.ly/3mpPkuJ 

John Pa Ioannidis - (Sinistra in Rete, Itália) | Como a pandemia está mudando as normas da ciência. Derrota e declínio | bit.ly/2WLxyth

Editorial Punto Final - (Punto Final, Chile) | O cerco à Venezuela | bit.ly/3lg0X89

Charly Morales - (Prensa Latina, Cuba) | Migrar ou morrer, encruzilhada de milhares de salvadorenhos | bit.ly/3BvD4iV

George Monbiot - (The Guardian, Inglaterra) | Destruir o planeta e esconder o dinheiro não é uma perversão do capitalismo. É o capitalismo. | bit.ly/3mtdMeN

Conteúdo Relacionado