Clipping Internacional

Clipping Mundo - 10/10/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

10/10/2021 12:21

Lula, durante uma coletiva de imprensa, na última sexta-feira, 8, em Brasília (Ueslei Marcelino/Reuters)

Créditos da foto: Lula, durante uma coletiva de imprensa, na última sexta-feira, 8, em Brasília (Ueslei Marcelino/Reuters)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

LULA/ Lula, de preso a favorito para voltar ao poder. A vida do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva deu uma guinada de 180 graus em apenas sete meses: de ser condenado por corrupção a estar livre de suspeitas e se tornar o principal favorito para as eleições de 2022. O líder político mais carismático do país, símbolo da esquerda latino-americana, articula nos bastidores aquela que será sua sétima candidatura presidencial aos quase 76 anos. Ele garante que se sente com a energia de um jovem de trinta anos para continuar lutando no complexo xadrez político brasileiro, que conhece perfeitamente. No dia 8 de março, um desembargador do Supremo Tribunal Federal anulou as duas condenações por corrupção que pesavam contra ele em processos relacionados à Operação Lava Jato e pelos quais passou 580 dias na prisão. O motivo? Um erro de jurisdição judicial. Essa sentença também permitiu que ele recuperasse seus direitos políticos. A partir daí, toda a série de processos judiciais e investigações foram afastados um a um, a maioria por falta de provas. (El Diário, Espanha; El País, Espanha; El Mercurio, Chile; Últimas Notícias, Venezuela; Ahora el Pueblo, Bolívia; El Desconcierto, Chile) | bit.ly/3oWjCbg | bit.ly/3oOjPNL | bit.ly/3BtCJND | bit.ly/3mE8wFe | bit.ly/3oOm9Vd | bit.ly/2YxDEhr | bit.ly/3DyaDS1

600 MIL MORTOS DE COVID/ Brasil, o segundo país do mundo a ultrapassar 600.000 mortes por Covid. O Brasil está atrás apenas dos Estados Unidos, uma marca trágica que foi descrita por especialistas como uma "verdadeira catástrofe". Da mesma forma, desde o início da emergência sanitária, em 26 de fevereiro de 2020, o país já acumula 21,6 milhões de casos de SARS-CoV-2, tornando-se a terceira nação do mundo com mais infecções, atrás de Estados Unidos e Índia. Especialistas apontam a "negligência" do governo de Jair Bolsonaro, um dos mais negadores da Covid do mundo, como um dos principais fatores para que a pandemia saia do controle, bem como pela escassez de vacinas e insumos para sua produção local. A queda diária verificada se deve sobretudo ao avanço da vacinação, que começou lenta e tardiamente em meados de janeiro, mas atualmente está em ritmo acelerado. Apesar da melhora considerável nas estatísticas, os especialistas alertaram que "a pandemia ainda não está sob controle" e descreveram a flexibilidade excessiva como precipitada. E Bolsonaro minimiza, alegando haver exploração política. (El Diário, Espanha; Diário de Notícias, Portugal; The Independent, Inglaterra; RFI, França; The New York Times, EUA; Jornal de Notícias, Portugal; Correio da Manhã, Portugal; La Presse, Canadá; El Clarín, Argentina; Pagina Siete, Paraguai; La Prensa, Argentina) | bit.ly/30eVerl | bit.ly/3FxxkHw | bit.ly/3Ao3KRf | bit.ly/3mtqwlG | nyti.ms/3j7YF9Z | bit.ly/2YysdXf | bit.ly/3mCG72h | bit.ly/2YDIFoQ | bit.ly/3FBq65i | bit.ly/2YyseKN | bit.ly/3oO99i5

POLÍTICA MILICIANA/ Governo muda o chefe da PF que supervisiona a investigação contra Bolsonaro filho. A direção da Polícia Federal brasileira decidiu trocar o Diretor Geral da superintendência de Brasília, onde estão em andamento várias investigações que afetam o presidente Jair Bolsonaro e seu quarto filho, Renan Bolsonaro. Na superintendência da capital brasileira, tramita a investigação sobre a divulgação massiva de notícias falsas e ataques a instituições democráticas nas redes sociais, nas quais o chefe de Estado é apontado como suspeito. Ele também está conduzindo outra investigação que atinge diretamente um outro de seus filhos, Renan Bolsonaro, de 23 anos. Nesse caso, os agentes tentam descobrir sua relação com um empresário que intermediou negociações obscuras que tentaram vender vacinas contra o governo covid-19 em operações supostamente fraudulentas. (El Diário, Espanha) | bit.ly/3DyaFcB

VACINA/ O Brasil recebe mais vacinas da Pfizer em meio à polêmica sobre os planos para 2022. O Brasil recebeu da Pfizer 1,9 milhão de doses do antígeno no sábado, que fazem parte de uma segunda compra de 100 milhões, em meio a polêmica sobre a decisão do governo de não ter a desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em 2022. O governo brasileiro já havia recebido 100 milhões de doses da Pfizer para um primeiro contrato, e os 1,9 milhão que chegaram a São Paulo neste sábado, um dia depois de o país ultrapassar 600 mil mortes por covid-19, são os primeiros de mais cem milhões que o empresa farmacêutica deve entregar antes do final do ano. O Coronovac foi a primeira vacina aplicada no Brasil, no dia 17 de janeiro, e durante este ano o Butantan entregou ao Governo os 100 milhões de doses que lhe foram confiadas. O Instituto Butantan reagiu com surpresa ao anúncio de que o Coronavac não está contemplado no plano de imunização 2022, para o qual o Ministério da Saúde conta apenas com as vacinas da Pfizer e da Astrazeneca, as únicas duas com registro definitivo da Anvisa. (El Diario, Espanha; Página Siete, Paraguai) | bit.ly/3Fx0IxG | bit.ly/3mE8ygk

MADEIRA ILEGAL E TRÁFICO/Cocaína chega à Europa em embarques ilegais de madeira da Amazônia brasileira. Investigadores e policiais brasileiros denunciam o uso crescente de carregamentos florestais na exportação de drogas. Madeira de crime ambiental é nova rota de marketing para narcotraficantes. (El Diário, Espanha) | bit.ly/3Dn4NT6

INFLAÇÃO/ Inflação brasileira atinge dois dígitos, castigando os pobres; A inflação voltou rugindo no Brasil e ultrapassou os 10% pela primeira vez desde 2016. É algo que os brasileiros raramente viram em um quarto de século. Os preços crescentes de gás, carne, eletricidade e muito mais deixaram milhões de brasileiros pobres lutando para sobreviver. O Brasil ficou chocado na semana passada com a primeira página de um jornal do Rio de Janeiro que mostrava pessoas revirando um caminhão carregado de ossos de animais. O desemprego continua alto e o programa de auxílio emergencial do governo, que era uma tábua de salvação para cerca de um terço da população, já foi reduzido e vai expirar neste mês. Especialistas alertam sobre o aumento da pobreza, incluindo a organização Oxfam, que em julho incluiu o Brasil em uma lista de focos de fome emergentes. (The Independent, Inglaterra) | bit.ly/3Ao3KRf

FOME/ A fome está de volta no brasil. O Brasil erradicou a fome em 2014, mas ela reapareceu. Com 27 milhões de pobres e inflação recorde, a pobreza é um dos temas principais da campanha presidencial. (Tribune de Genève, Suíça) | bit.ly/30d3I2a

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

ARGENTINA/ São mais de 600 mil contas no exterior e 3 mil estão sob mira. Evasão e fuga, AFIP investiga contas de argentinos no exterior. A tarefa da Receita Federal argentina de identificar contas estrangeiras não declaradas pode receber um forte impulso com as revelações do ‘Pandora Papers’. A investigação conhecida como ‘Pandora Papers’ revelou a rede de empresas "de fachada" constituída no exterior por 14 grandes estudos dedicados a esse fim, entre os quais pelo menos 2.521 residentes argentinos figuram como "benefícios finais". Ambos os elementos começam a lançar luz sobre um dos conflitos econômicos que mais causam danos ao país: a fuga e a evasão de divisas. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3FCeAqG

CHILE/ A justiça chilena abriu um processo criminal contra Sebastián Piñera pelos ‘Pandora Papers’. Vai ser investigada a venda da mineradora Dominga. Paralelamente, o Ministério Público do Chile também abriu uma investigação criminal em relação aos negócios offshore do presidente que foram revelados nos ‘Pandora Papers’. (Página 12, Argentina; El País, Espanha) | bit.ly/3FsCoNz | bit.ly/3ap9zmN

MÉXICO-PANDORA PAPERS/O maior sonegador da história do Tesouro mexicano está exposto nos ‘Pandora Papers’. Raquel Buenrostro, chefe do SAT, não detalha quem é, mas garante que conseguiu pagar 5.800 milhões de pesos para recuperar o pagamento de suas contribuições. (El País, Espanha) | bit.ly/3FydOe9

REPÚBLICA CHECA-PANDORA PAPERS/ Os primeiros resultados eleições sugerem derrota para partido do primeiro-ministro tcheco, que foi citado no Pandora Papers. Após a vitória eleitoral, a oposição tcheca busca derrubar o primeiro-ministro atingido pelas divulgações do Pandora Papers. partido liderado por Babis, um magnata bilionário e aliado do líder de extrema direita da Hungria, Viktor Orban. Um bloco de oposição separado assumiu assentos no parlamento e empurraria as facções antiBabis para a maioria. (The Washington Post, EUA) | wapo.st/2Yysh9r

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS/REPORTAGENS

Emir Sader – Esquerda (Página 12, Argentina) | “A esquerda do século XXI” | bit.ly/3FyKBQg

Mario Wainfeld – Pandora Papers/Argentina (Página 12, Argentina) | “Revelações dos ‘Pandora Papers’ e as ofensivas da direita. Sobre evasores e cruzados antidireitos” | bit.ly/3mE8BJ2

Murphy, Cenziper, Fitzgibbon, Shefte e Georges, reportagem – Pandora Papers (The Washington Papers, EUA) | “Açúcar amargo. Como o dinheiro fluiu dos campos de açúcar da República Dominicana para o crescente paraíso fiscal de Dakota do Sul” | wapo.st/3DpeQqU

Robert Reich – EUA (The Guardian, Inglaterra) | “Suprema corte, Facebook, Fed: três cavaleiros do apocalipse da democracia” | bit.ly/3FzeG23

Bernie Sanders, entrevista – EUA (The Nation, EUA) | “Bernie Sanders sobre a ameaça corporativa à democracia estadunidense” | bit.ly/3DyaHkJ

Paul Krugman – EUA (The New York Times, EUA) | “Moeda e credibilidade” | nyti.ms/3Drp0Hx

Lina Sankari – Guerra Fria (L’Humanité, França) | “Geopolítica: as razões do braço de ferro no Mar da China” | bit.ly/3Ds3hzo

Carole Cadwalladr, reportagem - Big Tech/Facebook (The Guardian, Inglaterra) | “As últimas revelações marcam o início do fim para a Casa de Zuckerberg. As investigações do Observer sobre o Facebook em 2018 expuseram uma cultura tóxica. Mesmo assim, o negócio prosperou. Isso pode estar prestes a mudar” | bit.ly/3DyaI8h

Branko Marcetic – Big Techs/Facebook (Jacobin, EUA) | “O Facebook prejudica seus usuários porque é aí que estão os lucros” | bit.ly/3j7YGuz



Conteúdo Relacionado