Clipping Internacional

Clipping Mundo - 11/01/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

11/01/2022 08:32

(Douglas Magno/AFP)

Créditos da foto: (Douglas Magno/AFP)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

PT-MERCADO FINANCEIRO/ O partido de Lula diz que não atenderá o "mimimi do mercado financeiro" se vencer as eleições. O Partido dos Trabalhadores (PT) do Brasil, liderado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, favorito “mimimi do mercado financeiro” e que buscará revogar os gastos teto e a reforma trabalhista, se vencerem as eleições. "O teto de gastos está desmoralizado e deve ser um dos primeiros a ser liquidado. (O presidente Jair) Bolsonaro fez muitas coisas fora do teto aos olhos do mercado, e agora eles querem exigir que respeitemos?" disse Gleisi Hoffmann, em entrevista. E completou: "A única coisa que não vamos fazer é romper contratos, como Bolsonaro fez com as dívidas judiciais do Estado (cujo pagamento ele adiou). O resto nós faremos. Um país que não tem dívida externa, que tem esse mercado consumidor não pode ter o povo com fome e sem renda”. (El Diário, Espanha) | bit.ly/33mBu6L

MINERADORAS-MG/A Vale e outras mineradoras suspendem parcialmente as operações devido às chuvas. As chuvas intensas que se registam nestes dias no estado brasileiro de Minas Gerais obrigaram a gigante mineira Vale, a Usiminas e outras empresas do setor a suspender parcialmente as operações em várias das suas fábricas por motivos de segurança. O objetivo é evitar a recorrência de catástrofes como a de Brumadinho, em janeiro de 2019, quando uma barragem com rejeitos minerais da mineradora Vale explodiu, causando a morte de cerca de 270 pessoas, ou a de Mariana, também em Minas Gerais, que deixou 17 mortes e danos ambientais irreparáveis, após a quebra de um depósito de resíduos tóxicos da empresa Samarco. As tempestades que atingem a região de Minas Gerais, no sudeste do país, colocam quase 140 cidades em situação de emergência devido a enchentes, deslizamentos de terra e danos à infraestrutura. (El Diário, Espanha) | bit.ly/3JXvK41

PANDEMIA/ O Brasil, diante da Omicron: onda de casos, voos cancelados e filas para teste. Voos cancelados, longas filas para teste de Covid e um nível de infecções não visto em meio ano marcam uma nova etapa da pandemia de coronavírus no Brasil, que, como o resto do mundo, está sendo severamente punido pela variante Omicron. As autoridades brasileiras estão se preparando contra o relógio para uma explosão de infecções "semelhante à que ocorre em países europeus, como Espanha, Reino Unido e França", disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a repórteres nesta segunda-feira. Apesar de tudo, Queiroga espera que a cascata de positivos não leve a uma "explosão de internações" ou óbitos na mesma proporção, com base nos bons dados de vacinação, que permitiram que 67% da população já tivesse a diretriz completa. Suspeita-se porque nesse período um suposto ataque de hackers aos sistemas informáticos do Ministério da Saúde, que só agora está a ser resolvido, impediu conhecer a real evolução da pandemia entre dezembro e início de janeiro. (El Diário, Espanha) | bit.ly/31OQJ80

PANDEMIA/ A explosão de infetados com Covid-19 coincide também com surtos de gripe. As infecções quadruplicaram devido ao avanço da Omicron, mas ainda está subnotificado. Durante o último mês, estados, municípios e laboratórios não conseguiram registrar normalmente os dados de infecções e óbitos após uma invasão no sistema de informática do Ministério da Saúde. A explosão de infectados pela Covid-19 também coincide com os surtos do vírus H3N2 que colocaram em risco os sistemas de atenção primária de grandes cidades do país, como São Paulo e Rio de Janeiro. No entanto, as mortes permanecem em um nível estável, acima de cem por dia, e o aumento abrupto de casos não está pressionando as unidades de terapia intensiva por enquanto. Enquanto isso, Bolsonaro segue com sua cruzada contra a vacinação anticovid de crianças entre 5 e 11 anos, autorizada pela Anvisa. (Página 12, Argentina; Última Hora, Paraguai) | bit.ly/3tdP5Io | bit.ly/3Fef4ld

AMAZÔNIA-MINERAÇÃO/ Ouro Manchado: Aeronaves, combustível chave para a mineração ilegal na Amazônia. Uma investigação da Associated Press, que inclui entrevistas com promotores, agentes policiais federais, mineradores e membros da indústria, mostra que as aeronaves não autorizadas – e os incontáveis litros de combustível necessários para alimentá-los e outros equipamentos de mineração – formam a espinha dorsal da economia sombria de mineração ilícita de ouro em terras indígenas na região amazônica brasileira. (The Independent, Inglaterra) | bit.ly/3zNIlC0

COVID-19/ Isolamento obrigatório para pacientes assintomáticos de Covid reduzido de 10 para 5 dias. A nova orientação do ministério estabelece que os pacientes assintomáticos devem permanecer isolados em casa por cinco dias e que podem retornar ao trabalho ou às suas atividades habituais se, após essa quarentena, obtiverem resultado negativo em um teste de diagnóstico de Covid. O governo chefiado por Jair Bolsonaro adotou a mesma medida que Argentina e Estados Unidos, entre outros países. (El Clarín, Argentina) | bit.ly/3qdgrwj

PANDEMIA-VOOS/ Companhias aéreas brasileiras cancelam centenas de voos devido ao Covid-19. Muitas das pessoas foram infectadas com a variante Omicron, além da gripe como outra das doenças que afetam atualmente o país sul-americano. As três principais companhias aéreas brasileiras, Azul, Gol e Latam, confirmaram que esta situação provocou o cancelamento de centenas de voos nacionais e internacionais devido à ausência de tripulação, que inclui pilotos e copilotos. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) destacou que está monitorando “casos de doenças respiratórias causadas em pilotos, comissários de bordo e demais profissionais do setor de aviação”. (Telesur, Venezuela) | bit.ly/3zK8kua

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

EUA-GUANTÁNAMO/ Lituânia paga a Abu Zubaydah 'prisioneiro para sempre' de Guantánamo, 100.000 euros por tortura da CIA. O pagamento de € 100.000 (US$ 113.500) ocorre mais de três anos depois que o tribunal europeu de direitos humanos ordenou que o governo lituano pagasse uma indenização por violar as leis europeias que proíbem o uso da tortura. Isso marca uma mudança significativa no tratamento de Zubaydah, que está detido pelos EUA sem acusação há mais de 20 anos. Zubaydah foi capturado no Paquistão seis meses após o 11 de setembro. A CIA e os advogados do governo Bush tentaram justificar sua tortura alegando que ele era uma figura muito importante na Al-Qaeda. Descobriu-se que ele não era membro da organização e nunca foi acusado de envolvimento no 11 de setembro. Durante grande parte do tempo desde sua prisão, Zubaydah foi mantido incomunicável, por insistência da CIA como parte de seus esforços para evitar que detalhes de sua tortura se tornassem públicos. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3ngh5Y2

PERU-LAWFARE/ Um juiz peruano condena um jornalista e seu editorial em um caso que ameaça a liberdade de expressão. O político milionário César Acuña, do partido conservador e neoliberal ‘Alianza para el Progreso’ ganha um processo contra Christopher Acosta e a editora Random House por difamação. O juiz os sentenciou e os obrigou a pagar quase US$ 100.000. Um perigoso precedente contra o jornalismo investigativo ocorreu nesta segunda-feira no Peru e envolve um dos políticos e empresários mais poderosos do país, César Acuña, que processou o jornalista investigativo Christopher Acosta no ano passado por suposta difamação no livro ‘Plata como Cancha’ (Random House, 2021). | bit.ly/3zNLvWL

MEIO AMBIENTE/ Temperaturas oceânicas mais quentes da história registradas no ano passado. O aquecimento dos oceanos impulsionado pela crise climática causada pelo homem, dizem os cientistas, no sexto ano consecutivo, o recorde foi quebrado. Os oceanos do mundo estão sendo levados a aquecer, e o calor está aumentando. O aquecimento de nossos oceanos está sendo impulsionado principalmente pela crise climática causada pelo homem, dizem os cientistas, e representa um indicador extremamente simples do aquecimento global. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/33pxCBW

NICARÁGUA/ Daniel Ortega assumiu quarto mandato consecutivo entre sanções e apoios. E os Estados Unidos e a União Europeia aprovam novas sanções contra a Nicarágua. O dia em que Daniel Ortega assume seu quarto mandato consecutivo. Os Estados Unidos e a União Europeia (UE) aumentaram a pressão sobre a Nicarágua nesta segunda-feira com sanções econômicas e proibições de viagens no dia em que Daniel Ortega inicia seu quarto mandato consecutivo como presidente. (Página 12, Argentina) | bit.ly/33n4o6s | bit.ly/3tfpHSs

EUA-PANDEMIA/ Hospitalizações batem recorde com o aumento da Omicron. Até domingo, 142.388 pacientes com coronavírus foram hospitalizados em todo o país, superando o pico do inverno passado. O número de americanos hospitalizados com Covid-19 ultrapassou o pico do inverno passado, ressaltando a gravidade da ameaça que o vírus continua a representar, pois a variante Omicron extremamente contagiosa se espalha pelos Estados Unidos. A onda Omicron sobrecarregou hospitais e esgotou equipes que já estavam desgastadas pela variante Delta. Ele foi conduzido em grande parte por pessoas com menos de 60 anos. Entre as pessoas com mais de 60 anos, as admissões diárias ainda são menores do que no inverno passado. (The New York Times, EUA) | nyti.ms/3zJesmB

EUA-GUANTÁNAMO/ Os 'prisioneiros para sempre' de Guantánamo. O famoso campo de prisioneiros em Cuba tem 20 anos. Ao longo dos anos, vários planos para fechá-lo foram rejeitados. Para os detidos, pouco mudou nas últimas duas décadas. (Deutsche Welle, Alemanha) | bit.ly/3fbn1Np

MÉXICO-PANDEMIA/ Presidente mexicano está novamente infectado com Covid. Pela segunda vez, o presidente Andrés Manuel López Obrador testou positivo para Covid e apresenta sintomas leves. A primeira vez que adoeceu com Covid foi há quase um ano, em 25 de janeiro de 2021. Há poucas semanas, em 7 de dezembro, o presidente recebeu o reforço da vacina anticovid. (La Jornada, México) | bit.ly/3FehqjV

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Direitos Humanos – Vinte anos da prisão de Guatánamo, EUA

Rosa MoussaouiEUA/Guantánamo (L’Humanité, França) | “Vinte anos de inferno em Guantánamo” | bit.ly/33sGczW

Julian Borger – EUA/Guantánamo (The Guardian, Inglaterra) | “É um enorme albatroz político’: Baía de Guantánamo, 20 anos depois” | bit.ly/3JZkcNA

Noah Yashot, reportagem – EUA/Guantánamo (The Guardian, Inglaterra) | “Muitos detidos reassentados em Guantánamo num limbo legal, mostra a análise. Um terço dos ex-reclusos enviados para países terceiros não têm estatuto legal - são incapazes de trabalhar ou viajar e correm o risco de violações dos direitos humanos.” | bit.ly/3qdFtLE

Khalid Qasim - EUA/Guantánamo (The Guardian, Inglaterra) | “Estou detido em Guantánamo há 20 anos sem julgamento. Sr. Biden, por favor, me liberte” | bit.ly/3FgueX5

Human Rights Watch – EUA/Guantánamo (Other News, Itália) | “Vinte anos de tortura e contando” | bit.ly/3GiidBW

 Outros assuntos

Andy Robinson - Brasil/bolsonarismo (La Vanguardia, Espanha) | “O empresário mais bolsonarista” | bit.ly/3r4tfUZ

Juan AriasBrasil (El País, Espanha) | “A sonhada catarse do Brasil” | bit.ly/3Gh9qjH

Chantal Reyes – Brasil (L’Express, França) | “Sergio Camargo, esse ‘negro da direita’ a serviço de Jair Bolsonaro | bit.ly/3qhR6Ba

Joseph Stiglitz Argentina/economia (Project Syndicate, EUA) | “O milagre da Covid na Argentina” | bit.ly/3zMz3pV

Emílio Diaz Miranda – Pandemia/negacionismo (El Diario, Espanha) | “VOX Djokovic Trump Bolsonaro e a liga negacionista” | bit.ly/3KbRV6T

David Daley – EUA/democracia (The Guardian, Inglaterra) | “Sete maneiras pelas quais os republicanos já estão prejudicando a eleição de 2024” | bit.ly/3fc6J73

Marco Teruggi – Venezuela/eleição (Página 12, Argentina) | “A oposição da Venezuela ganhou o estado simbólico de Barinas: razões e consequências” | bit.ly/3r4thMB

Paul Krugman – EUA/Finança (The New York Times, EUA) | “Cruzada por Deus, Família e… Bitcoin?” | nyti.ms/3zK8kKG

César G. Calero – América Latina (Other News, América Latina) | “Os líderes progressistas que poderiam transformar a América Latina em 2022” | bit.ly/3qdgyIf

Diego Ortolani Delfino - Chile (Sinistra in Rete, Itália) | “Chile, entre o medo e a esperança” | bit.ly/3qdW3Ll



Conteúdo Relacionado