Clipping Internacional

Clipping Mundo - 19/10/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

19/10/2021 09:41

(Fabio Teixeira/Anadolu Agency/Getty Images)

Créditos da foto: (Fabio Teixeira/Anadolu Agency/Getty Images)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

CPI DA COVID/ “Uma cegueira assassina”, diz jornal francês sobre postura de Jair Bolsonaro diante da pandemia. Uma comissão parlamentar de inquérito divulgará seu relatório na quarta-feira, 20 de outubro, sobre as ações e falhas das autoridades brasileiras no combate à Covid. A responsabilidade do presidente brasileiro é central no desastre de saúde vinculado à pandemia, o mais mortal do mundo depois dos Estados Unidos. O jornal La Croix de ontem[matéria na sessão abaixo de artigos] destaca na primeira página as conclusões da CPI sobre a administração da pandemia no Brasil, que seriam divulgadas amanhã, após quatro meses de inquérito. A reportagem foi publicada antes do anúncio do adiamento da leitura dos resultados. “Covid, os erros criminosos das autoridades brasileiras” é o título da reportagem. “A responsabilidade do presidente brasileiro é central na catástrofe sanitária provocada pela pandemia, com o segundo maior número de óbitos do mundo, após os Estados Unidos", reitera. (RFI, França; Última Hora, Paraguai) | bit.ly/30wgqck | bit.ly/3j9L95G | bit.ly/3BYvSf4

ESTADO POLICIAL/ Dois policiais serão julgados pela operação que deixou 28 mortos em uma favela carioca. A Justiça brasileira acatou a denúncia contra dois policiais do Rio de Janeiro, acusados de atuação irregular durante uma operação sangrenta em maio passado que deixou 28 mortos na favela do Jacarezinho. A juíza Elizabeth Machado decidiu dar continuidade à denúncia do Ministério Público, que assegura que os agentes investigados fabricaram provas falsas no local onde o suspeito foi supostamente executado. O Ministério Público do Rio sustenta que a dupla de policiais, identificados como Douglas de Lucena e Anderson Silveira, estão envolvidos no assassinato do suspeito quando ele foi preso, desarmado e ferido no pé dentro de uma casa. (El Diário, Espanha; Telesur, Venezuela; El Desconcierto, Chile) | bit.ly/3lXfI0d | bit.ly/3FX9d5z | bit.ly/3BWdDXZ

RIO DE JANEIRO- PANDEMIA/ O Rio de Janeiro suspendeu as restrições de capacidade em cinemas, teatros, shoppings, museus e passeios turísticos. O Rio de Janeiro, capital turística do Brasil, elevou o limite de pessoas para teatros, cinemas, shoppings, feiras e convenções e outros ambientes fechados que haviam sido impostos como parte das medidas de cuidado contra a pandemia Covid-19. A máscara continua obrigatória. (Página 12, Argentina; El Clarín, Argentina) | bit.ly/3aXyLRr | bit.ly/3BV3I4U

TRÁFICO-FAB/ Polícia detém suspeito de financiar tráfico de droga em aviões da Força Aérea. A Polícia Federal (PF) do Brasil deteve na segunda-feira um suspeito de financiar um esquema de tráfico de droga para a Europa através de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). Foi detido é o empresário Marcos Daniel Gama, também conhecido como Chico Bomba. Os agentes federais cumpriram em Brasília um mandado de busca e apreensão e outro de prisão preventiva contra o suspeito, apontado como um dos líderes e financiador do esquema criminoso. Segundo as investigações, Gama seria o dono de parte da carga de 39 quilogramas de cocaína encontrada na mala do sargento brasileiro Manoel Silva Rodrigues, detido em 2019 num aeroporto da Espanha, país onde cumprirá pena de seis anos de prisão por narcotráfico. O sargento da FAB acompanhava o Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, numa deslocação ao Japão e admitiu em tribunal que transportava a droga na sua mala. (Correio da Manhã, Portugal) | bit.ly/3vsPfuh

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

ARGENTINA/ Uma multidão no ato da CGT para o Dia da Lealdade. Dia da Lealdade: Uma mobilização massiva da CGT em prol de um modelo de unidade, produção e trabalho. A primeira grande mobilização sindical após a pandemia. Grandes colunas de trabalhadores marcharam no Centro e na Baixa Buenos Aires convocados por todas as correntes da CGT para o Dia da Lealdade. Em consonância com o Governo, apoiaram uma “aliança entre produção e trabalho que possibilite o crescimento com justiça social” e repudiaram iniciativas de oposição para eliminar a proteção ao trabalho. A massiva mobilização da CGT foi por um lado. uma expressão clara e contundente da capacidade de mobilização da principal central sindical do país. Foi também uma mensagem política categórica de unidade sindical que mostrou o modelo de país que promovem ao afirmar que é pela "defesa do aparelho produtivo nacional e da geração de empregos genuínos" e chamados a "começar políticas que lançam as bases para a transformação econômica e social de nosso país”. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3pgLIyr

ITÁLIA/ A esquerda italiana retoma o pulso com a conquista de Roma e Turim. Esquerda assume o controle das cinco maiores cidades da Itália após o segundo turno das eleições municipais marcado por uma participação escassa de 44,25%. Roma terá um prefeito social democrata que substituirá Virginia Raggi, ponta de lança da ascensão do Movimento 5 Estrelas (M5S) há cinco anos e um claro reflexo do fracasso do partido racista na difícil transição de protestos de rua para instituições governamentais. A esquerda culmina com Roma um excelente resultado nas eleições municipais, onde assegura o comando das cinco principais cidades da Itália (Roma, Milão, Turim, Bolonha e Nápoles) nos próximos cinco anos. (El País, Espanha) | bit.ly/2Z4WlcB

BOLÍVIA/ Governo boliviano denunciou que ex-militares colombianos estiveram no país com o plano de assassinar Luis Arce. Alguns dos envolvidos na operação estão atualmente detidos no Haiti sob a acusação de matar o presidente Jovenel Möise. Em entrevista coletiva realizada na cidade de La Paz, o ministro boliviano do Governo, Eduardo del Castillo, denunciou que no ano passado um grupo de ex-militares colombianos entrou no país com o objetivo de assassinar o atual presidente Luis Arce, no dias antes das eleições em que foi eleito, realizadas em 18 de outubro do ano passado. (La Diária, Uruguai) | bit.ly/3BXNckr

CHILE/ Chile comemora dois anos do surto social que mudou o mapa do país. O Chile recordou o segundo aniversário de sua eclosão social com mobilizações e incidentes em diferentes cidades. Depois dos protestos históricos, o Chile é um país completamente diferente do que existia antes. Todos os atores políticos do Chile estão em um país muito diferente daquele de dois anos atrás. O protesto de 2019 foi tão amplo que abriu caminho para uma reforma constitucional que promete retirar os últimos mananciais herdados da ditadura do general Augusto Pinochet. Uma Assembleia Constituinte redige uma Carta Magna progressista e a esquerda pode ascender à presidência. (El Periódico, Espanha) | bit.ly/3pkMN8e

COLÔMBIA/ A Colômbia é responsável pelo sequestro e estupro de uma jornalista, afirma o tribunal de direitos. Jineth Bedoya planejava passar a manhã de 25 de maio de 2000 entrevistando um líder paramilitar do lado de fora de uma prisão em Bogotá. Em vez disso, a jornalista colombiana foi sequestrada sob a mira de uma arma e levada para um armazém próximo, onde foi espancada por um grupo de homens que disseram terem sido enviados para “limpar a mídia”. Ao cair da noite, os homens a levaram por horas para fora da cidade, a estupraram em grupo e a abandonaram na beira da estrada. Demorou 19 anos para três líderes paramilitares serem condenados pelo sequestro do jornalista, um caso que cresceu para simbolizar um padrão de violência sexual contra as mulheres durante a guerra civil na Colômbia. (The Washington Post, EUA) | wapo.st/3ATlCn1

EQUADOR/Presidente equatoriano declara estado de emergência por 60 dias. O presidente equatoriano Guillermo Lasso anunciou nesta segunda-feira o estado de emergência para todo o país devido a uma onda de violência devido ao tráfico de drogas, ordenando a mobilização nas ruas de policiais e militares. “A partir de agora, nossas forças armadas e nossa polícia serão massivamente mobilizadas nas ruas porque declaramos o estado de emergência em todo o país”, disse o chefe de Estado. (Tribune de Genève, Suíça) | bit.ly/3FYaxoB

EL SALVADOR/ Criptomoeda. El Salvador não consegue digerir a formalização do bitcoin. A criptomoeda, adotada em setembro como moeda legal por iniciativa do populista presidente Nayib Bukele, luta para convencer a população, que mostra sua oposição, e aumenta seus graus de rejeição. (Libération, França) | bit.ly/3AQx7eZ

EUA/ Nova York se livra da estátua de Thomas Jefferson e de seu passado de escravo. A metrópole americana decidiu retirar de sua câmara municipal a estátua do terceiro presidente dos Estados Unidos, que "representa algumas das páginas mais vergonhosas da longa e matizada história" do país. A obra será transferida para um museu. (Libération, França) | bit.ly/2Z5QqDO

AFEGANISTÃO-VACINA/Afeganistão deve reiniciar programa de vacinação contra poliomielite com apoio do TalibÃ. A campanha da OMS e da Unicef vai recomeçar depois de três anos, e os linha duras dizem que vão ajudar e permitir que funcionárias da linha de frente. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3voRNts

EUROPA/ O espectro da austeridade desponta na União Europeia. A Comissão Europeia lança o debate, que se prevê que seja intenso, sobre o Pacto de Estabilidade e Crescimento e como reduzir os desequilíbrios dos 27 devido à crise do coronavírus. Bruxelas, segundo rascunhos que vazaram, fala em "redução realista dos níveis de dívida", mas evita dizer o que fazer com a meta de 60%, com as regras de ouro ou se devemos refazer as regras. (El Diário, Espanha) | bit.ly/3vr5Kaf

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

A morte de Colin Powell

Harold Jackson – EUA/Colin Powell (The Guardian, Inglaterra) | “Obituário de Colin Powell. Ex-secretário de Estado dos EUA e oficial do exército altamente condecorado que defendeu a invasão do Iraque em 2003” | bit.ly/3G31ouU

Kenn Orphan – EUA/Colin Powell (Counterpunch, EUA) | “Legado da Vergonha: o Serviço Encharcado de Sangue de Colin Powell ao Império” | bit.ly/3aNHbLo

Liza Featherstone – EUA/Colin Powell (Jacobin, EUA) | “Colin Powell, criminoso de guerra educadamente angustiado, morto aos 84 anos” | bit.ly/2YZxB5m

Argentina

Luis Bruschtein - Argentina (Página 12, Argentina) | “Muitos 17” | bit.ly/3jg4ke9

Eduardo Aliverti - Argentina (Página 12, Argentina) | “17 de outubro: o que a Praça expressou” | bit.ly/3jcGXC8

Mempo Giardinelli - Argentina (Página 12, Argentina) | “A praça que sim e que não” | bit.ly/3jcEGqv

Jose Pablo Feinman - Argentina (Página 12, Argentina) | “A esperança” | bit.ly/3vs6Qmr

Outros

Marie Naudascher, reportagem – Brasil/Pandemia (La Croix, França) | “Diante da Covid-19, as ofensas criminais das autoridades brasileiras” | bit.ly/3jiLW49

Paul Krugman – EUA (The New York Times, EUA) | “Joe Manchin versus West Virginia” | nyti.ms/3lPUb9v

Jeet Heer – Big Techs/Facebook (The Nation, EUA) | “Mark Zuckerberg sabe exatamente quão daninho é o Facebook” | bit.ly/3aW44fq

Michael T. Klare – Guerra Fria (The Nation, EUA) | “A geopolítica nos custará nosso planeta. Apesar de toda a nossa postura, estamos condenados se os maiores jogadores do mundo não estiverem de acordo.” | bit.ly/3BZ6F4h

Patrick Cockburn – Guerra Fria (Counterpunch, EUA) | “O Ocidente quer envolver a Rússia e a China na crise climática e, ao mesmo tempo, demonizá-los - não vai funcionar” | bit.ly/2XrF2Sz

Michel Galant – Globalização/Finança (Jacobinlat, América Latina) | “O sistema tributário mundial está falido” | bit.ly/2Z7DpKk



Conteúdo Relacionado