Clipping Internacional

Clipping Mundo - 26/09/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

26/09/2021 10:06

Com proporções históricas, atual crise hídrica já é a maior dos últimos 91 anos (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Créditos da foto: Com proporções históricas, atual crise hídrica já é a maior dos últimos 91 anos (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

APAGÃO-BOLSONARO/"Tome banho frio e evitem elevador". Para enfrentar maior crise hídrica do país, o presidente faz apelo dos brasileiros. "A gente pede a Deus para que agora em novembro venha a chuva para valer, para a gente não ter problema no futuro..." Bolsonaro colocou a solução do problema em Deus e na chuva. "A gente pede a Deus para que agora em novembro venha a chuva para valer, para a gente não ter problema no futuro...". O Brasil enfrenta a pior crise hídrica dos últimos 91 anos. Os reservatórios das regiões Sudeste e Centro-Oeste, que respondem por 70% da geração de energia do país, estão com 23% da capacidade de armazenamento, nível menor que o registado em agosto de 2001, quando o país enfrentou racionamento de energia. A conta de luz no país aumentou 49% a partir de agosto. A discussão sobre o horário de verão também voltou. (Diário de Notícias, Portugal) | bit.ly/3CK6IB5 | bit.ly/2Zye5NH

MICHELLE BOLSONARO/ Bolsonaro revela que primeira-dama foi vacinada nos EUA e gera onda de críticas. Essa atitude foi considerada um "desprezo" perante a saúde pública do país. "Tomar a vacina é uma decisão pessoal. A minha mulher (Michelle Bolsonaro), por exemplo, decidiu tomá-la nos Estados Unidos. Eu não tomei", disse o líder da extrema-direita brasileira. O facto de Michelle Bolsonaro ter sido vacinada nos Estados Unidos gerou uma onda de indignação no meio político, que se manifestou principalmente numa Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigava possíveis irregularidades cometidas pelo Governo na gestão da pandemia, que já matou quase 593 mil brasileiros e ainda não está controlada. (Jornal de Notícias, Portugal; Diário de Notícias, Portugal; El Espectador, Colômbia; El Clarín, Argentina; El Mercurio, Chile; El País, Uruguai; El Desconcierto, Chile) | bit.ly/3CMWfER | bit.ly/3m4zMMX | bit.ly/3AJFw4O | bit.ly/3udbCDu | bit.ly/3EPpLvL | bit.ly/2XJpedz | bit.ly/3lXBjV6

CLÃ BOLSONARO/ Filho de Bolsonaro teste positivo para Covid e acende o alerta mundial. Eduardo Bolsonaro junta-se, assim, aos testes positivos de um diplomata e do ministro da Saúde, que estiveram na Assembleia Geral da ONU. O positivo na Covid-19 de um filho do presidente Jair Bolsonaro que fazia parte da delegação oficial do Brasil que viajou esta semana à ONU foi somado nesta sexta-feira ao do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que permanece em quarentena em Nova York e ativou os alertas globais. Queiroga deu positivo quando a delegação se preparava para retornar ao Brasil e depois que Bolsonaro defendeu perante a ONU o uso de drogas de eficácia duvidosa contra covid-19 e se opôs à exigência de um "passaporte de saúde". Após seu diagnóstico, o escritório brasileiro nas Nações Unidas suspendeu as atividades presenciais no meio da Assembleia Geral e todos os funcionários passaram a trabalhar remotamente. (El Mundo, Espanha; Jornal de Notícias, Portugal; La Presse, Canadá; El Mercurio, Chile; Última Hora, Paraguai) | bit.ly/2XT80ep | bit.ly/2XT80uV | bit.ly/3CQzDmP | bit.ly/3zIls1i | bit.ly/2ZxS8hM

BOLSONARO-PANDEMIA/ Bolsonaro diz que no Brasil faz falta um ‘comandante’ para controlar a pandemia: ele! O presidente extrema direita Jair Bolsonaro afirmou que "falta um comandante no Brasil" que "faça valer sua autoridade" em questões como a pandemia do coronavírus, ao criticar a decisão do Ministério da Saúde recomendar a vacinação de adolescentes. Bolsonaro está em quarentena em sua residência oficial em Brasília após ter entrado em contato com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em Nova York, por ocasião da Assembleia Geral das Nações Unidas. O presidente também aproveitou a infecção do ministro, que já havia aplicado as duas doses da vacina, para mais uma vez semear dúvidas sobre a eficácia dos imunizantes e das máscaras, cujo uso ele censura. “O ministro tomou as duas doses do Coronavac e está infectado. Ele conviveu com a máscara e está infectado”, disse, em linha com sua negação sobre a gravidade da crise de saúde. (El Diário, Espanha) | bit.ly/39A3OSS

PROTESTO NA BOLSA/ Trabalhadores sem teto ocuparam edifício da Bolsa de Valores em São Paulo. Os movimentos sociais fizeram um protesto pacífico no “maior símbolo da especulação e da desigualdade social” para denunciar “os lucros recordes dos bancos, o aumento de grandes fortunas e o surgimento de 42 novos bilionários” no país onde a insegurança alimentar atinge mais de 116 milhões de pessoas e a fome mais de 19 milhões. Bandeiras vermelhas do MTST, uma bandeira nacional brasileira com a palavra de “fome” inscrita, bem como faixas e cartazes a dizer "Fora, Bolsonaro", "Tem gente ficando rica com a nossa fome", "Sua ação financia nossa miséria" e "Tá tudo caro, e a culpa é do Bolsonaro" irromperam pela sala onde acontecem os leilões num protesto pacífico. (Esquerda.net, Portugal) | bit.ly/3i8FT1y

BOLSONARO-GOLPE/ Não haverá golpe de Estado, promete Jair Bolsonaro. O presidente Jair Bolsonaro garantiu que "não havia risco de golpe" no Brasil e que nada faria para "impedir a eleição presidencial" de 2022, em entrevista. ameaçou o Supremo Tribunal Federal arengando dezenas de milhares de manifestantes em 7 de setembro. Por outra parte considera que seu impeachment seria um golpe, referindo-se aos “mais de 100 pedidos de impeachment” protocolados na Câmara dos Deputados, em particular, pela sua forma de lidar com a pandemia. (La Presse, Canadá; UYPress, Uruguai) | bit.ly/3udhlt2 | bit.ly/3AJyX2d

DESMATAMENTO E TRÁFICO/Na Amazônia a estreita relação entre cocaína e madeira ilegal. Investigadores e policiais brasileiros relatam o uso crescente de carregamentos florestais para exportação de drogas. Os produtos florestais, muitas vezes decorrentes de crimes ambientais, estão cada vez mais servindo como “maquilagem” para ocultar remessas de drogas para o exterior. O destaque fica por conta dos embarques de madeira, campeões em apreensão de contêineres embarcados do Brasil para a Europa. Segundo estudo realizado em 2020 pela ONG Imazon, cerca de 70% da madeira extraída no estado do Pará entre agosto de 2017 e julho de 2018 era de origem ilícita, proveniente de áreas onde não havia autorização do Estado para sua exploração. A novidade é o fenômeno da sobreposição cada vez maior das rotas das facções criminosas do narcotráfico com as de grupos vinculados ao crime ambiental. (La Diaria, Uruguai) | bit.ly/3COmATe

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

IVERMECTINA/ Estudos fraudulentos de ivermectina abrem um novo campo de batalha entre a ciência e a desinformação. Estudos sugerindo que a ivermectina é um tratamento eficaz para Covid se basearam em evidências "que evaporou substancialmente sob um exame minucioso", mostram novas pesquisas. A ivermectina nunca foi comprovada como um tratamento eficaz para Covid, e os estudos que afirmam que sim foram mal conduzidos, muito pequenos para que suas descobertas sejam aplicadas de forma mais ampla ou completamente falsificados. No entanto, a popularidade da droga disparou. Isso acontece, por exemplo, no Peru e na Bolívia. Mas, também, em países com vacinas amplamente disponíveis, como Reino Unido, Estados Unidos e Austrália. (The Guardian, Inglaterra) | bit.ly/3lTzIzi

ARGENTINA/ Rosatti assumirá a presidência da Suprema Corte em clima de máxima tensão. Crise interna e rebelião no Supremo Tribunal Federal. O Supremo Tribunal Federal vive horas de extrema tensão após a eleição de Horacio Rosatti como seu novo presidente contra a vontade de Ricardo Lorenzetti, que publicamente rejeitou a votação como "irregular e moralmente questionável". Esses dois ministros nem se falam. As mudanças esperadas e os riscos de uma paralisação. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3o44to6

ALEMANHA/ O social-democrata Scholz pode derrubar os democratas-cristãos nas eleições amanhã. Alemanha se prepara para eleger amanhã a sucessora de Angela Merkel. Mais de 60 milhões de cidadãos podem votar. A principal economia da Europa encerrará 16 anos de governo da líder democrata-cristã, em uma eleição com um fim incerto. A CDU de Merkel concorre com Armin Laschet, presidente do estado da Renânia do Norte-Vestfália; os sociais-democratas (SPD) vão com o ministro das Finanças e vice-chanceler Olaf Scholz; e os Verdes ficam com Annalena Baerbock. Scholz aparece em primeiro lugar nas pesquisas, com 25% das intenções de voto, seguido por Laschet, com 22. Os ambientalistas chegam a 17% e os indecisos ficam em torno de 25%. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3m4zRQL

SUÍÇA/ Suíça vota neste domingo em referendo a aprovação do casamento igualitário. A votação sobre o casamento homossexual terá lugar neste domingo na Suíça e conta com a oposição dos partidos conservadores, que conseguiram levá-la a referendo com recolha de assinaturas após a sua aprovação no parlamento, (El Diário, Espanha) | bit.ly/3i6Oa5W

CUBA-VENEZUELA/ Cuba envia vacinas de Abdala contra Covid-19 para a Venezuela. Cuba enviou à Venezuela doses da vacina contra Covid-19 Abdala, o primeiro imunógeno do gênero desenvolvido e produzido na América Latina com eficácia de 92,28%, informou neste sábado o Centro de Engenharia e Biotecnologia desse país. (La Jornada, México) | bit.ly/2WeZFRl

ESCÓCIA/ Milhares de escoceses saem às ruas em uma marcha pró-independência. A plataforma de cidadãos ‘All Under One Banner’ (Todos sob a mesma bandeira), que defende o direito à autodeterminação na Escócia, convocou uma manifestação cuja participação foi estimada em cerca de 5.000 participantes, a primeira desde o início da pandemia. O protesto ocorre algumas semanas depois que o ministro-chefe da Escócia, Nicola Sturgeon, iniciou uma nova legislatura à frente do governo autônomo com o objetivo de convocar um novo referendo de independência até 2023. (Últimas Notícias, Venezuela) | bit.ly/3CMxPeH

CHILE/ Marcha anti-imigrante no Chile termina com incidentes violentos. Em um clima de rejeição aberta ao migrante venezuelano, os manifestantes ergueram bandeiras chilenas para expressar sua oposição à chegada de imigrantes indocumentados. (Pagina Siete, Bolívia) | bit.ly/3ibkLI6

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Pedro Silva Barros – Brasil/América Latina (El Espectador, Colômbia) | “Brasil: um estranho em seu próprio continente” | bit.ly/3kGD1uk

Juan Arias – Brasil (El País, Espanha) | “Quando aos demônios não se gostava que se gritasse” | bit.ly/3i838Jd

Eder Sader – Brasil (Página 12, Argentina) | “Brasil: como chegamos a isso?” | bit.ly/3i6ObH2

Henry Giroux – Brasil (Counterpunch, EUA) | “Lembrando Paulo Freire como um lutador da liberdade” | bit.ly/3kI65Ss

Mário Wainfeld - Argentina (Página 12, Argentina) | “O governo, a direita, duas semanas depois” | bit.ly/3ibHlAb

Gustavo Veiga – Chile/Austrália (Página 12, Argentina) | “Segredos australianos sobre o golpe de Augusto Pinochet” | bit.ly/3m0pmOf

Carole Concha Bell- Chile/Austrália (Jacobinlat, América Latina) | “Austrália e o golpe em Salvador Allende no Chile” | bit.ly/3m2TFns

Paul Krugman – China (The New York Times, EUA) | “Este pode ser o momento ‘bakaru’ da China” | nyti.ms/39EWpBG

Robert Reich – EUA (The Guardian, Inglaterra) | “Por que a responsabilidade social corporativa é BS. Enquanto as grandes corporações dizem aos americanos como são virtuosas, elas fazem lobby contra o projeto de política social de Biden.” | bit.ly/3o5T72Z

Pierre Barbancey – Guerra Fria (L’Humanité, França) | “Indo-Pacífico. Os EUA contam com a Austrália, Índia e Japão para conter a China” | bit.ly/3zJp1nO

Pierre Rambert – Alemanha (Le Monde Diplomatique, França) | “O santo imperio econômico alemão” | bit.ly/3i8f8ui

Biagio Bossone – Capitalismo (Sinistra in Rete, Itália) | “Capital global, soberania econômica e os ensinamentos de Keynes” | bit.ly/3lULoC2

Andrea Rizzi – Alemanha (El País, Espanha) | “A nova desordem mundial perturba a alma da Alemanha. Múltiplos desafios questionam o antigo consenso sobre o papel internacional da potência europeia” | bit.ly/3uhj94q



Conteúdo Relacionado