Clipping Internacional

Clipping Mundo - 27/06/2021

Notícias internacionais sobre o Brasil; Notícias do Mundo; e Artigos

27/06/2021 10:03

(Debajyoti Chakraborty/NurPhoto via Getty Images)

Créditos da foto: (Debajyoti Chakraborty/NurPhoto via Getty Images)

 
1. NOTÍCIAS INTERNACIONAIS SOBRE O BRASIL

VACINAGATE/Explodiu o escândalo da compra superfaturada da vacina indiana Covaxin. O "vacinagate" tem Jair Bolsonaro nas cordas. No Congresso, duas testemunhas afirmaram que Bolsonaro foi informado em sua residência das manobras arquitetadas em torno desta operação por 300 milhões de dólares. Trinta e um anos após a queda de Collor, Brasília foi abalada pela descoberta desse escândalo devido a um duvidoso contrato, firmado com o aval de Bolsonaro, para a compra superfaturada de 20 milhões de doses da droga indiana Covaxin, O chefe de fato desse bloco é o senador Flavio Bolsonaro, filho do presidente e alguém bem relacionado com o lobby de clínicas e laboratórios privados. Iracundo, sem esconder o desgosto com as suspeitas (mais do que fundadas) de corrupção no contrato da vacina, Bolsonaro reagiu com virulência na manhã desta sexta-feira às perguntas de um grupo de jornalistas que indagava sobre o escândalo na cidade de Sorocaba, interior de São Paulo (Página 12, Argentina; El Diário, Espanha; Diário de Notícias, Portugal; Últimas Notícias, Venezuela; UYPress, Uruguai; Última Hora, Paraguai) | bit.ly/3jqqcnE | bit.ly/3xVf86c | bit.ly/3h99jvh | bit.ly/3jnnNu3 | bit.ly/35XeR6E | bit.ly/3ji1WUQ | bit.ly/3quaf1j

LULA/ Lula da Silva tem o dobro de Jair Bolsonaro na intenção de voto para presidente em 2022. A popularidade do presidente é pior desde o início de seu mandato, enquanto a de Lula se fortaleceu desde que recuperou seus direitos políticos em março passado. Segundo pesquisa, o ex-presidente Lula lidera as pesquisas de intenção de voto no Brasil para a disputa eleitoral de 2022 com 49 por cento, 26 pontos percentuais a mais que Jair Bolsonaro, que seria seu adversário direto, que tem 23 %. Lula obteve nesta quinta-feira nova vitória judicial quando um magistrado do Supremo Tribunal Federal anulou, por falta de parcialidade, dois outros processos contra o ex-presidente tratados pelo ex-desembargador Sérgio Moro, que já havia sido declarado "parcial" no processo que ele trazido para cumprir 19 meses de prisão pelo líder da esquerda brasileira. (Página 12, Argentina; La Diária, Espanha; Público, Portugal; La Diária, Uruguai) | bit.ly/3gZ1f1f | bit.ly/2UJsGn5 | bit.ly/35YsCC6 | bit.ly/3vULEUt

PANDEMIA/ Covid no Brasil continua sem controle e causa preocupação ao resto do mundo, diz médico da MSF. "Muitos países tiveram dificuldades, mas a gente vê o Brasil com um grande atraso na implementação de medidas que são sabidamente efetivas. Então o Brasil hoje é um dos epicentros da pandemia, continua sendo um país de preocupação [para o resto do mundo], e se caracteriza pelo atraso, pela relutância, pela hesitação em se implementar medidas preventivas", afirma o médico epidemiologista Antonio Flores, consultor da ONG Médicos sem Fronteiras (MSF) no Brasil para a Covid. (RFI, França) | bit.ly/3y2yVkj

COVID-19/ O Brasil registra 1.593 novas mortes por Covid-19 e outras 64.134 infecções. E, uma vez mais, o presidente Jair Bolsonaro mais uma vez se opôs às medidas sanitárias liderando uma nova caravana com centenas de motociclistas a favor do seu governo. O país acumula 512.735 mortes ligadas à doença e quase 18,4 milhões de infectados em 16 meses da pandemia do coronavírus, que permanece fora de controle no país. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, o Brasil é o lugar do planeta onde mais ocorreram casos e mortes do Covid-19 na última semana, tendo acumulado 541.293 infecções e 13.416 mortes ligadas à doença. Por trás dessa repercussão estão vários fatores apontados por especialistas em epidemiologia, como a redução de restrições por parte das autoridades, o cansaço social e a circulação de variantes mais contagiosas, tudo em meio a uma lenta campanha de vacinação. (El Diário, Espanha; Jornal de Notícias, Portugal; Xihuanet, China; Diario Correo, Peru) | bit.ly/3gWJqzS | bit.ly/3x1NF2z | bit.ly/3xZp6TY | bit.ly/35Tc1jh

VACINA SINOVAC/ Bolsonaro questiona duramente a vacina Sinovac: Ele dá o exemplo do Chile. O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, tinha opinião semelhante, que destacou que o medicamento do laboratório chinês era "impróprio" para nosso país. O presidente brasileiro Jair Bolsonaro questionou mais uma vez a eficácia das vacinas contra o Covid-19 na quinta-feira e defendeu o tratamento precoce contra a doença com medicamentos cuja eficácia contra o coronavírus não é comprovada cientificamente, como a cloroquina. (El Mercurio, Chile) | bit.ly/3gYLjMn

BOLSONARO/ Bolsonaro rompe com seu vice-presidente Mourão. O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse ontem que "nada tem a ver" com o vice-presidente Hamilton Mourão, em nota que reafirmou a clara ruptura entre dois antigos colegas da política e do Exército. O próprio Mourão disse em mais de uma ocasião que Bolsonaro não o inclui mais em suas reuniões de gabinete, que não falam e que ele fica sabendo “pela imprensa” de muitas decisões do governo. (Última Hora, Paraguai) | bit.ly/3jj5jLh

2. NOTÍCIAS DO MUNDO

PERU/ Apoio internacional para Pedro Castillo. Referências do progressismo latino-americano apoiaram o presidente eleito do Peru. Os presidentes da Argentina e da Bolívia se juntaram aos ex-presidentes da região em um zoom para mostrar solidariedade ao professor rural que ganhou as eleições no Peru. No sábado, ele teve uma conversa via zoom com presidentes e ex-presidentes da região, da qual participou o presidente argentino Alberto Fernández. Foi uma reunião que durou pouco mais de uma hora. Também estiveram presentes o presidente boliviano Luis Arce e os ex-chefes de Estado Dilma Rousseff do Brasil, Evo Morales da Bolívia, Ernesto Samper da Colômbia, Fernando Lugo do Paraguai, Manuel Zelaya de Honduras e Leonel Fernández da República Dominicana, além de ex-chanceleres e líderes políticos. Também participaram da Argentina os senadores Jorge Taiana e Oscar Parrilli, o deputado Eduardo Valdés e o parlamentar do Mercosul Oscar Laborde. Catillo estava acompanhado de sua vice-presidente, Dina Boluarte. O encontro foi organizado pelo Observatório da Democracia do Parlamento do Mercosul (Parlasul) e pelo Grupo da Fraternidade Latino-Americana. (Página 12, Argentina) | bit.ly/3wZkTji

CUBA/ Cuba pedirá à OMS a aprovação de suas vacinas. As autoridades cubanas informaram esta semana que sua vacina contra o Covid-19 Sovereign 02 é 62% eficaz com duas doses, após testá-la em 44.010 voluntários. Em outro teste, com três doses, aplicado a 48.000 voluntários, a eficácia chegou a 92,2%. Também afirmaram que uma vez que essas vacinas sejam aprovadas pelas autoridades reguladoras cubanas - que ainda as qualificam como "vacinas candidatas" - será solicitada a aprovação da Organização Mundial da Saúde (OMS). (La Diaria, Uruguai) | bit.ly/35ZUWE4

EUA/ O assassino de George Floyd condenado a 22 anos e 6 meses de prisão. Condenado há dois meses pelo assassinato de um negro de quarenta e poucos anos que ele havia impedido de respirar por mais de 9 minutos, o policial Derek Chauvin foge com uma pena pesada, mas não o suficiente, provavelmente, para parentes de a vítima e a acusação nos Estados Unidos. Sua sentença foi fixada em 22 anos e seis meses. (L’Humanité, França) | bit.ly/3zWn2ho

PANDEMIA-AUSTRÁLIA/ Variante Delta: o governo australiano decreta o reconfinamento de Sydney. Na Austrália, o governo decidiu reconfigurar a metrópole de Sydney para evitar o ressurgimento da Covid-19. O estudo dos casos de contaminação mostra a possibilidade de infecção mesmo por meio de contato "fugaz". Llibération, França) | bit.ly/2U07xEJ

COLÔMBIA/ Ataque armado ao helicóptero do presidente Duque: sem feridos. Presidente colombiano Ivan Duque visita Catatumbo, sul da Colômbia. O líder viajava com os ministros da Defesa e do Interior em Catatumbo, região onde atuam grupos de narcotraficantes, ex-Farc e guerrilheiros do Exército de Libertação Nacional. (La Repubblica, Itália) | bit.ly/3hcfj6s

3. ARTIGOS/ENTREVISTAS

Emir Sader – Brasil (Página 12, Argentina) | “A universalização do sistema de saúde no Brasil” | bit.ly/3xV7E32

Eric Nepomuceno – Brasil (Página 12, Alemanha) | “Brasil: Jair Bolsonaro e a corrupção” | bit.ly/2St39xy

Eliane Brum – Brasil/Amazônia (El País, Espanha) | “O Congresso brasileiro decide extinguir a Amazônia” | bit.ly/3djmRDd

Antonio Rodrigues – Brasil/desigualdade (Público, Portugal) | “Para os brasileiros mais ricos, a vida até melhorou na pandemia” | bit.ly/3xV7M2w

Alberto López Girondo Brasil/Índios (Tiempo Argentino, Argentina) | “Os indígenas sob assédio no Brasil de Jair Bolsonaro” | bit.ly/3dfJFUb

Jeffrey Sachs – Pandemia (Common Dreams, EUA) | “Encontrando as origens de Covid-19 e prevenção de pandemias futuras” | bit.ly/3qGka4h

Pedro Castillo, declarações – Peru (Jacobin, EUA) | “O presidente eleito socialista do Peru, Pedro Castillo, em suas próprias palavras” | bit.ly/3qvby0f

Alice Dal Gobbo – Capitalismo/meio ambiente (Sinistra in Rete, Itália) | “A transição ecológica entre o comando do capital, a erosão do sujeito e novos antagonismos” | bit.ly/3Ad0Y2r

Fabio Vighi – Pandemia (Sinistra in Rete, Itália) | “O Paradigma Covid: colapso sistêmico e fantasma pandêmico” | bit.ly/2T2TGgZ



Conteúdo Relacionado