O jornalismo de esquerda precisa de você. Venha ser parceiro Carta Maior. Doe agora!
Seja Parceiro Carta Maior
Cultura e Arte

O Dicionário Gramsciano

O pensamento de Gramsci, destrinchado em uma enciclopédia com mais de 600 verbetes, elaborados por alguns dos mais importantes estudiosos de sua obra.

16/03/2017 15:28

reprodução

Em seus últimos dez anos de vida, Antonio Gramsci reflete, na prisão, sobre a derrota do movimento comunista e a falência da revolução no Ocidente. Reelabora as questões de base de sua precedente atividade política, repensa as respostas dadas e as experiências vividas. Formula um verdadeiro léxico para expressar sua teoria política e todo um mundo de conceitos destinados a influenciar os mais diversos campos do saber. É uma linguagem que, com frequência, inventa ou reinventa palavras, enriquecendo-as com novos significados: americanismo e fordismo, hegemonia, filosofia da práxis, molecular, nacional-popular, Oriente-Ocidente, revolução passiva, vontade coletiva e tantas outras.
 
Escrito por estudiosas e estudiosos de nacionalidades, culturas e áreas diversas, o Dicionário gramsciano (1926-1937), organizado por Guido Liguori e Pasquale Voza, reconstrói o sentido das palavras e dos conceitos presentes nos Cadernos do cárcere e nas Cartas do cárcere. Ao combinar, em seus mais de 600 verbetes, rigor científico e clareza textual, esta obra visa a divulgar com precisão o pensamento de um dos maiores teóricos marxistas da modernidade. Publicado pela Boitempo, o livro conta com o apoio da Fundação Astrojildo Pereira.
 
Ficha técnica
 
Título: Dicionário gramsciano
Subtítulo: (1926-1937)
Título original: Dizionario gramsciano, 1926-1937
Organização: Guido Liguori e Pasquale Voza
Tradução: Ana Maria Chiarini, Diego Silveira Coelho Ferreira, Leandro de Oliveira Galastri e Silvia de Bernardinis
Revisão técnica e nota editorial: Marco Aurélio Nogueira
Prefácio à edição brasileira: Alvaro Bianchi
Orelha: Marcos Del Roio
Páginas: 832
ISBN: 978-85-7559-533-6
Preço: R$ 125 (brochura) | R$ 167 (capa dura)
Editora: Boitempo
Apoio: Fundação Astrojildo Pereira e International Gramsci Society Italia (IGS Italia)



Créditos da foto: reprodução