Arte/Humor

Diário do Bolso, 12 de janeiro de 2019

 

12/01/2019 18:07

 

 
12 de janeiro de 2019, o dia da dancinha.

Diário, eu tinha jurado que neste fim de semana não ia escrever nada em você. Mas eu não tenho descanso.

A coisa tá preta.

Não, pior que preta. Laranja.

O Queiroz quer me ferrar. Só pode ser isso. Como é que o sujeito me grava uma dancinha no Einstein. E todo mundo com camisa laranja! Será que ele é um infiltrado do PT? Não, não pode ser. Ele está há muitos anos com a família. É só uma besta mesmo.

Mesmo assim, como é que deixou vazar esse negócio? Ele tinha que espalhar um vídeo em que ele está caidão por causa da quimioterapia. E o título devia ser: “Lutando pela vida”. Mas não. O cara me aparece sambando, todo feliz. E agora, como é que eu fico? E o Flávio? E o Einstein?

Ainda bem que o Moro é do nosso time, senão ia ter condução coercitiva pro Queiroz.

Pô, minha vida não está fácil. Já vou ter que inventar uma história para explicar por que os militares vão ficar fora da previdência. Já vou ter que inventar uma história para explicar o Rodrigo Maia. E agora vou ter que inventar mais uma história para explicar o Queiroz?

Pena que o Alexandre Garcia não aceitou ser o meu porta-voz. Aí ele já inventava um negócio.

Bom, acho que vou dizer que a filmagem aconteceu no reveilom (como será que se escreve essa palavra?) e que todo mundo estava de laranja para que entrasse dinheiro.

Não, não vai colar. Entrou mais de um milhão na conta do cara no ano passado.

Ah, já sei: vou dizer que o PT colocou alucinógeno naquele soro.

Não, aí eu prejudico o hospital, que já vai ter que se explicar um bocado. E a família toda tá maluca.

Já sei! Vou dizer que a Damares fez um milagre. Isso! Ela curou o Queiroz e todo mundo está dançando de felicidade. Essa vai colar!

Ah, que criatividade! Eu devia ter sido escritor.

@DiariodoBolso

PS: Me ligaram agora. Preferiram dizer que a festa foi antes da operação. Mas quem é que vai acreditar que um paciente pula daquele jeito antes de tirar um câncer maligno? A minha história era bem melhor.



Conteúdo Relacionado