Arte/Humor

Diário do Bolso, 14 de setembro de 2021

 

14/09/2021 13:08

(Reprodução)

Créditos da foto: (Reprodução)

 
Diarinho, Diarão, cada dia uma confusão.

A de hoje é que descobriram que quatro funcionários do Carluxo usavam o meu endereço como endereço deles. Mas eu e a minha ex-mulher, a Ana Cristina, é que morávamos lá.

Os quatro fantasmas, digo, funcionários são o Gilmar (ex-cunhado da Ana Cristina, minha ex-esposa), o André Luís (irmão da Ana Cristina), a Andrea (aquela irmã da Ana Cristina que fez um áudio confessando a rachadinha) e a Marta (cunhada da Ana Cristina).

Eu já tinha pensado em dar a desculpa de que a nossa família é muito unida e nós seis morávamos lá. Mas os promotores apuraram que, na época em que estavam lotados no gabinete do Carluxo, o André e a Andrea moravam em Rezende, e o Gilmar e a Marta, em Minas Gerais. Aí complicou.

Pra piorar, o Xandão condenou uma ex-vereadora do PSL por rachadinha, e ela ficou inelegível por oito anos. Se essa moda pega...

Meu único consolo é que o Kássio Marques, meu juiz no STF, tirou de pauta a análise do foro privilegiado do Flavinho, que é acusado de rachadinha. Tem que empurrar isso daí pra depois de 2022, talkei?

Olha, Diário, hoje à noite eu estava pensando em ver aquele velho filme, os Caça-Fantasmas, mas até perdi a vontade.

#diariodobolso



Conteúdo Relacionado