Arte/Humor

Diário do Bolso, 2 de julho de 2021

 

02/07/2021 10:06

(Pedro França/Agência Senado)

Créditos da foto: (Pedro França/Agência Senado)

 
Diário, ando com a cabeça tão quente que minha caspa vai virar mandiopã.

Cada dia é uma fralda de criança: ninguém sabe o que vem lá.

Pra começar, teve o nosso valoroso cabo Dominguetti. Ele foi lá na CPI e acusou o Luís Miranda de ser corrupto. Isso foi bom. Mas logo a empresa e o Miranda desmentiram o cabo, mostrando que eles falavam de luvas, não de vacinas. Isso foi ruim. Depois confiscaram o celular do coitado. E isso foi péssimo. O Rachadinho, digo, o Flavinho quase teve um enfarte.

De qualquer forma, eu preciso afinar o discurso com o Rachadinho, digo, com o Flavinho. Como ele é chapa do dono da Precisa, diz que não aconteceu nada e que o Roberto Dias é honesto. E eu, na minha live, disse que o Roberto Dias é culpado e que o Luís Miranda também. Ele quer limpar a barra do Maximiniano. Eu quero sujar o Luís Miranda. Temos que ensaiar melhor esse negócio.

Depois teve o treco lá do Alexandre de Moraes (que eu chamo de Alexandre Sem Morais). Ele encerrou um inquérito mas abriu outro igual. O cara quer investigar principalmente o Dudu e o Carluxo. Pô, perseguir grupos antidemocráticos é antidemocrático!

Teve também o superpedido de impitimem. A porcaria recebeu sei lá quantas assinaturas, inclusive o garrancho de um monte de ex-fã meu, tipo Joice, Frota e Kim. Olha, eu sou mais traído que marido caminhoneiro e esposa de marinheiro...

Ainda bem que eu coloquei o Lira na presidência da Câmara. Ele tem mais a ganhar comigo do que sem migo. “Mais a ganhar”. Pegou essa, Diário?

E hoje não vou na motociata em Salvador. Vai ser um fiasco. E a gente tem que se afastar dos fiascos.

Falando nisso, o governador do Rio Grande do Sul assumiu que é gay, mas diz que me apoia. E agora?

Eu já disse que preferia que “um filho meu morresse num acidente do que aparecesse com um bigodudo”. Devo fingir que nunca falei isso e apoiar o cara?

Pior: e se eu fizer uma motociata em Porto Alegre e ele quiser sentar na minha garupa?

Ah, Diário, a política exige tantos sacrifícios...

#diariodobolso



Conteúdo Relacionado