Arte/Humor

Diário do Bolso, 20 de outubro de 2021

 

20/10/2021 10:54

(Reprodução/Twitter)

Créditos da foto: (Reprodução/Twitter)

 
Diário, a bolsa caiu 3,3%, o dólar chegou a R$ 5,60 (ganhando um troco, hein, Guedes?), o meu auxílio eleitoral, digo, emergencial deu pra trás, e trocaram o meu “genocida” por “crime contra a humanidade”.

Mas não quero falar dessas coisas sem importância.

Quero falar é da sacanagem que tão fazendo com o Dudu.

Ele foi dar um rolê nos Emigrados Árabes com o pessoal que tá preparando minha ida pra lá, em novembro (checando shopping, melhor esfiha de rua, essas coisas). São 69 caras de oito ministérios diferentes, que vão custar quase R$ 4 milhões só em estadias.

Aí, pra aproveitar a viagem, o Dudu fez uma foto lá que custa meio envelope, quer dizer, mil reais. E caíram de pau no coitado.

Chamaram ele de Al Fafa, de Ali Babaca e de Al Mamata; disseram que ele pensa que é o Sheik da Cocada Preta; que devia se mudar pra lá e trocar o nome pra Rachid Rachadin; que ele não passa de um Milk Sheik de Bananinha e que a história dessa excursão devia se chamar “Ali Banana e os 69 laranjas”.

Ah, quanta injustiça, Diário, quanta injustiça...

Na verdade verdadeira, o Dudu deve estar até com síndrome de abstinência turística, porque em 2019 ele foi pra 11 países diferentes. Mas, depois, por causa da pandemia, teve que ficar em casa. Esse ano, por exemplo, ele só gastou R$ 84.377,32 mil em passagens aéreas.

Mas eu nem dou bola pra essa perseguição. O importante é que ele se credenciou pra ser embaixador nas Arábias. É isso mesmo, Diário! O garoto me garantiu que aprendeu a fritar quibe!

Agora não é só hambúrguer, não. Ele está virando um poliglota gastronômico.

Meu orgulho!

#diariodobolso



Conteúdo Relacionado